05 maio 2007

Faz de conta que não tenho assunto-cinema

Voltei do cinema contente e sorridente. Fui ver essa ultima comediazinha com a grande Diane Keaton, que preenche toda a tela. "Minha mãe quer que eu case". Daquelas que dona Diane deve ter engordado seu cofrinho para jogar seu imenso charme de sessentona, setentona, vixe, um talento como aquele não tem idade. E isso é interessantissimo de acompanhar nela. A atriz que faz a filha mais nova, a tal que a mãe quer que case, segura a onda legal de contracenar com uma artista tão forte. Elas se equilibram em muitos momentos, o que é um grande feito. Por que a Keaton nasceu para roubar a cena e com a maior categoria, em todos os filmes que empresta seu corpinho feiozinho aqui pra nós e sua carinha absolutamente fora dos padrões de beleza, mas com uma alma cheia de curvas, bocas carnudas e olhos de grandes cílios.
Então, procuro essas comédias romanticas como uma espécie de remédio para levantar o astral. E sempre dá certo. Volto para casa com meus neuronios em outra configuração. Já valeu o ingresso. Fico feliz com um bilhete de cinema. E está para lá de bom. Por falar nisso, aproveito para chamar a atenção para o que está dito no blog de PP Rangel: sobre as meia-entradas que cada vez mais gente agora "merece". Cortesia com o chapéu alheio não é? E principalmente com as carteirinhas falsas. Tão dramático quanto pirataria de CD. Fala sério que o Brasil não é sério mesmo. Que pena. Saí com minha carteirinha de estudante por NY faz uns dias e todo mundo respeita. Por que supostamente la ninguém falsifica. Mas a situação aqui é socialmente tão caótica que já não sei o que dizer sobre um assunto isolado. É preciso ver o todo o tempo todo. Apesar de que, como num holograma, cada parte contém o todo. Fico por aqui nas minhas divagações de sexta-feira. Bom findi para todos nós.

8 comentários:

  1. É legal passar por aqui e saber sobre os filmes, eu fico me corroendo de inveja, adoraria ir ao cinema e ver legendas em português desses filmes, mas....deixa pra lá..bom findi!!!

    ResponderExcluir
  2. Camille, costumo usar desse mesmo remedio para mlehor meu astrasl. Não tem nada melhor que um filminho agua com açucar para dar umas risadas e não pensar em absolutamente nada.

    Se você gosta mesmo da Diane Keaton procure ver um dos seus primeiros filmes com Woody Allen, é um classico genial.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. O mesmo também funciona para mim: ganho o dia e o bom humor de volta com um filme romântico.

    Ótima dica.

    beijos querida,

    ResponderExcluir
  4. Depois que as carteiras de estudante passaram a ser fornecidas por entidades privadas e não pelas secretarias de educação, como era nos meus tempos de estudante, estava previsto que a fraude correria solto. Os caras vendem carteirinhas até por telefone. Coisas de paizinho desonesto.

    ResponderExcluir
  5. que os deuses sagrados do cinema me perdoem... mas adoro filme mulherzinha assim. com Diane Keaton deixo até o menino em casa hehehe

    ResponderExcluir
  6. Oi Camille,

    Preciso me atualizar, não tenho ido a cinema, a lugar nenhum ...só trabalho, trabalho.

    Diane Keaton é musa, tem um talento sensacional. Falou e disse, em matéria de arte, idade é o que menos conta.

    Beijo grande

    ResponderExcluir
  7. Paulo Outi08:17

    Passando aqui para ler seus escritos e dicas e também para desejar uma ótima semana para você.

    ResponderExcluir
  8. Eu também sou assim: quando quero desanuviar e não pensar muito, também vou ver filmes desses assim, tipo light. Mas Diane Keaton é, e será sempre, em qualquer filme, um grande actriz!

    Beijos

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.