14 dezembro 2013

Para quem quer ter filhos: Nico consegue a adoção de Jaiminho. Tomara que a realidade-nesse caso- imite a novela.

  Nico é um homem gay. Daqueles bem sensíveis. Que gosta de criança, que ama seu companheiro. Um ser humano cheio de carinho para dar. Ele quis adotar uma criança, enquanto esteve casado com seu ex-companheiro, Eron (Marcelo Anthony). Os dois se separaram de um jeito meio torto, mas Nico não esmoreceu. Lutou e já conseguiu a guarda provisória de Jaiminho, menino que vive em abrigo, deve ter uns 6 aninhos, já foi rejeitado em diversos lares. Isso na novela das 21h  "Amor a Vida". 
                                         Nico conversa com Jaiminho sempre buscando
                                                   entende-lo.                                        
Hoje foi o dia do julgamento desse caso:um homem gay, separado , tem o direito de pleitear a adoção de uma criança? Por que não? Cada caso é um caso, seja homem, mulher, casal. solteiros, gays e heteros.  
                                                 O Juiz dá a guarda provisória a Nico e
                                            fala do preconceito que existe quanto a crianças maiores.

Um casal  "doriana" certinho, bontinho, adotante, não é garantia de lar mais acertado para uma criança. Eu mesma  soube da situação de um casal que adotou duas irmãs.Elas foram criadas aprendendo Frances, Ingles,balé. Um dia esse casal de separou e institucionalizou essas crianças novamente. Como fazem os pais sem recursos para criar seus filhos, ou as crianças que são encontradas abandonadas. Por uma mão do destino essas meninas,  com 12 e 13 anos, na época, encontraram uma boa mãe e estão felizes, crescendo com saúde e amor.

Por isso a Vara da Infância e da Juventude tem que ter muito critério e muito rigor ao analisar um casal adotante. Pois como falei aqui em outros posts , não é a questão emocional dos pais que está em primeiro lugar. Mas aquele lar que vai ser o  melhor para aquela criança.
                                                Nico mostra a Jaiminho que ali está seguro.
                      Aos poucos percebendo confiança e amor, Jaiminho chama Nico de pai.


No caso do personagem Nico, brilhantemente interpretado na medida,  pelo ator Thiago Fragoso .Ele demonstrou desde o início que não se importava com as diversas rejeições que o menino sofreu. Que seria o daqui para frente, com muito amor. A carga de rejeições múltiplas, talvez a criança carregue pelo  resto da vida. Alguém aqui gosta de ser rejeitado? Não. E rejeitado diversas vezes, será que é bom? Acho que ninguém gostaria. Mas todo mundo tem que dar conta do próprio passado, e dizer bem disso. Eu, você, Juninho,  Nico e a vizinha, também.

Portanto Nico está certo, Jaiminho antes de tudo é uma criança temerosa diante do futuro, quem não teria medo numa situação dessas? Adultos podem ser muito barra pesada e sabem machucar de verdade. Nico então, com muito carinho e sabedoria, muita conversa, vai quebrando a resistência do menino. Mostrando que podia até não ser fácil, mas que lutaria por aquela criança. Até que Jaiminho entende, e começa a chamá-lo de PAI.


As Assistentes Sociais( trabalho lindo com gente de altíssimo nível),com o tempo de convivência, de visitas a casa do adotante,  perceberam que Nico  vai saber construir um lar para acolher Jaiminho. Menino mais velho, negro, e com diversas tentativas de adoção e  rejeições em  lares anteriores. Quem mais poderia querer essa criança no Brasil?  

O Juiz disse muito bem: muito mais do que preconceito contra gays, a sociedade fecha os olhos e o coração para crianças mais velhas que esperam por um lar. Como se elas fossem brinquedos com defeito. Que alguém jogou fora, ruins de brincar. 

Criança não é brinquedo. E é capaz de ter amor incondicional por que as acolhe. Portanto não julguemos as crianças com  mais idade, com  o filtro do nosso medo de nós mesmos, com a nossa capacidade de amar só se..., com as nossas inseguranças. Nós não somos mais crianças e já fomos moldados e deformados pelo nosso ambiente.  Mas aquelas crianças que estão em um  abrigo a espera de quem possa dar a mão e chamar de papai e de  mamãe, principalmente nessa época de final de ano, quando muitas criancinhas pequenas conseguem lares que as busquem para o Natal,  e elas , as mais velhas já não tão "engraçadinhas" no sentido tatibitati da coisa, vão vendo as outras indo embora, e elas ficando.  

E a cada vez que "sobram"  e não são escolhidos , a esperança vai diminuindo. Os sonhos desacelerando......E....enquanto você aí na tela do computador, está imaginando o mundo da família ideal , tem muita criança esperando por um pai, uma mãe, uma gente que a abrace, e construa com ela, um ninho de felicidade.  

