24 abril 2013

Só mesmo Glória Perez para fazer a classe média metida a besta subir o Morro do Alemão.

   Mais uma vez aplaudo de pé uma novela de  Glória Perez. Adoro ver aquele núcleo das 9 que atende por "Morro do Alemão". Gente com cara de gente e não com jeitão de "estrela da Globo". Isso é notável, genial. Todo mundo ali com a cor predominante no Brasil: a beleza morena. Bacana de assistir.
   Muitos comentários na mídia, sobre atores que deixaram ou querem deixar a novela, pela falta de destaque em seus personagens. Besteira. Quem é bom brilha. Note o lindo desempenho de Nicete Bruno, pelos olhos comovidos da  Dona Leonor. Ou a quase melancolia da mãe de Theo,  Suzana Faini. Elas estão reclamando? Não. Estão dando o seu melhor, como sabem.
                                           
                                           Giovanna Antonelli, roubando a cena, só pra variar.
  A fórmula não falha e sempre se renova. Um país diferente: Turquia. Um tema polêmico: trafico de gente. Os atores preferidos: Giovanna Antonelli,  experiente e roubando a cena, como sempre. Que delegada mais simpática, linda, humana, e...meio brega. Mas de tanto carisma, está ditando a moda tupiniquim:  nada de  minimalismos, viva ela. Antonio Calloni, que ator, mesmo que num pequeno papel, é relevante. Todo o enorme elenco muito bem tratado no seu lugar ao sol. É honra fazer parte daquilo. Bobo do profissional que não perceber. É uma escolha entre se achar boicotado ou tendo um desafio espetacular: se sobressair no horário nobre. Disputando a cena com muitos atores excelentes e diversos núcleos. Que jogo de cintura tem Glória Perez para fazer toda essa articulação e ainda procurar agradar os egos de sua troupe.
                                                 Dira Paes, como Antonelli. A novela é delas, sem dúvida.

 Lembrar de Dira Paes na novela anterior da autora, como a rebolativa mulher  do guarda de trânsito. E agora, a comovente mãe da protagonista: Morena. Dira é o máximo, vamos combinar. E todos os atores que eu nunca tinha visto na telinha, e estão dando tudo: como a "Deusuitix", o" Percoço", a gostosona do bairro, Vanúbia, uma estrela. E o "turco", neto do Silvio Santos. que maldade me referir a esse jovem excelente ator que não precisa de parentesco para ser admirado. Assim como a "turca" Aisha. Que beleza de composição, da moça que procura por sua mãe biológica. Uma novela para rir e chorar.
                                              "Percoço", "Delsuitix" e Vanúbia. Um show.

Um bom dramalhão com tantos ingredientes. Como é que pode esse enorme quebra-cabeças que faz tanta gente aparecer? Ponto para Antônia Mayrink Veiga. Que história bacana dessa moça que não se contentou em só ser "madame" na vida. Está na luta pela profissão de atriz. E seu personagem cresceu. Para bom entendedor é de reparar que uma pequeníssima "ponta" ganhou consistência: de repente virou "prima" de alguém importante na trama. Vale. Dá-lhe. Resiliência da moça que se recupera de um enfermidade na "vida real", trabalhando.
                                             Nanda Costa, nem loura, nem patricinha: a Morena..      
                                         
E sentir, que profundamente,   por trás daquele enredo, tem um ser humano que conhece o sofrimento de maneira radical. E não economiza emoção para colocar a vida dura na tela da tevê. Mesclada  pela alegria e exuberância da  dança. Já repararam? Acredito que seja sempre a sua homenagem a filha,  Daniela. Tão bonita, bailarina, jovem atriz. Faz ela-a mãe-  muito bem. E com muito talento.
  Essa é Glória,   guerreira . Salve Jorge.


