28 junho 2015

Tocantins merece Palmas e muitos aplausos. Enquanto o Brasil afora tem muito de ilusão, aqui parece feito de realidade.

  Faz frio e venta la fora. Mas a sensação de inverno feita de ar condiocionado, passa logo ao abrir a janela:estamos em Tocantins, Palmas, onde o sol é generoso. E a natureza não se esconde. Nossas perninhas doem do stand up que inaguramos ontem no nosso menu de atividades.
                                                   Anna na Graciosa. O primeiro stand up
                                                      a gente nunca esquece....ainda mais
                                                    num ambiente de tanta perfeição natural.
                                                                     Muita felicidade.

Nós quem? Eu e Anna ,minha filha, que veio comigo visitar o irmão que agora trabalha aqui. Esse é um bom motivo para visitar Tocantins: juntar a familia. Mas certamente que você vai encontrar muitos mais, nesse Estado novinho, pronto para esperar o que e quem venha de fora, com um sorriso nos lábios e vontade de crescer.
 
Em nosso primeiro dia de cidade, um motorista de taxi nos leva para conhecer tudo. "Se eu ficasse enrolando a senhora, poderia andar o dia inteiro, mas Palmas ainda é um lugar que da para conhecer em meia hora". Exagerou, mas quis mostrar sinceridade.Ponto para ele que, como os outros moradores querem merecer "credibilidade".Palavra que ouvi um tanto de vezes.
                                          O antigo Palacio- o Palacinho

Paramos no Palacinho, como é chamado o antigo Palácio do Governo, Mas também conhemos o novo. "Brasilia pode ser a capital, mas digo para a senhora que geográficamente aqui é o centro do Brasil. Tudo converge para cá". Tudo bem. Tá entendido. Orgulho e admiração é o que não falta ao nosso guia,muito jovem, nascido aqui no Estado.

                                    O novo, o "centro" geografico do país, no dizer do motorista

Tocantins foi uma fazenda.(Já imaginou alguém dono de tamanho latifúndio?) de Goiás. E foi preciso muita luta,politica,  de geração em geração,  para haver esssa emancipação. Em 1988 nasceu o Estado de Tocantins, ao norte de Goias. Com Miracema do Norte, como sua primeira capital provisória.Em 1989 a cidade de Palmas se torna a capital. O Estado ganha constituição própria, aos moldes da Constituição Nacional. E mais municípios são criados, fazendo o total de 139.

Aqui estamos então, especificamente em Palmas, a capital. Mas sinceramente, tenho vontade de conhecer todo o Estado. As praias de rio são tao lindas. E não se parecem com o mar. A gente passa a entender como é gostoso uma praia de rio. Tem piranha, pergunto? "Tem, é raro, mas elas não atacam não." E realmente, onde fomos não tinha. e se tinha, não nos atacaram mesmo. Na Graciosa, tudo limpo, com restaurante flutuante e grupo de stand up. Na Praia do Prata é para almoçar com os pés no rio, que delícia. Um tucunaré  bem feito é outra história. Só havia comido um há anos, no Rio de Janeiro. E ainda falta visitar a ilha, e outras praias bonitas. Tem uma região de cachoeiras há 40 minutos daqui, quem sabe dá tempo.
                                             Praia da Graciosa, linda e de rio

Conhecemos o Memorial Luis Carlos Prestes, projetado por Oscar Niemeyer. Emocionante de ver a fotografia desses dois grandes, brasileiros conversando. Da orgulho na gente, sensação de dignidade por ser daqui, do Brasil.

                                           Memorial Luis Carlos Prestes

Ano passado vi a exposição do arquiteto   Frank O Gehry, que projetou o museu Guggenheim de Bilbao, na Espanha. Ali um filme dava conta de como uma obra dessas pode redefinir a identidade de uma cidade. Hoje as pessoas tem mais orgulho de pertencerem a Bilbao. E essa sensação de pertencer, de ser de algum lugar tão cara ao ser humano, ali veio da belissima arquitetura de um museu.
                                           Linda estatua de Prestes no Memorial
                                               
Pois olha, o Memorial Coluna Prestes, com os Dezoito do Forte, em escultura bem na frente, traz a população local, um ideal democrático e revolucionário importante na formação do Tocantinense. Quem nascer aqui, já sabe que o Brasil teve quem lutou por ele, de uma forma tão bonita,

E assim estamos conhecendo Palmas, em Tocantins, não em meia hora, mas em alguns dias de sol. por que o tempo das chuvas ainda não chegou. E quando vier, depois trará os  pés de caju, fruta da região, e que eu realmente adoro o suco. Vide postagens anteriores.
                                          Escultura do movimento tenentista "Os dezoito do
                                          Forte", liderado por Prestes. História do Brasil moçada,
                                          vamos ler e conhecer.

