19 junho 2010

Domingo. Dia de Dar um Tratinho.


Eu e minha filha temos uma expressão que usamos quando vamos nos permitir alguns pequenos cuidados, como quando ela chega exausta de um programa de menininha e eu ofereço um leite quente com mel e um banho de banheira com espuma, seguido de oleos especiais nos joelhos, para que possa dormir tranquila e refeita. Para uma garotinha, isso é realmente um super tratinho. Para mim também é. Só que a gente vai ficando grande e os tratinhos começar a ficar mais complexos. E aí vem a grande questão: nem sempre temos tempo para o tal tratinho. Nos últimos meses tive pouco tempo até para comer, fazendo refeiçoes em horários irregulares, me enchendo que coisas estressantes até a tampa, como diz o povo. Então me sobrou apenas o domingo, o dia em que posso dar um "tratinho" em mim. Tenho hoje em dia uma cabelereira que abre aos domingos e então quando eu preciso, vou arrumar o cabelo, faço as unhas das mãos, essas coisas. Tenho um podólogo de domingo para quando preciso fazer os pés e Anna Luiza também vai lá, tem um feitio de pé igualzinho ao meu e temos que ter os mesmos cuidados. O domingo também é o único dia em que posso acordar depois das seis e vinte da manhã, embora muitas vezes não durma de preocupação. É também o dia em que consigo ir ao super mercado comprar coisas para nossa casa, e me organizar minimamente para a semana. Meu domingo teria que ter umas 50 horas para que eu me sentisse mais bem tratada. Mesmo assim, agradeço pelos domingos, se não fossem eles, acho que eu também não estaria aguentando tanto estresse. Viva o Domingo com tudo que tem direito!
E boa semana para todos nós! imagem:http://superiorplatform.com/nature_stress/nature_photos_anti_stress.htm

15 comentários:

  1. Olha aí... Feliz e satisfeita!

    O domingo tem várias facetas. Para mim, costuma ser um dia triste, de descanso e apatia. Triste principalmente porque antecede a segunda-feira e pede, por isso, ponderação no gasto das energias.

    Mas como hoje tem jogo do Brasil (ooooba!), vai ser diferente! =)
    Por isso, quando li seu texto fiquei toda "animadinha" também, rs!

    Bjs,
    Michelle

    ResponderExcluir
  2. Que você tenha um lindo e feliz domingo.
    Mesmo com um dia curto, que ele seja muito produtivo.
    Beijos querida, prá vcs duas.

    ResponderExcluir
  3. O domingo tem varias caras...kkkk
    quando euv iva no Brasil, fazia o mesmo que vc.:Aqui, fica dificil, por que até as manicures nao sabem tirar uma cuticula...faco em casa..O cabeleireiro?A mesma coisa....
    beijos e se cuida

    ResponderExcluir
  4. Cam,a minha distração neste domingo de jogo é um belo passeio pela net. As comidinhas preparei pela manhã; uma panelada de mingau de milho branco, bolo de milho e de macaxeira.Pra turma comer e diminuir a ansiedade diante daquela homarada correndo atrás da bolinha. Antes da net, terminei de ler o livro Soul Love, um romance juvenil que eu comecei a ler ontem na escola. Apesar de ser um tipo daqueles bem açucarado, preciso ler para poder comentar com a meninada adolescente que frequenta a Sala de Leitura.Bjs amiga e um bom resto de domingo com a alegria da vitória brasileira. Sim é importante dizer, não tenho paciência pra assistir o jogo, mas torço silenciosamente para que o nosso Brasil se saia bem. Beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Camille.
    Também gosto do domingo. Só fico melancólico no final da tarde, que me faz lembrar que da segunda-feira que se aproxima. Mas, enquando a noite não vem, cantemos um samba antigo do Chico:
    "Mas, finalmente é domingo
    Naturalmente, me vingo
    Eu vou me espalhar por aí"
    ***
    Bom tempo pra todos nós.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Saia Justa. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Faz muito bem Cam, nada como o bem estar pessoal e sempre deixe sua auto-estima lá em cima, mesmo com os percalços do dia a dia

    uma ótima semana para vocês

    Bj

    ResponderExcluir
  8. Camille,
    quando a Aninha trabalhava fora(e forma muitos anos!) o domingo tb era o único dia que ela tirava prá ela. Agora que trabalha em casa, ela tenta equilibrar entre um afazer e outro. Enfim, não é muito diferente de voce.
    No meu caso particular, todos os dias são domingo e eu tiro-os para dar tb um tratinho, né?
    Olha, vc falou de comprar o meu livro. Uma solução prática é comprar pela internet no link abaixo e retirar numa loja da Alpha Grafics aí em Sampa ou optar pela entrega nos correios (isso enquanto eu não conseguir um patrocinador para uma reedição do mesmo)
    aqui, o link:
    http://www.agbook.com.br/book/22439--Capao_Outras_historias

    Beijo, menina

    ResponderExcluir
  9. Camille:
    Ah que delicia ter uma mãe assim.
    Não são todas, infelizmente. Falo isto porque, ensinando isto a sua filha, vai ser um ponto, um exwmplo que ela vai ter pela vida inteira.
    E nada como vlorizar-se para aprender a fazer o mesmo com o outro.
    Parabéns, pelo texto e pelo exemplo.
    Beijos.
    Boa semana!
    Anny.

    ResponderExcluir
  10. Ah, adorei seus comentários no "Sonho da Linha" http://osonhodalinha.blogspot.com/

    Obrigada!
    Beijos.
    Anny

    ResponderExcluir
  11. Acho linda essa cumplicidade que existe entre mães e filhas, que nem todas possuem. Companheirismo, investimento de uma amizade presente e futura!
    Cam, o meu tratinho acontece na Sexta-feira, quando finalizo todas a minhas 'obrigações' da semana.
    O meu Domingo é de casa cheia e impossível, seria um luxo poder reservar todo o dia pra mim! Mas adoro tudo isto!! :=)))
    Boa semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  12. Domingos são legais, até mesmo quando trabalho. Todos com menos estresse, isso ajuda um bocado e prova que o dia a dia poderia ser melhor se todos quisessem isso. Depende apénas de nós. Tratar a vida é vital sempre.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  13. Eu amooooooooo cuidar de mim mesma, mas não nego que morro de preguiça, e se não não faço isso nos fins de semana, passo a semana me culpando, então melhor fazer, né? Meus banhos são lendários, só de coisinhas para ficar cheirosa... Continue se cuidando, vc merece muito Cam.
    Beijão, Jan

    ResponderExcluir
  14. Cam, vc e sua filha nesse canal direto e cumplice uma da outra é fantástico. Domingo aqui em casa é dia de ir à sauna. Temos um em casa e isso facilita bem.

    Bjao

    ResponderExcluir
  15. O meu tratinho é sempre na quarta, viu? Esse dia é só meu. rs
    Bacio

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.