27 dezembro 2013

Quem inventou a esperança "tenha a fineza de -não- des-inventar, " por que o ano é novo.

Ontem foi um dia tranquilo, com minha filha no Rio de Janeiro. Ontem tb foi  aniversário do meu filho. E ele viajou com o pai. Ontem  estando com meus dois filhos por perto, ao telefone ou fisicamente, me senti inteira, completa-mesmo que qualquer completude seja mera ilusão- E de outras ilusões também vivo: o ano está terminando e com ele, podemos deixar para trás coisas complicadas que passamos. Um  ano entra novinho em folha para termos o direito de começar tudo do zero, sem poeiras no caminho. Veja só. Uma vez há sei la quantos muitos anos li um texto, e não uma poesia,  de Drummond- onde ele dizia não saber quem inventou essa coisa toda de ano novo. Que é muito mais do que uma mera mudança de calendário. Ou dizer:mais um ano vem ai. 2014 vem ai. Não é só isso.

É um ano - novo. E por ser novo,  traz o desejo  de que coisas novas apareçam no cenário. Novas e boas, claro. Que nós antigos serão desatados dessa vez. Que laços jamais construídos, agora serão, e  cheios de amor sem neurose.... Que o mundo vai ser melhor.
Portanto como dizia o poeta, quem inventou o ano novo, foi com a intenção de re-inventar a  esperança.

Mais do que "muito dinheiro no bolso, saúde para dar e vender" O que já é bastante recomendável.  Um ano novo vai muito além: trás a possibilidade de que o ano velho tenha sido apenas um ensaio, um rascunho, que agora é que tudo vai acontecer perfeitamente bem.

Aproveito para sugerir o filme "Questão de Tempo",muito lindo em mais uma metáfora do poder apagar quantas vezes quisermos para fazer de novo, muito melhor.

E desejo a todos então um bom recomeço: desenferrujemos a ESPERANÇA. E a coloquemos na cristaleira, para não se quebrar, e também para que possa ser admirada todos os dias desse ano novo.

Beijos de alguém  que ainda inquieta-se com as possibilidades de revisão, mesmo do texto mais sem nexo do mundo. De quem insiste em ter fé, mesmo diante das crueldades vigentes, na vida, nas guerras, nas desavenças, no mundo e talvez em cada refúgio que é clube da luta, mas  que teimam em chamar de "lar"-por que tem essa esperança.

FELIZ ANO NOVO PARA VOCÊS QUE VÃO TENTAR DE NOVO, PARA VOCÊS QUE VÃO CONSEGUIR, E PARA VOCÊS QUE CONTINUARÃO A TENTAR EM 2015.  FAZ PARTE DE SER HUMANO, TER ESPERANÇA.










Receita de ano novo - Carlos Drummond de Andrade


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)
 Não precisa 
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade nasceu em Itabira do Mato Dentro - MG, em 31 de outubro de 1902. De uma família de fazendeiros em decadência, estudou na cidade de Belo Horizonte e com os jesuítas no Colégio Anchieta de Nova Friburgo RJ, onde foi expulso por "insubordinação mental". De novo em Belo Horizonte, começou a carreira de escritor como colaborador do Diário de Minas, que aglutinava os adeptos locais do incipiente movimento modernista mineiro.
(poesia retirada do blog do Noblat) (Imagem da Mafalda encontrada em FB)
( frase do titulo  brinca com a letra de Chico Buarque- "quem inventou a tristeza que tenha a fineza de des-inventar."..)

12 comentários:

  1. Anônimo10:01

    Um Feliz 2014... Que a esperança de um ano melhor se intensifique em todos, todos os corações. Que o tempo seja novo, que o amor se renove, que a vida seja leve como tem que ser. A porta do novo ano está aberta, leve tudo o que desejar e entre nela você também! Bjus Camille e foi um prazer te ter como amiga em 2013 imagino em 2014... um ano par de bons momentos.

    Patricia Essinger

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Patricia, bem legal conhecer você. A mana da Tine. A Patricia.
      Um beijo para ti, e grandes perspectivas em 2014. De tudo de bom.
      Felicidades!!!

      Excluir
  2. Feliz Ano Novo, Camille!!!!

    Esse ano promete, quer dizer, promete nada! Eu é que vou surpreendê-lo e fazer tudo o que eu planejei por anos! Ser feliz! Simples assim!

    Muito sucesso pra vc, saúde e paz pra vc e seus filhos e novos amores que venham, que vão, que fiquem, que não, enfim, vida que segue, com bom humor, esperança, fé e amor!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que voce esta animada Clara!!! Grata pelos votos e que seja um ano feliz para todas nós.
      Super beijos!

      Excluir
  3. é muito bom estar junto com a família. ótimo 2014 pra vc e para os seus. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bjos Pedrita, para voce um super 2014, cheio de esperança.

      Excluir
  4. Obrigada, Cam! Estou contigo, insistindo em ter esperanças e abraçando meus dois filhotes com a certeza de que me sinto completa, mais que isso, sinto-me muito importante por ser a principal cuidadora e a pessoa em que eles definitivamente confiam.

    O ser humano precisa dos rituais de passagem, talvez para quebrar a monotonia, talvez para realmente reavivar a esperança. Não importa muito em que data seja, desde que aconteça. Traz um sensação de frescura e de novas chances de fazer o melhor. Mas acredito firmemente no que você disse sobre qualquer hora ser hora de recomeçar. No Ano Novo só é mais fácil porque quase todos alimentam essa mesma inteção, promovem festas e comemorações. Um grande rito de passagem.

    Beijos e boa passagem de ano onde quer que você esteja! Não passarei em Lisboa, mas volto na quinta.

    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza MIchelle, esses ritos nos preenchem e dão mais sentido ao existir. Tudo vai dar certo queridona. Você vai conseguir muita coisa que precisa nesse ano de 2014. Novas esperanças , ou esperanças renovadas. Bjao e uma passagem de ano feliz e mais que isso, um ano bem feliz, desejo a você. Feliz para mim é uma pacote de coisas que nos deixa alegres, produtivos, com a sensação de que pertencemos a algo de importante como voce disse, e claro , aquilo quue faz a cada um feliz, na sua singularidde. Bjosss

      Excluir
  5. Feliz 2014 Camille!
    Um novo ano inicia sempre carregado de esperanças e são elas que não dão forças para continuar lutando por nossos sonhos.
    Tudo de bom para você e sua família!
    Beijos
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  6. Com certeza Irene. E vamos que vamos!!!
    Muito grata pelos votos. Felicidades para você tb.
    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Anônimo22:49

    Veja o combate ao fundamentalismo religioso que afrontam gays http://andreafreitas.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloquei aqui seu comentário para dizer, que comentários anônimos não recebem muito respeito, na blogosfera. Escreveu, assina. Com "pseudonimo" , nick,ou o que for, e endereço. A menos que você seja Andrea Freitas. Se for, então está ok.

      Excluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.