O Norte do Brasil também me lembra a Amiga Roseane Viana, que partiu tão cedo, me lembra a Zany,e todo esse povo super querido daqui, que eu só conhecia de longe por ter um blog.  E agora conheço mais. Por que todo mundo é mais hospitaleiro, amigo de verdade, cheio de sensibilidade. Por que o Norte não deixa dúvidas do que ele é. E o Nortista procura ser verdadeiro. Politicagens â parte, que o Brasil todo escorrega, o nortista é um povo lindo.

E aplausos para o Prefeito de Palmas. Brasileiro naturalizado, de origem Colombiana, e sua esposa é Curitibana, pelo que ouvi falar. Pessoa que vem trazendo um modernismo na gestão, e o exemplo de Curitiba como cidade ordenada. Palmas é muito limpa, organizada e cheia de dignidade. Quando eu souber mais, completo essa postagem. Por enquanto agradeço por estar aqui hoje.  E ter mais um dia feliz. Com meus dois filhos amados. E uma natureza que toca a minha, humana e cheia de vontade de gostar desse solo.

                                         Ponte da Amizade e da Solidariedade, construida
                                         pelo que entendi, na gestão presidencial de
                                         Fernando Henrique Cardoso.

Então Palmas em Tocantins, vem me parecendo assim, um lugar de pé no chão, cabeça no lugar, traquilidade, progresso. Um jeito brasileiro de ser que eu ainda não conhecia. Mas que me agrada muito mesmo. Um lugar de águas claras, limpas e transparentes. Caráter e dignidade tem aqui,
                                   Veja o fundo do rio, que beleza de água, bom de estar aqui.


(todas as fotos de minha autoria)

08 maio 2015

Sonhos de Padaria. Ou quem sabe de cinema:vida.

   Dizem as más linguas que a gente aprende é com o sofrimento. E as boas complementam: ao invés de sofrer, aprenda com o sofrimento das outras pessoas.
 De tanto acompanhar sofrimento, achei que, neste caso,  seria prudente seguir as boas e as más línguas. E me sinto mais presente no presente. Saboreando melhor cada minuto dessa existência.

Hoje por exemplo, no final de um dia cansativo, fui à padaria. E diante de promessa feita ao sair de casa, pedi sonhos ao vendedor. Olhando em seus olhos disse: não são para mim, mas para minha filha. Eu preciso mesmo é fazer ginástica.

 O fato é que olhei para o moço e ele deixou de ser transparente. Já reparou que em geral nem notamos vendedores de farmácia, de padaria, de todo esse comércio que para nós é o da necessidade de cada dia? Lidamos meio no piloto automático com aquelas pessoas que nos atendem, talvez semana após semana, sempre as mesmas, conhecem nossos hábitos quem sabe, de cor. E percebem nosso olhar voltado para dentro.

                                                                sonhos de padaria
Um dia um milagre se dá: alguém acorda do torpor. Eu, E passo a observar quem talvez antes me observasse. A moça do caixa está com uma blusa amarela. Que cor mais linda, digo. Fica bem em você. Ela me conta uma pequena história, que viu um casaco em outra pessoa, e resolveu comprar um igual, também gostou da cor. "Dizem que ficou bonito". Sim ficou lindo em você, repito sincera.

E assim saio dali feliz. Sim, feliz por que fui a padaria e tive um momento de interação com aquelas pessoas que antes não existiam. Me dou conta do nascimento ou renascimento desse pequeno território antes ignorado por mim. Meu saquinho está mais cheio de sonhos do que as poucas gramas que pedi.  Quem sabe uma retribuição calorosa ao meu reconhecimento, finalmente: são pessoas ali, iguais a nós, com sentimentos, sonhos, vontades. Gente, e não robôs para servir.
                                       Sonhos de Kurosawa. Quanto lirismo nessa existência.

Experimente estar mais presente. Olhar a sua volta e reconhecer, mesmo que seja aos poucos, ninguém está cobrando pressa nem obrigação. Você vai receber mais sorrisos, mais simpatia e quem sabe até novos sonhos. Mesmo que seja apenas dentro de um saquinho açucarado e bem pesado. A vida fica mais leve.

imagens encontradas em busca no Google.

