29 abril 2007

Familia Schurmann- Família Aventura

Eu, meu marido e minha fihinha acabamos de voltar do cinema onde fomos assistir a volta ao mundo em 2 anos feita pela família catarinense de velejadores, a famosa Familia Schurmann. O filme é bonito e cheio de lugares magnificos que existem por esse planeta e que a gente acha que não precisa conhecer para saber o que é viver. Por um lado estamos certos, as tribos africanas e outros povos que eles visitam pouco se importam com o que acontece no mundo, vivem o aqui e agora na sua plenitude. Mas nós já desaprendemos a fazer isso, que sabiamos talvez na tenra infãncia. Portanto, acho nós sim, precisamos nos aventurar mais, conhecer mais, ir menos ao shopping e guardar mais o nosso dinheirinho para ir por ai. Pode ser a uma cidade vizinha, pode ser ao outro lado do planeta, o importante é se deslocar da zona de conforto, onde nossos pés parecem fincados. E abrir as portas do coração para ver onde esse mundo vai dar. Espero fazer isso a partir de já, e mais vezes, e mais continuamente. Boa viagem para vocês!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Boa semana com um universo inteiro para pensar. Assista o filme, está passando em todo o Brasil.

8 comentários:

  1. Suas palavras falaram bem aquilo que tenho pensado, mas não tenho pensado em viagens, acho que aventura em outros sentidos, em abertura para o mundo em outros sentidos. Tenho pensado nisso. De vez em quando, olho minha "zona de conforto" e tenho mesmo medo de deixá-la, começo a sofrer, medo de estar só. Tem a ver com o que falei de coração no outro comment e que vc me perguntou. Ao mesmo tempo, sinto esse necessidade. É difícil. Essa família é genial, e o filme acho que está fora do Brasil também, outro dia alguém comentou comigo desse filme lá fora. Beijos para você e ótima semana

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti na sportv uma entrevista com o pai Schurmann, falando sobre o filme. Imagens maravilhosas, deu vontade de assistir.
    Também acho que devemos sair das quatro paredes e apreciar a natureza. Um picnic??
    Bom feriado! Beijus

    ResponderExcluir
  3. PPRangel10:53

    Olá Camille, a propósito do seu comentário no blog da SOPPA, desculpe-me, mas parece que vc não tem acompanhado a nossa luta pela moralização da meia-entrada nos espetáculos de diversões públicas. Não somos contra os esudantes pagarem meia; somos contra os falsificadores de carteiras de estudante. Mais de oitenta por cento dos ingressos vendidos nas bilheterias são meias entradas. Idosos pagam meia, estudantes(verdadeiros ou fajutos) também. Agora está sendo apreciada uma lei que quer facultar aos doadores de sangue(!)a meia-entrada. A bilheteria é o nosso sutento! Por que esa calamitosa demagogia assistencialista com nosso chapéu? Onde nós vamos parar, os produtores de cultura? Até onde pretendem ir os legisladores, com esta política equivocada? Os verdadeiros estudantes sempre foram aliados da classe artística, e é de nosso grande interesse formar platéias. Existem numerosíssimas coisas erradas no nosso país, e certamente esta é uma delas. Desculpe o desabafo. Abs,PP

    ResponderExcluir
  4. Não assisti ainda, mas estive pensando exatamente no que falou. Ando sentindo uma necessidade urgente de conhecer outras culturas.

    Beijinhossss

    ResponderExcluir
  5. Viajar, aprender novas culturas, desenvolver novos conhecimentos,sair da mesmice se aventurando por caminhos inexplorados, isso é perfeito!
    Não assisti ao filme mas irei.
    Lindos dias, flor
    beijosssssss

    ResponderExcluir
  6. Vivi21:29

    Eu estou louca pra ver amiga, pq amo viagens...
    Vou ver sim :)

    Bjokas

    ResponderExcluir
  7. Paulo Outi07:49

    Concordo plenamente com você, isso pra mim são as razões de nossa VIDA:

    V.iajar conhecer pessoas e lugares
    I.çar as velas, respirar novos ares
    D.ividir sensações, emoções...
    A.mar e ser amado, como nas mais belas canções...

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  8. onde voces moram atualmente
    estao morando no Brasil em que cidade?

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.