17 abril 2014

Uma flor, uma criança, uma vida, um grão.. A Páscoa, pode ser ?

..."Uma flor nasceu na rua!
Passem de longe, bondes, ônibus, rio de aço do tráfego.
Uma flor ainda desbotada
ilude a polícia, rompe o asfalto.
Façam completo silêncio,
paralisem os negócios,
garanto que uma flor nasceu.

Sua cor não se percebe.
Suas pétalas não se abrem.
Seu nome não está nos livros.
É feia. Mas é realmente uma flor.

Sento-me no chão da capital do país às cinco horasda tarde
e lentamente passo a mão nessa forma insegura.
Do lado das montanhas, nuvens maciças avolumam-se.
Pequenos pontos brancos movem-se no mar, galinhas em pânico.
É feia. Mas é uma flor. Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio."


Parte do poema A Flor e a Náusea de Carlos Drummond de Andrade.


A cada segundo nasce um bebê no mundo. Brotam grãos que alguém plantou e irão para a sua mesa.  Todas as manhãs crianças acordam, sonham, brincam, estudam. Outras precisam de ajuda para sonhar, brincar, estudar. Ainda assim elas são.  A Páscoa bem que pode ser um dia de superação, de travessia dos nossos fantasmas, de ressurreição da nossa esperança. De uma flor , mesmo que tímida, que nasça em nossa consciência. 
Fazer um futuro melhor é agora. Tudo começa com um grão. Vamos colher o que plantarmos. Já sabemos disso tudo? Lugar comum? Por favor, então, façamos já. 




                                                Ainda tem água mas a humanidade
                                                             continua com sede.
                                                 A pia e o copo são,  como na canção
                                                     "dois pares desencontrados,
                                                          dois amantes desunidos"

   Para agora. Saber pedir e saber dar, em um amplo sentido: amor, comida, abraço, água, ar, folego, forças, arroz, feijão, atenção, ovo de chocolate, roupa velha, meia rasgada, compreensão, escuta, bola de gude. brincadeira, pipa, compartilhar, brincar, sorrir, abrir as janelas, as portas, desarmar. Vamos?
                                                         
                                         FELIZ PÁSCOA.



IMAGEM: TRABALHO DA ARTISTA PLÁSTICA ANNA PAOLA PROTÁSIO "Sede Eterna". ( grata pela imagem)

14 abril 2014

Quero ver a Lua Vermelha. A Terra Vermelha.

   Vai ser lindo, hoje as 3h. Vou estar dormindo. Preciso acordar cedo. Mas você que vai assistir o eclipse pode vir me contar. Vai ser bonito.  Ao invés de medo dos astros precisamos aprender a dançar com eles. Tudo é movimento. Vejamos então o que você nos contará amanhã. Nada como ver ao vivo e em cores.

11 abril 2014

As vezes eu não digo nada, por que não tenho nada a dizer, nem debaixo d'agua.


                                                              Mas,
Seria muito especial  se tivéssemos  coragem ,   ao menos quando  nos parece importante,  de dizer o que sentimos. Mergulharmos" no  mar de olhos abertos". Sem desassossego com a profundidade. Nem temor de olhos ardidos de sal. Ou espanto pelo desconhecido submerso.  Livres da  proteção indevida,  de qualquer perigo a nos ameaçar por premissa, apostaríamos que o resultado pode ser movimento bom, reconhecimento bom, intensidade boa, em uma paisagem  cheia de luz do sol que atravessa tudo,  para nos alcançar.


                               
                                        "And with words unspoken
                                                     A silent devotion
                                              I know you know what I mean",,,,,,(isso é letra de música...)



foto: http://www.mark

tipple.com/underwater