03 maio 2015

A-DEUS A ROSEANE. NOSSA AMIGA NUTRIANE. PRINCESA VALENTE.

  Hoje acordei pensando nela, fui olhar sua pagina no FB, alguma coisa estava estranha ali. Que sensação. Deixei uma mensagem e uma amiga dela me enviou uma mensagem in-box sobre sua morte. Sem eufemismos, do jeito que Roseane era. Falava da vida e da morte, com naturalidade, como deve ser. Então escrevi um textinho no FB. E como certeza, estou muito emocionada. Queria sim que ela tivesse sobrevivido a essa batalha. Por que vencer, ela venceu. Enfim, acho que devo colocar esse texto aqui, para homenagea-la nesse lugar que nos conhecemos. A" blogosfera".Lugar imaginário, onde podemos fazer amizades bem palpáveis. Mas sinto por não ter ido a Heidelberg, por não estar em SP quando ela esteve por aqui. E me alegro por ter conhecido essa pessoa maravilhosa, tão importante como exemplo, como como amiga, ser humano, vivente. Linda e valente. Tudo de bom. Ai vai meu texto então. Muito aquem da sua maravilhosa pessoa, Roseane. Mas a forma de expressar minha gratidão por ter conhecido você.  Blog da Ro:  http://nutriane.blogspot.com.br/
                                                       Roseane, nossa princesa valente.

A-DEUS A ROSEANE, NOSSA NUTRIANE.
Estava ouvindo o Abujamra dizendo tão bem a poesia de Mario Quintana. Sobre o tempo, a vida. E lembrei da Roseane Viana bloghttp://nutriane.blogspot.com.br .Roseane, uma moça tão linda, valente, das pessoas mais valentes que eu já conheci. Assim, nunca vi de perto, mas podia sentir sua presença forte nas coisas que dizia. Minha amiha de blog e de muitos anos. Um dia ela começou a falar, tem anos isso, que estava com cancer de ovário. Muito antes de Angelina Jolie expor publiciamente suas formas de prevenir a enfermidade. Enfim, eu fui lá dar o meu pitaco. e dizer a Roseane que não postasse sobre isso, e vivesse a vida. Bobagem minha. Ela me respondeu que ia encarar essa batalha e mostrar ao mundo, a quem tivesse ao redor, como é que é. Roseane contou suas dores, postou aqui suas fotos das sessões de quimo. Sua cabeça com cabelo e sem. E sempre sorrindo, valente, confiante. Um dia sua postagem me pareceu ligeiramente mais triste e fui saber por que. Ela me disse que o tumor era muito agressivo e resistente.
Mas muito mais resistente era ela. Que continuava sorrindo. E agora postando também sobre a morte, que faz parte da vida. Como o depoimento comovente da medica e os cuidados paliativos. Hoje li sua postagem sobre as amigas. Uma mensagem de adeus e consciente, com certeza. Não dá para tapar o sol com a peneira. A vida é como ela é. É preciso lutar pelo que se quer sim. Como Roseane lutou por amar a vida. Com garra, com fortaleza, sem frescuras. Mas é preciso também saber a hora em que já se fez tudo que podia. E apenas viver o tempo que se tem, aproveitar cada minuto, com muita clareza. Para que possa realmente ser curtido, cada minuto de felicidade que nos é dada. Não desperdiçar nada. Penso que essa é uma das liçoes que deixa Roseane. Querida amiga. Suas histórias dão um livro lindo João Scortecci . Estão no blog. O cancer não venceu Roseane. A vida é que cumpriu seu jeito de ser. E a Ro ( com sua pavulagem, so de onda, era muito tranquila essa moça) entendeu. E valente se foi. Com esse testemunho de que a vida vale a pena ser vivida. Merece que lutemos por ela. E isso é lindo. Quem tem a capacidade de lutar sem se entregar? Quem AMA a vida. Que virtude importante para todo mundo aprender. A gente pensa que sabe. Estamos na escolinha ainda. Beijos Roseane, muito grata por seu exemplo de coragem, de amor aos seres humanos, de namorada do seu marido, mesmo com toda essa luta.  Por seu apetite para o que havia de gostoso. Pelas pesquisas sobre nutrição que deixou para nós, como profissional excelente.. Pelo sabor valente que deixou para que possamos provar e pensar: a vida vale a pena. Sempre. Adeus estrela Nutriane.
                                                  A-Deus a nossa valente Nutriane