Experimente sair um pouquinho só  dessa zona de conforto, se você quer um filho. E peça para Papai Noel, clareza, discernimento, cabeça sem preconceitos, informação a respeito da formação do desenvolvimento de uma criança. E amor no coração. 
                                       Uma criança que chega  com mais idade é uma
                       criança. Cheia de amor para dar e  receber,  nesse troca que é a vida.
                                              

Pode ser que seu sonho de ter um filho, uma família feliz esteja mais próximo do que você imagina. É claro que essa alegria não vem no saco de papai Noel.  Vai chegar pelas suas mãos.  Papai e mamãe, ou só papai, ou só mamãe. Alguém que entenda que uma criança é um presente de Deus. Muito especial e para a vida toda. 
        
       Em 2014,  abra-se para as novas possibilidades de contentamento e felicidade.  
  
E mesmo que seja só novela, desejo muitas felicidades aos Nicos e aos Jaiminhos desse mundo. Que muitos encontros felizes como esse aconteçam. E que mais pessoas percebam que crianças não existem para satisfazer as  vaidades de ninguém . Mas  você,  que quer ter filhos,  pode satisfazer uma criança, agora mesmo. Levanta daí, a felicidade está esperando por você. Hohoho- Hohohoho....
                                                  Que carta mais longa...Um filho com
                                tantas exigências assim? Não posso atender esse pedido....
                                      só se for uma máquina  e não gente!!!Hohohoho

                                                  Angelina peguei mais uma foto sua 
                                 emprestada para mostrar que há muitos jeitos de  fazer
                                                                  uma família. 
                                             
                                        Felicidades para todos nós ,hoje e sempre.
      



foto criança mae /foto papai noel banco de imagens
foto Angelina e familia, encontrei e do coração de flores- no Google
fotos atores- divulgaçao TV Globo
Se alguma dessas fotos for sua, coloco os creditos ou retiro as fotos. Grata.



7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente como penso e como foi tao bem dito ontem: beijo de gay nao interessa como diz você.Importante é mostrar um homem ou mulher, gay ou não, criando laços familiares com crianças ja grandinhas. Eles se escolheram, e essa quimica de amor deu certo ali. Isso é que importa, o não preconceito com a criança grande. É o ser humano lutando para dar um lar a outro ser humano que estava sem perspectivas. E cheio de criterios na adoção como se faz com heteros. Igual para todos. Por que ali o que interessa é quem pode, quem sabe dar amor aquela criança. Bjusss

      Excluir
  2. eu não gosto dos exageros mexicanos dessa novela, mas eu sempre gostei desse núcleo. gostava inclusive do casal, fiquei triste do eron se perder. e interessante como nesse núcleo o texto está muito bom. ontem o eron disse para o niko que mudou depois que se tornou pai. incrível como muitas pessoas encaretam qd tem filhos. não só na relação da homossexualidade. qq pessoa pode adotar uma criança atualmente desde que prove que tem condições de cuidar da criança, em geral essa estrutura está relacionada ao mínimo de subsistência para uma criança. há ainda a preferência para casais héteros, mas hoje uma pessoa sozinha pode adotar, mesmo que more com um companheiro do mesmo sexo. mas ainda não é possível que um casal homo adote juntamente uma criança. nesses casos soube que um ou outro casal homossexual conseguiu na justiça o direito de dar a criança duas mães ou dois pais na certidão de nascimento. confesso que não sei se são muitos critérios. nem sempre em um processo de adoção conseguimos saber se as pessoas vão depois serem bons pais. é como na vida real. pais que tem os filhos, mas após uma separação se tornam péssimos pais, ou mesmo largam em casa de avós com um rosário de desculpas. volte e meia fico sabendo de pessoas que desistem de animais como se fossem brinquedos, o mesmo que fazem com crianças. soube que tem gente q devolve o animal na época das festas, viaja, e em março adota outro animal de novo pra fazer o mesmo na próxima viagem de novo. como as pessoas andam descartando vidas. em geral essas famílias tem filhos e estão ensinando aos filhos q vida é descartável. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Pedrita quanta perversão voce esta relatando. Acho que ja tem aqueles animais totalmente de brinquedo que pulam , latem, as pessoas podiam comprar essese não é? Depois guarda no armario.Ja crianças de verdade, sofrem. É é uma profunda falta de capacidade de se colocar no chinelo dos outros que faz com que as pessoas simplesmente as usem, sem ve-las, sem reconhece-las, em sua singularidade. Essa novela é boa,mostra um tanto de coisas esquisitas que talvez tenham correspondencia com a realidae e a novela reproduz. Mas aquela familia Nico, Eron e um possivel bebê era mesmo uma flor na asfalto... Bjos Pedrita.
      Cam

      Excluir
  3. Acho uma experiência de vida e tanto. A adoção pode ser feita por qualquer pessoa, independente da orientação sexual desde que tenha condições psicológicas, físicas e financeiras para acolher esse novo ser que necessita de amor.
    Big Beijos
    Lulu
    http://luluonthesky.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Isso ai Lulu, as condiçoes psicologicas, fisicas e financeiras sao as que devem prevalescer. E dos que queiram adotar, deve prevalecer o amor incondicional para aceitar a criança que for possível Não ha de ter "book" para isso. Beijos querida!!!! E parabens pelo aniversario do blog!!!

    ResponderExcluir
  5. Sissym nao coloquei seu comentario para preservar voce. Se quiser podemos conversar por telefone, in box ou por email , Bjos querida.

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.