15 maio 2012

P-Você acredita no amor?
R- Não sei. Talvez em um enamoramento passageiro. Que sempre dói ao final.
P- E você quer?
R- O que? O amor, a dor ou as duas coisas?
P- O enamoramento passageiro...
R- Quero que não seja passageiro.
P- Então você acredita no amor.
R- Não. O amor é o sonho dos carentes, dos que nada sabem sobre a falta de sentido do mundo. Dos que não passaram a Psicanálise na pele e ainda buscam a completude.
P-Você quer a completude?
R- Não posso querer. Primeiro por que ela não existe, é uma ilusão que se desfaz com alguma rapidez. Depois, por que quando existe, é algum fator patológico de incapacidade de aceitar a lei e o desconectar-se da figura materna. Ou seja, completude tem o psicótico, que não se estruturou, não passou para a segunda fase do complexo de Édipo.
P- Você está sendo muito racional. Que tal deixar a vida te levar?
R- É preciso ser racional. A vida me levou algumas vezes a um grande buraco. Que eu saí, por que aprendi. Mas caí, por confiar, acreditar, me apaixonar, me iludir...
P- Agora você está sendo passional, ressentida, desiludida, isso não combina com você.
R-O que você quer de mim? Uma entrevista para alguma pesquisa quantitativa?
P- De jeito nenhum. Só acredito em qualitativas, com excelente embasamento teórico e campo. Mas você está me fazendo fugir do nosso assunto.
R- Que assunto? Eu estou cansada demais a essa hora da noite para responder questionarios de pessoas que pouco conheço.
P- Engano seu, você me conhece e muitissimo bem.
R- Hãhã...
P- Não acredita por que não se lembra...tudo bem. Volte um pouco no tempo, relaxe. Quer uma massagem nas costas? Imagine o barulho das ondas do mar. Você sentada na areia, olhando o reflexo da lua sobre as águas, tudo é serenidade, silêncio.... Agora responda, com o coração: você acredita no amor?
R- Não sei....Isso é uma grande balela da nossa civilização.
P- Tem certeza que você prefere ficar nesse mundo das idéias ao invés de ser a pessoa intensa que sempre foi?
R- Não...
P- Não o que ? Você não acredita no amor, mesmo?
R- Não, não quero ficar no mundo das idéias, prefiro ser intensa como sempre. Estou morrendo de saudades de alguem que nem toquei na mão, nem sei a temperatura, o gosto da saliva, o cheiro. Se usa ou não perfume. Se me quer com o coração pulsando de esperança na vida ou apenas provar um doce na vitrine. Mesmo assim sinto saudades, como se aquela presença fosse ...
P- Fosse trazer o amor de volta ao seu patamar de fé na vida, nos homens, no gênero masculino?
R-Ah pera lá né? Daqui a pouco você vai cantar uma música sertaneja...
P- Isso está mexendo com você.
R- O que? Uma pessoa que talvez eu tenha idealizado, que me traz uma onda de erotismo, e ao mesmo tempo parece estar no invariável jogo do poder? Isso me causa repulsa. Detesto não saber das intenções verdadeiras.
P-Então você acredita no amor, mas tem medo?
R- Não sei se é amor. Mas é verdade, eu tenho medo. Estou com medo. Mas quero experimentar. E se for uma furada?
P- Não é. Você sabe que não é uma furada. Essa pessoa a quem você se refere, já sofreu muito. Já fez muita besteira, ja se arrependeu. Já comeu todas. Tem uma pendencia triste para resolver. Mas acredita no amor. E no amor por você.
R- As vezes eu me sinto meio estranha, por que de repente foi como se me deixasse envolver por uma nuvem, rosa, violeta, azul... do nada, isso surgiu em mim.
P- Não foi do nada. Esse amor está sendo tecido há quase um ano dentro de vocês. E esse encontro remoto...Tudo foi preparado por nós. Pelo simples fato de que vocês dois merecem, merecem muito e se merecem. Vocês vão se dar bem. Agora eu já posso ir, você não perdeu, está intacta dentro de você.
R- O que?
P- Uma menina linda, branquiiiiinha, magrinha, cheia de sonhos de um mundo melhor. Você, você , você. Ele também tem um menino intacto dentro dele. Nós escolhemos bem, nossa equipe não brinca em serviço.
R- Você não me disse seu nome.
P- Pode me chamar de Anjo. Seu Anjo da Guarda.
R- Sério? Nunca pensei que você fosse aparecer assim para mim. Só acredito se você atravessar essa parede...
P- Vai dizer que você é assim tão durona?
R- Você consegue!!!Meu Deus, meu Anjo da Guarda!!! Devo estar sonhando. Surtei, não é possivel, surtei. Tudo bem, amanhã eu relato esse caso no grupo de Psicanálise. Sei que é possivel um surto passageiro com benzodiasepinico.... Mas não tomei nada... Tudo bem delirio, estou acreditando em você.
P- Delirio não. Você sempre foi muito consciente, do mundo, da vida. Sempre viu mais do que as outras pessoas. Só estou tentando que você resgate esse dom, fadinha. Até breve, qualquer dia apareço de novo. Para comemorar.
R- O que?
P- Você sabe. Sempre soube. Está acima de qualquer teoria...
R- Tchau Anjo da Guarda. Vou contar que tudo isso é verdade.
P- Até o amor?
R- Até o amor. ...
........

