08 novembro 2015

James Bond - Spectre. Um roteiro meio enrolado, mas divertido. E uma pergunta:será que todo vilão sofre por falta de amor?

    Então, fui assistir James Bond. Ah, outro dia ouvi que só um paulista começa uma frase com a palavra "então". Fiquei orgulhosa de mim:finalmente estou aprendendo este idioma. Já sou quase uma nativa. Bom demais. Mas,  voltemos  ao 007:
    Que roteiro mais mequetrefe "meu"... Que história... Começa na Cidade do México no Dia dos Mortos. Ai que linda parada!!! E a música? Quase um samba. Uma escola de samba de caveirinhas.

  E aí o Bond? Pois é. Na primeira cena ele está  dando uns  "amassos"  numa bela morena, que depois não aparece mais,  quando diz: "espera aí que já volto". Daniel Craig vai pulando de prédio em prédio, aparentemente sem dublê, que máximo! Atira num par de bandidos que não tem nada que ver com o resto. Vai ao funeral de um deles,  em Roma, e encontra a ainda estonteante Monica Belucci, a viúva- que logo some da tela....E aí  começa o filme propriamente dito, com um fio da meada que vai se ajustando até o final. Ufa.

  A história se resume num mega vilão, baixinho e muito sem graça. Que tem um ajuste de contas pessoal com James Bond: nosso herói perde os pais ainda menino  e por isso é criado  pelo pai do pequeno vilãozinho, que morre de ciúmes do famoso espião. Ah, mas que coisa redentora: o malvado da vez, é dono de um império de tecnologia da informação. E usa desse privilégio, para destruir cidades, matar milhares de pessoas, só por que foi um menininho ciumento, cujo pai deu atenção a outra criança. Ainda por cima, "de olhos azuis",como ele diz tristinho, enquanto perfura o rosto de um torturado James, que claro se salva, com a ajuda de uma linda loura e vamos que vamos até o final do enredo. Tudo acaba bem na cidade de... Londres. E o espectador se diverte um bocado em um  filme de mais de duas horas de ação. Yes ,a lot of time...
                                                               Olha o vestido dela.
 
  Dá tempo até de reparar em alguns detalhes: os figurinos da loura são de um super bom gosto. Confira. .Não tem uma roupa mais ou menos. Tudo crepe e seda. E haja corpo maravilhoso para não mostrar nenhuma gordurinha em calças brancas tão molinhas.  Outra coisa:  achei Daniel Craig muito magrelo. Me garantiram que não é bem isso. Que aquele corpinho de bailarino é puro músculo,  e portanto, magro, mas não um tipo fraco, como eu pensei.  É que como efeito visual dá na mesma: parece meio miudinho para um homem com tamanho histórico de lutas travadas e sempre vencidas,  e incontáveis conquistas amorosas.
                                              De todos, na minha opinião. ele é o melhor.

  De qualquer maneira,  passei a assistir James Bond, um aqui outro ali,  a partir de Daniel Craig. Ele é um bom ator, e até o penúltimo filme, me parecia um homem especialmente bonito. Agora nem tanto mais.
   É isso, tudo meio sem pé nem cabeça. Mas vale assistir, na tela grande principalmente. E nem precisa pipoca. Diverte e  faz esquecer das preocupações da vida real. Embora esteja longe de ser uma obra de arte, ou um filme inesquecível. Nem é essa a proposta, acredito.

Fotos retiradas do site oficial de James Bond.

2 comentários:

  1. Oi Camille,
    Confesso que não curto muito esse ator que faz o James Bond, depois que vi o Sean Connery no personagem, nenhum deles chega no nivel.
    Bom fds.
    Oi Ca,
    Nossa que saudades de ouvir essas músicas!
    Bom final de semana
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Lulu, ouvi falar que ele vai deixar o personagem. Não está mesmo mais com cara de James Bond. Sean Connery é um grande ator. Faz bem qualquer coisa, até James Bond ne? Que musicas? Do James Bond? Bjs querida, saudades de você. Vou tentar entrar no seu blog e comentar ( coisa que nem sempre consigo, postar um comentario...)

      Excluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.