26 março 2013

Aceitação.

   Vim para o blog- como se aqui fosse um lugar,  e é- pensando na aceitação da vida, da morte, da vida como ela é.  E ao chegar aqui nesse lugar que é,  dei uma pequena volta, na visita de outros blogs e encontrei uma amiga sofrendo, em apuros com sua realidade. Mais uma vez pensei: aceitação.  Nessa grande egrégora que é a blogsfera, ou em toda a esfera desse mundo que gira e vira noite e dia e noite..e dia. E assim vamos todos. Farinha do mesmo saco.  Do mesmo lado. No mesmo barco: a vida, nesse momento. E ainda,  fazendo parte dos que já foram e aqui deixaram seu legado. E parte dos que ainda virão. Toda a nossa humanidade.
   E aí não posso deixar de dar um enorme crédito a nossa comunidade blogueira. Por que aqui, desde que entramos, sempre estivemos presentes na vida uns dos outros, os que escolhemos- numa enorme dinâmica, chamar de amigos virtuais. Aprendendo a aceitar quem for, seres diferentes de nós, ampliando a competência de olhar o outro e compreende-lo. Mais do que isso:  validá-lo. Só. Sem censuras, reprimendas, criticas ferrenhas, na maior parte do tempo. Essa oportunidade de aprendizagem, esse exercício de convivência, é tudo de bom. Concordam? Uns gostam de poesia, outros de teatro, cinema, dança, música, cada um é cada um.  Lidar com essa multiplicidade de jeitos e olhares dos que aqui se expressam, não é pouca coisa não. A vida "la fora" precisa, urge, por esse exercício,  diário mesmo de... aceitação." E assim seguimos cantando"...
                                               
 Vivos, com vontade de dizer. De comunicar a existência. De trocar ideias. Contar novidades. E praticar...a  aceitação.
  Para mim essa palavra- aceitação- combina com a ideia de Páscoa. Com todo o sentido que tem para cada religião: passagem, Ultra-passagem, seja lá do que for. Dos nossos medos, culpas, expectativas, ilusões, etapas No ritmo, no tempo, no tema de cada pessoa. Grandes vitórias, ressurreição, libertação. Ou o processo, a tentativa de cada um de ser melhor um pouco, mais alegre um pouco, mais capaz um pouco. Entendendo as limitações e fazendo progressos, sempre.  É isso. Simples.
  E assim desejo a todos, felicidades. No plural mesmo: cada felicidadezinha fazendo a vida de cada um,  mais doce.
           Beijos queridos.  FELIZ ULTRA-PASSAGEM. E grata pelo carinho de sempre.
                                                                        Cam.

    Imagens encontradas no Google. Se alguma for sua, me avise para colocar os créditos, ou retira-la caso prefira.
Este é mais um Bookcrossing Blogueiro, criado pela prefeita da blogosfera Luma de Moraes. Eu vou participar: escolher um livro que já lemos e não vamos voltar a ler e doar para alguém que possa aproveitar. A ideia é deixar o livro em algum ponto estratégico da sua cidade, para alguém achar   e propagar   o hábito da leitura.  Deixe o livro que você não quer mais, para  quem esteja querendo: participe do Bookcrossing do Blogueiro.

15 comentários:

  1. Camille... queremos ser ouvidos, enxergados, ser agradáveis e com isso sermos aceitos. Nos enche de autoestima, e isso é o que precisamos.
    Cada um no seu canto, respeitando sempre, admirando, não concordando, mas respeitando.

    Querida, uma linda Páscoa pra vc e sua família!

    Adoro esse mundo virtual com tantas e tantas possibilidades.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí amiga querida,
      Essa convivencia de anos é um persistencia que vale a pena, e é um grande prazer para todos nós. Viva nossos blogs e nosso jeito de ser.
      Beijos e boa Páscoa para você e sua cria também. Quero saber das novidades!!! ( Tem?)
      Felicidades hoje e sempre!!!
      Cam

      Excluir
  2. Camille,
    Que linda mensagem.
    Desejo uma maravilhosa Páscoa pra vc e pra sua família.
    big beijos
    Lulu
    blog | twitter | face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lulu, é para voces mesmo.
      Feliz Pascoa para voce e sua familia tb.
      E uma coisa Lulu: não tenho conseguido escrever no teu blog, so tem comentarios para o FB? As vezes aparece uma outra forma de comentar,asvezes nao.
      Beijos!!!

      Excluir
  3. realmente a diversidade está nos blogs. acabamos, como na vida real, buscando os blogs q trazem assuntos e pensamentos afins. mas isso não significa deparar com algum bem diferente e se afeiçoar por outros fatores e fazer relações tão diversas do q somos e acreditamos. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a minha percepção da coisa é FB X blogs.Tem gente que escreve no blog por que quer divulgar o trabalho, o que é excelente. Mas a maioria escreve sentimentalmente, fala de si, e quer aprovação, carinho, validação mesmo, como falei. Se as pessoas ficam amigas ou nao é por afinidade, como voce esta dizendo e nao pelo conteudo. Quis dizer isso mesmo, nao importa o conteudo, as pessoas se escolhem para amigos virtuais. É como na vida nao virtual. Concordo com voce. Bjos