Daniela Perez, sempre em cena, através da lembrança de sua mãe

6 comentários:

  1. Camile, acho que só nós 2 pra parabenizar a Glória Perez. o que eu vejo por aí é gente metralhando ela pela novela ruim. No começo eu não assistia essa novela, mas depois comecei a assistir por curiosidade.
    Acho ela um espetáculo (a Glória), sem falar que ela escreve tudo sozinha. É muita criatividade pra fazer isso.
    Dias desses eu comentei sobre o Theo, que ninguém achava ele príncipe. Eu comentei que ele era o príncipe de agora, um homem comum, com todos os detalhes sendo mostrados e que muita mulher se sentiu incomodada pelo fato dele trair assim tão facilmente. Mas é homem! E homem a gente sabe como é. Aquele príncipe que tentaram enfiar me nossas cabeças não existe e nunca existiu. Mas homem comum, como Theo, tem aos montes por aí.
    Muitos ficaram chocados com meu comentário, dizendo que não aceitariam de jeito nenhum. Tá bom então, cada um sabe de si.

    Beijos, menina!!!

    ResponderExcluir
  2. Querida Clara,
    Vejo que estão falando mal da novela. Mas todo mundo fala do que está em evidencia ne?
    Ficam procurando erros, falta do que fazer. Ver novela é um relax e não motivo de discórdia ou tese ne? A gente sabe das coisas, nos 2.
    Quanto ao Theo, gostei mais quando ele era o "galã" da outra novela. Se é para ver trama hipotetica, prefiro o principe sim, hehehehe. O soldado não tem a minima graça. Ele trái por que gostava mais da morta. Reparou quantas vezes ele repete isso: "você estava morta".... Bjos moça. Por aqui, torcendo por você.

    ResponderExcluir
  3. Essa novela não tem sentido NENHUM!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dona Camila, que bons ventos te trazem! Espero que tenha deixado o endereço do blog para que eu faça o link novamente. Sempre cronicas tão legais e bem escritas!!! Essa novela não tem sentido? Não sei, pouco assisto,e quando assisto é igual a todas no sentido de parecer que sempre estão dizendo a mesma coisa, um livro na mesma pagina. Gosto da Gloria Perez por que ela tem uma tragedia nas costas que a torna mais humana. E isso é tão visivel para mim. Inclusive na opção irrestrita de uma novela para o povão. E a chance que da para uma porçao de gente que não teria outra. É fiel aos seus atores. Essas coisas, mais humanidade na verdade do que novela. É isso. Boa semana!!!! E obrigada peço comentario.

      Excluir
  4. Ca,
    Vejo vários furos no roteiro de Salve Jorge. Claro que tem atores maravilhosos como a Giovanna Antonelli que cantei a bola que ela ia roubar a cena na novela e não deu outra. Todo mundo assiste mas por causa dela. A Nanda Costa é esforçada porém não caiu no gosto popular.
    O núcleo do Alemão é bom, porém a autora poderia explorar mais as relações humanas do que enfatizar só barracos nesse núcleo.
    Kd o André Gonçalves??? Adooooooooooooro o trabalho dele e tá sumido.. :/
    Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, acho que cheguei a ver o Andre Gonçalves algum dia nessa novela, mas li que muitos atores sairam por que fariam papeis muito pequenos, vai que ele estava nessa leva. A Nanda Costa foi massacrada como protagonista como foi massacrada Adriana Esteves em O Rei do Gado, onde ela trabalhou muito bem. Voce chegou a assistir? O nucleo do Alemão se naõ tivesse barraco ia ter tristeza ou crime nao é? Não da tb para transformar uma favela na disney. São aqueles barracos que dao o tom de farsa ao drama, faz parte. Como tenta tb aquela atriz "turca", mãe da esposa traída. Tenta fazer comedia na historia triste. Mas ela nao esta se saindo tao bem ne? Essa novela mostra muitos podres de uma forma que talvez seja melhor que a realidade. Essa coisa do trafico de gente. Se servir como denuncia, ja esta valendo. Coisa tremendamente absurda e a gente vive como se não existisse nada disso. Agora os furos da novela, nao consigo enxergar por nao ver todos os dias. Beijos Lulu, boa semana!!!!

      Excluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.