06 dezembro 2009

Peter e Pan- A Peça

Então, fui ver a peça de minha filha. Se eu morasse na Suécia, poderia estar contando abertamente que curso é , colocar uma foto da Anna. Mas aqui em SP simplesmente não dá. Bem que eu gostaria.
Minha filha estava linda. Coruja? Pode ser. Mas ela é muito linda mesmo. Em compensação vou ser muito franca, a peça só tinha dois personagens legais: a Peter e a Pan, duas meninas. Os meninos da turma fizeram "meninos perdidos"e as meninas, "as meninas perdidas". Tinha tb duas Wendies e três Sininhos. As Wendies, uma grande e uma bem pequenininha tb tinham lá sua graça. Mas os perdidos, estavam perdidinhos. Percebi que Anna Luiza não curtiu tudo que podia. Quem olhasse assim hoje, não ia reconhecer a menina que canta, conta piada, dá risada que ela é.
No ano passado estava mais solta (e os personagens também tinham um peso semelhante, nao apenas duas estrelas, Peter e Pan, por sinal ótimas.) Faltou menos aulas, a turma era mais da idade dela. Falei: ano que vem você quer continuar? Quero.
Muito legal isso. O trabalho é fantastico para a criança se desinibir na vida, não necessariamente para ser ator ou atriz quando crescer, muito menos agora. Mas disse a minha filha que ano que vem então não vou permitir que falte tantas aulas.
São aulas aos sábados de manhã inteira. E sempre tem uma avó , tia, amiguinha, para convidar para alguma coisa, que desvirtua a seriedade do acompanhamento do curso. Enfim, vai ver que não é para ser tão levado a sério. Mas acredito mesmo assim, que como diz Fernando Pessoa, para ser grande, se inteiro...
E dou os parabéns a Anna Luiza, ela teve garra de entrar no palco, sem nem saber as marcações direito, as letras das músicas. Enfrentou a platéia e sorriu tudo que pode. Semana que vem tem mais aula. E como diz a direção da escola, o que vale é o processo.
Beijos para minha filha querida, que a essas horas dorme tranquila e feliz.

6 comentários:

  1. Gostaria de ter estado aí com você, para ver e aplaudir isso.
    Uma atitude corajosa e trará muitos benefícios à ela.
    Está se enturmando, se relacionando, com pessoas que tem algo igual, outras coisa tão diferentes dela.
    De qualquer forma, parabéns à ela.
    Dê meu beijo especial.

    ResponderExcluir
  2. Essas coisas sao deliciosas no mundo infantil. Fez fotos? Devem estar lindas!

    Boa semana

    Um beijao

    ResponderExcluir
  3. Eita Mãe coruja! rs
    Acho fantástico teatro! Foi nele que perdi minha timidez, que aprendi a me expressar ... acho que todo mundo deveria tentar pelo menos uma vez.

    Beijinhossssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Eu encerrei os blogs mesmo! Fiquei quase 5 meses sem nada ... rs
    Agora voltei com Bleeding - http://cp-bleeding.blogspot.com/ (que é o mesmo estilo do Cor de dentro) e o Desabafos sentidos - http://desabafosentidosdeclaudia.blogspot.com/.

    Beijinhosssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Sabia que ela se sentiria a vontade no palco, pelos seus comentários e valores transmitidos.
    Faz muito bem em não se expor Cam, nunca se sabe.
    Faço tudo do celular, leio notícias visito blogs, mando emails e comento como agora. Raramente ligo o notebook.
    Até os posts do blog são feitos do celular.
    Boa semana e parabéns
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. A massa é da minha mãe, mas peguei do Folha de Uva o açúcar, para deixar a esfirra entrada.

    Do Arábia aprendi que a carne tem que ser gorda, tipo acém ou ponta de agulha, até picanha com gordura. Nunca patinho, ou se não tiver outra adicionar óleo.

    Cam eu adoro o celular, que é um smartfone, um computador de mão . Agora estou deitado no sofá digitando e lendo notícias no google reader.
    Bjs

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.