Imagem encontrada no Google - Escher, "Não se Pode Viver sem Amor"

21 comentários:

  1. ¨É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã¨
    Sábias palavras de Renato Russo.

    Bjks amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem toda razão queridona. Niguem sabe de nada.
      Beijos

      Excluir
  2. Ufa! Bate-papo intenso, não?!

    Taí, o anjo trouxe de volta a esperança... Sem embrulho, mas com muita "análise".

    Quando eu estava grávida, vc escreveu aquele texto lindo no outro blogue falando justamente da esperança. Lembro de quando ter acabado a leitura, ter olhado a barriga grande feliz, pois a própria esperança estava ali, com o coração pulsando e dividindo seus fluídos comigo. Obrigada por aquilo. Que a moça ou o rapaz do diálogo aí de cima agradeça também.

    Bjão,

    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida,
      Aquela vez me parece que foi uma blogagem coletiva na qual eu me "meti" e escrevi sobre esse sentimento. Quem nao estava ligado ao assunto da blogagem gostou, por que uma mulher gravida para mim é a propria imagem da esperança. Daqui jeito que eu falei- nao as oportunidas que ainda acham que prendem homem "ou conseguem pensao vitalicia" com isso. Mas aquelas autenticas que realmente querer colocar um filho no mundo por que acreditam que tudo vai ser melhor. Voce é assim com a sua cria. Lambe bem que cresce rapido...Um beijo minha flor. Fique bem ai. Voce esta bem, eu sei.

      Excluir
  3. Um anjo bom conversador. Que além do mais trás consigo a esperança. Muito original a ideia. Gostei.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Elvira. Você também esta na postagem? Vou checar. Bjos

      Excluir
  4. Olá,Camille querida
    "O que me importa o tempo e o espaço,
    Se trilhei caminhos orvalhados
    Em busca do calor do teu abraço?"
    (Auxiliadora)

    Até o amor!!! Até o Amor!!!
    Perfeita esperança!!!


    Concedei-lhe, ó Deus, prodigamente, o ORVALHO DO CÉU...
    Até o próximo mês, se Deus quiser!!!
    Abraços esperançosos de paz

    "Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo
    imperdível, ainda que se apresentem dezenas
    de fatores a demonstrarem o contrário."
    Fernando Pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada. Vou ler sua postagem.
      Bjos

      Excluir
  5. Camille...

