15 setembro 2014

DIA 4 DE OUTUBRO, 14 MULHERES ESPERAM POR VOCÊ.. VENHA. NOS ENCONTRAR. FESTA!

LANÇAMENTO DE" MULHERES TAMBÉM GOSTAM DE CONTAR"


No dia 4 de outubro , quem não foi a Bienal ( e olha que estava dificil mesmo, muita gente voltou da porta, por causa das filas intermináveis para comprar ingresso) tem a possibilidade de deixar muito feliz a amiga aqui: vai ser uma festança no Espaço Scortecci, onde quatro escritoras que estavam na Bienal vão lançar seus livros de novo. A Editora Scortecci, pensou: FESTA!Vamos comemorar que estamos vivos, e que ainda, tivemos a grande ideia, esforço, trabalho, inspiração, vontade, desejo, de criar um livro. É isso, livro é vida. Muita vida. E nesse caso, é a vida de  mulheres de vivências diferentes, de idades diferentes (de 28 a 64 anos) , de maneiras de sentir diferentes, que  contaram suas histórias de amor e sexo, suas descobertas, decepções, superação. E consentiram de que  virassem  os textos que estão em "Mulheres Também Gostam de Contar".
Espero por você. A principal emoção de quem escreve, é ser compreendido e apreciado por quem lê. Esse livro não é um romance, nem um conjunto de contos. São histórias bem reais, que foram contadas por pessoas maravilhosas, e escritas por quem gosta de ler crônicas e histórias reais. A idéia foi dar o melhor de mim. Super beijos e espero por vocês.
Pauline Herbach


08 setembro 2014

Importante mesmo são os nossos amigos.

Ontem era quase meia noite, me ligou uma amiga que eu amo como a uma irmã, para falar que o pai de uma outra amiga nossa havia morrido. Durante uma hora choramos, recordamos, Falamos coisas bonitas uma para a outra. Comentamos de como os nossos avós, as vezes os pais, estão indo. É a vida.  E quantas recordações cheias de vida e inesquecíveis deixam e vão deixar. Em seguida descobrimos que era engano, que essa pessoa estava viva e bem viva, que felicidade., ,Tinha sido um parente de nome parecido que se foi. Fomos dormir naquela emoção.  Valeu a conversa que tivemos, as recordações da infância. Enfim, a nossa vida. Pessoal e instransferível. Esses amigos que ficam para o resto de nossas vidas, com quem podemos contar. E os outros amigos que fizermos vida a fora, que bom.  É isso. Boa semana para todos nós.

04 setembro 2014

Lembranças presentes.

 Cedinho levei minha filha para a escola. Fomos ouvindo Sting que já tem uma voz bem nostálgica.  Lembrei de muitos anos atrás quando morei na Inglaterra, e o frio , muito frio era o enfrentamento diário. Mas tinha geléia deliciosa no café da manhã e aquele chocolate cadburys pronto para misturar ao leite. Que tempo era aquele? Ainda não sabia de nada, do que viria pela vida. Ainda assim, vivia,
Como agora, não sei o que virá ainda pela frente, mas vivo. Com mais conhecimento, mas com menos certezas.
Olho ali atrás um post mais antigo, quando Anna fez 9 anos.Estava tão dificil morar aqui. E no entanto, ela aceitou esse cenário para seu aniversário. Urgência de deixar coisas para trás e viver o daqui para frente. Mas até hoje tem tristeza, para transformar em aprendizado. Para exorcizar
O daqui para frente, acontece a cada minuto. E vamos, vamos seguindo.