10 agosto 2006

Sapatos de verniz e plataforma pink e a luta de Zuzu Angel

Fui a um cinema de shopping assistir ao filme sobre a vida de Zuzu Angel. A mãe de Stuart Angel morto por tortura pela ditatura militar, nos anos 70.
Antes de entrar, olhei várias vitrines e vi como a moda dessa década de 70, chegou novamente, colorida, muito colorida e vibrante. Como era a roupa de Zuzu Angel e o filme mostra bem este lado da estilista , que começou costurando para fora para sustentar os filhos.
Ao ver o filme, foi para mim como uma meditação. Pensei nos meus anos de escola e faculdade, tão idealistas. A Ciencia Política foi meu primeiro diploma, e as passeatas e movimentos estudantis, um dos meus primeiros sentimentos de indentidade adulta. Enfim, muito , mas muito depois mesmo desse tempo da luta de Zuzu. Mas não tão depois que não me dê hoje a consciencia de que quero me engajar novamente em alguma luta que seja por um Brasil melhor. Um dia a gente vai se conhecer mais e vou contar um pouco mais de mim e você verá meu querido diário ( como diria Anne Frank ao seu) que embora tenha muitas contradiçoes, tenho tambem muita coerencia nessa trajetória que é a minha até hoje. Po rque cada um de nos é sujeito de sua historia, cada historia vale uma biografia, enfim,somos especiais para nos mesmos e podemos ser para o mundo. Mas um dia falo mais de mim. Agora estou com muito soninho.
Queria só deixar um mensagem aqui. Veja o filme, é uma parte da historia do Brasil que nao pode ser esquecida. Da mesma forma que o povo judeu por exemplo se esforça para relembrar do Holocausto, para que não se repita. A época da luta de Zuzu Angel para encontrar o corpo de seu filho e poder enterra-lo, é um periodo de grandes trevas para o Brasil, o nosso holocausto. Que ao mesmo tempo conviveu com um Brasil que ganhou a copa de 70. E com muito colorido na moda.
Quando então voce for comprar sua nova sandalia de cor vibrante, plataforma, pink, amarela, laranja, roxa, bem anos 70. Lembre-se de pensar aonde você está pisando. Que Brasil é esse que lutou tanto e acabou com um presidente de partido tão corrompido? Ou melhor: quem é voce? Qual a sua identidade? De que forma voce pode fazer a sua parte para nosso país, que ja passou por tanto sofrimento, ser mais feliz, de forma ampla , geral e irrestrita? Eu vou pensar e buscar fazer a minha parte. Pelo menos, veja o filme. (Patricia Pillar está dando um show , vai ganhar todos os premios brasileiros de interpretação.) E pense, pense bem.
(Recado para Mani: não consigo acessar o seu blog clicando no seu nome como faço com as outras pessoas. Por isso nunca visitei você. por favor,deixe aqui o seu endereço, talvez assim eu consiga está bem? Muito obrigada por suas visitas e comentários.)

8 comentários:

  1. Eu quero ver esse filme, mas ainda estou me preparando emocionalmente, li muita coisa sobre a ditadura e já chorei muito...

    ResponderExcluir
  2. Essas questões que você coloca aí no fim, eu me faço quase todos os dias... ainda não sei se posso responder com propriedade. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Estou com medo de ver o filme, vou chorar muitooooooooooooooooo e ando triste, vou esperar.
    Tenho amigos que foram torturados, vivi esta época meio alheia, era mto jovem, tinha medo, mas é importante todos verem e saberem como foi.
    Temos que fazer algo e já, provocar questionamentos, é isto ai. Bj laura

    ResponderExcluir
  4. Anônimo22:26

    Você coloca muito bem a questão. Estava pensando se ia assistir o filme,mas com o seu texto estou decidida a ver na telinha esta fase negra da história do Brasil.
    Uma semana em paz.
    Beijos, Edna

    ResponderExcluir
  5. Sim, este filme está listado para ser visto no cinema!!! Quem sabe consigo ver amanhã...Sobre a moda de Zuzu, voce tem toda razão, as roupas valorizam nosso artesanato. Bem Zuzu!!!

    ResponderExcluir
  6. Querida Camille, estou louca pra ver o filme. Somente uma retificação, povo judeu e não povo judaico;( judaismo como nação ou judaismo como religião).

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Claudia Blue12:39

    Já agendei essa semana pra assistir esse filme... valeu a dica dona cam.. beijão querida

    http://bluevelvet.zip.net
    http://nabolsadamulher.blogspot.com/
    http://newsblog.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Camille, que tal fazermos uma blogagem coletiva sobre o que sentimos diante diante da violência no mundo, do terror, especialmente do medo que vivemos aqui no Brasil nas grandes cidades como Rio e S. Paulo no dia 22/08?
    Estamos todos paralisados diante da incompetência das autoridades e indiferença das instituições. Todos somos reféns, isto é paralisante.

    Vocês podem participar com um texto qualquer, um conto, um desenho, um poema, uma charge, uma frase, um artigo, qualquer coisa que queiram dizer, vamos acabar com o silêncio, soltar o nó da garganta. Quem achar que é bobagem, escreva o que pensa, ou não :)

    Acredito que é possível fazermos a blogagem na terça feira, dia 22 de agosto.
    Você pode ajudar participando e divulgando. posso contar com você?
    Agradeço a todos pelo apoio participando e divulgando.
    www.lauravive.blogspot.com

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.