    Que delícia!
    Essa BC das meninas é ótima. Tbm participo!
    Que texto mais lindo... me identifiquei com ele um pouco.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Gostei do seu anjo e do texto, parabéns pela sensibilidade... Bjks.

    ResponderExcluir
  7. Eu estou adorando ter voltado para essa animação e essa troca que é um blog. Quem tem isso ha tantos anos conhece uma coisa muito especial. Obrigada por terem vindo. Bjos

    ResponderExcluir
  8. Camille, a impressão que eu tive que a conversa era comigo! Coisa estranha... adorei isso.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sissym entao pareceu com voce? Vai era para voce. Foi seu anjo que mandou eu escrever. Hehehehe.
      Beijao querida. Obeigada por ter vindo. Voce nao esta na postagem, esta?

      Excluir
  9. Oi, Camille!
    Então um anjo da esperança apareceu por aqui. lindo!
    Já linkei você de novo e espero que não nos percamos mais.
    Meu link é: http://supremamaegaia.blogspot.com.br/

    um beijão carioca

    (Tá vendo o Am.Idol?) rsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beth querida,
      É um Anjo....
      Voce foi a unica que se deu conta de deixar o link. É agora nao vamos mais nos perder. Que bom!!!!
      Voce respondeu aquela minha pergunta? Voce estudou onde quando era pequena? Obrigada por ter me linkado de novo com novo endereço.
      Beijos!!!!!!!!

      Excluir
  10. Oi, Cam!!
    Anjo da guarda ou a consciência? O que é real e imaginário? Não acredito em amor à primeira vista quando se trata de homem/mulher. É preciso conviver com os fluídos para saber se eles dão química; se no dia a dia não nos irritamos mais do que temos pensamentos amáveis. Mas dentro do campo das suposições, imaginar que um amor esteja prestes a acontecer, sentindo que a semente em campo fértil, começa a querer germinar e que só precisa de carinho para crescer, nos enche de esperanças!
    Obrigada por participar, Camille!! Uma boa oportunidade para apresentar o seu novo blogue. Não vou deixar o meu link, pois penso que é da sua vontade escolher as pessoas que queira linkar. A maioria não deixa link porque se sente tímida para isso.
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que voce falou nisso, estava me esquecendo toda hora de dizer a voce: nao estou conseguindo linkar ninguem. Voce colocou um blog, mas nao acertei fazer isso com outros. Era tao facil pelo outro sistema. Mudou nao é? Tb nao acredito em amir a primeira vista coisa nenhuma, na verdade nem sei bem se acredito em amor homem e mulher. Isso é uma longa travessia. Para poucos afortunados. O resto que chamamos de amor é neurose, dependencia, psicose, e ilusao. Mas sua blogagem era sobre as esperança ou nao era? Entao no final a renitente protagonista é dobrada pelo anjo.... Bjao e obrigada!!!

      Excluir
    2. Eu pedi no final do texto para a pessoa deixar o link, em verde ate. sera que sumiu? Mas voce nao deixa o seu mesmo nao, por que nao vou te linkar, heheheheh. Fala serio ne Luma... Ta bom!!!! Bjos

      Excluir
  11. Oi Camille,
    que conto fantástico!! Extraordinário!!
    Delirei a ler, soltei gargalhada com a estrunfina (smurf) rezinga, não querendo aceitar quer voltar a amar. Que no fundo, no fundo, a criança interior dela ainda guarda uma réstia de esperança no coração.
    Genial.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
  12. Oi Camille,
    pois não é que lá no fundo da dona razão, há quietinha a dona esperança vivinha, teimosa que só ela, fazendo das suas, mostrando que o sonho não envelhece.O Anjo sabido a trouxe pela mão.
    Sensacional!Amei!
    Meu link: http://fractaisdecalu.blogspot.com
    Mil bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  13. Obrigada Rute, por seu generoso ponto de vista. Obrigada Calu, vou adicionar seu endereço. Bjos

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.