      Excluir
  4. Pois é essa blogosfera é fantástica. Eu me sinto uma amiga íntima de tanta gente que nunca vi pessoalmente mas só de acompanhar nos blogs, pode ?
    Boa páscoa pra você amiga! Bjks

    ResponderExcluir
  5. Obrigada querida, para você também, ótima Páscoa, cheia de bombons "Sonho de Valsa", que já vi que você é fã. Eu tb. E como você, também me sinto amiga de uma porção de gente que muitas vezes nem sei o nome, só o "nick" e está bem, não é tão importante quanto uma boa troca de ideias e tudo o mais. Quando conheço pessoalmente alguém da blogosfera, verifico que as pessoas ao vivo são tão bacanas quanto eu imaginava. E isso faz esse mundo ficar mais real.
    Beijos Amiga!!!
    Cam

    ResponderExcluir
  6. AMEI...te sigo... espero que vc goste do meu blog é de moda todos os dias eu coloco um look diferente espero que vc goste... muito obrigada......eu sou brasileira mas moro na espanha me alegro de te conhecer...

    http://fashionbloggerandreiajakeline.blogspot.com.es/2013/03/today-pippo.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana, vou conhecer seu blog, claro.
      Beijos para você Amdreia. Sei bem o que é morar em outro país. Mas não sei da delicia de ter um blog hoje, morando fora. É um jeito bom da saudade apertar e ter como se comunicar com teu país imeditamente. Bjos e obrigada.
      Cam

      Excluir
  7. Camille, acredito em afinidades aproximam as pessoas e por isso, algumas pessoas somem da nossa vida - ou não sentimos que ela seja necessária ou não somos necessárias à ela. Precisamos sentir saudades, ou sentir falta para querer estar juntos. Querer saber a opinião da outra pessoa ou simplesmente compartilhar os momentos. Se podemos escolher, vamos procurar andar bem acompanhadas!! :)
    Obrigada pela amizade e por divulgar o BookCrossing Blogueiro!!
    Você viu que tem a página do evento no facebook, não é?
    https://www.facebook.com/events/464278640310039
    Feliz Páscoa!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida,
      Não vi não, vou olhar essa página, ja estamos com os livros escolhidos. Agora é so ver o dia. Dessa vez vou -e eu a Anna- participar.
      Super beijos e boa Páscoa.
      Cam

      Excluir
  8. Oi, Cam!

    É verdade, o convívio virtual é uma simulação do convívio social real, mas no mundo virtual pula-se o trauma do rompimento. Imagino que pular traumas traz complicações depois, porque não funcionamos assim... A não ser que nos readaptemos para conviver mais neste mundo que no outro. Espero que esse fenômeno das redes sociais, e dos blogues também embora seja mais limitado, não caminhe para este ponto do... Matrix? rs... Gosto de estar perto de gente, de observar, sentir o cheiro... rs

    Que bacana seu texto na revista Varal do Brasil! Li no post anterior. Nesta mesma revista encontrei um artigo sobre uma grande escritora norte rio-grandense, Nísia Floresta. Fiquei muito surpresa e feliz :)
    No município com o nome dela, na época que eu curtia a vida por lá, há um bar no alto de um precipício, embaixo muitos lagos e uma vasta vegetação de coqueiros, chama-se Bar da Ostra. Lá só se vai mediante aviso, o lugar é super simples, emblemático, único e inspirador. Em noite de lua cheia, então... Pena eu não saber se ainda existe! Da escritora, tive oportunidade de ler sobre a vida e obra dela com colegas de curso... Enfim, por indicação da revista na qual você publicou um artigo, pude ter acesso a muitas lembranças agradabilíssimas! Pronto, a vida virtual tem dessas maravilhas também.

    Espero que tenha tido uma boa páscoa. Aqui foi frio e muito chá.

    Bjs,

    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michelle," Matrix" é uma realidade para muita gente. Eu pensava na blogosfera unicamente como uma neurose de trocar o mundo real pelo virtual. Depois, observando a vida e as pessoas, percebi que a blogosfera muitas vezes não é "ao invés de", mas uma porta de saída para viabilizar convivência, de quem ainda não conseguiu essa convivência plena, ao ar livre. Healing a coisa. Me parece. Tanto quando neurotizante.
      Quanto a essa escritora, não conhecia, que bacana, vou ler sobre ela. Ha um municipio com o nome dela? Que importante, que deferência. Mais curiosa eu fico. Esse lugar no Rio Grande do Norte deve ser lindo. Quero muito conhecer outras partes do Brasil, que tem tantas, mas tantas belezas que se saíssemos o ano inteiro para viajar, nem assim dava conta não é? Me conte um dia dessa sua vida em dois Estados tão distintos.
      Um beijo,
      Cam
      ps- de que trauma do rompimento você está falando? Não ficou claro para mim.

      Excluir
  9. Eu fiquei com esta ideia do "trauma" na cabeça depois que vi um vídeo de um sociólogo, Zygmunt Bauman, falando sobre, entre outros assuntos, as relações nas redes sociais. Foi um vídeo feito para o Fronteiras do Pensamento, projecto lá do sul. Achei aqui:
    Zigmunt Bauman - Fronteiras do Pensamento.

    Beijo lindona!!

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.