17 janeiro 2013

Esquadrão da Moda, adoro esse programa. Me chamem que eu vou.

    Quartas feiras, passa pela minha  TV por assinatura, no Discovery Home and Health, esse programa: "Esquadrão da Moda", o americano. Adoro assistir.
                                                                    Os apresentadores do programa americano
 
  Como funciona nos bastidores. se é combinado, se escolhem uma parente de alguém da produção, não sei, e nem me importa. Seja lá como for,a seleção parece justa. É sempre uma mulher, que trabalha, e pouco ou nada  dedica de seu tempo,  a ela mesma,  para cuidar de sua aparência, no sentido ficar mais bonita, na moda, ou minimamente alguma consciência de si. Assim, externa que seja.
 
  Com raríssimas exceções, sou do time que acredita que não existe mulher feia. E que é sempre possível, com um" dia de princesa", uma melhora na autoestima. Ainda mais numa oportunidade como essa: quando a pessoa ganha 5 mil dólares para comprar o que quiser.
                                                                  sapatos encontrados em busca Google
                                                                 
 Se convertermos para nossa moeda,  ainda assim parecerá um bom dinheiro para fazer compras. Eu mesma, adoraria. Mas nos Estados Unidos, as roupas são muitíssimo mais baratas do que aqui. Então é possível escolher peças de qualidade e  que combinem bem com o corpo da mulher que vai ao programa: que disfarcem  gordurinhas, altura baixa ou alta, medidas indesejadas. E tudo isso arrematado com um bom corte de cabelo e um aprendizado sobre maquiagem simples, eficiente e que possa ser feito em cinco minutos, para que a pessoa não perca o hábito, em dias mais atarefados.
                                                   bolsas encontradas em busca no Google

  Ou seja, parece uma faculdade de moda e estética, misturada a uma boa terapia comportamental, e ao mesmo tempo, uma possibilidade de entrar em contato consigo mesma, em uma semana, editada em uma hora de programa.  A moça de hoje, de 36 anos, 3 filhos, marido, emprego, vestia-se com camisetas promocionais, calças doadas por não sei quem, sem ter a menor necessidade de ser tão desleixada. Mas o ser humano é assim mesmo, as coisas vão apertando, e você mesma acaba vindo em último lugar.

   As vezes sou surpreendida por algumas exclamações dos meus filhos no sentido de me acharem largadona demais. Tanto um quanto outro dizem: "compre umas roupinhas". E o mais engraçado é que tal e qual as moças que vão a esses programas, penso que estou ótima, não tenho esse criticismo em relação a minha aparência ou vestuário. É claro que se comparo com minhas amigas bem casadas, ou aquelas que estão correndo atrás de um novo amor, fico mesmo a última da lista.  Estão sempre belas, tratadas, sofisticadas, arrumadas. Investem dinheiro pesado em  roupas que lhes caiam bem, ginástica,  lindos conjuntos de lingerie.
                                                  A "desencanada" merece um tratinho sim.
  Jamais fui tão vaidosa, como diz meu filho "você é a pessoa mais desencanada que conheço" e dessa vez como um elogio. Não pense você que visto um saco de batatas, não é isso. Mas realmente pelos recursos que sempre estiveram em minhas mãos, acho que só andei na linha diariamente e sem falta, nos períodos em que fui diretora de empresa e ganhava muito mais do que muito executivo  que se "acha" por ai.

  Hoje em uma nova opção profissional, não me obrigo a estar assim tão bem.  Vejo também que ,  no tempo em que estive casada com um homem muito rico, também não me produzi do jeito que poderia, ou talvez até devesse.  Será que sou desencanada, desleixada ou quem sabe, me falta um empurrãozinho para fazer meu esquadrão da moda particular? Me desfazer de  um tanto de roupas que nunca ficaram bem para mim e reservar um dinheiro para que as  amigas fashion- que não me faltam- me deem um aconselhamento total de imagem.

  Uau! Acho que seria muiiiito bom. Uma permissão para ser gata. Se não for agora, quando enfim será?
Quando estiver velhinha?
   
   Vestir-se bem, arrumar-se com harmonia é uma demonstração de equilíbrio e auto-estima. Bom, não estou das piores. A única pena, é que poderia caprichar muito mais. Quem sabe vocês me inscrevem no "Esquadrão da Moda" - dizem que tem um brasileiro, com uma modelo que parece bonita e simpática: Isabela Fiorentino.  Eu topo. Quer dizer, dependendo de quanto me derem para gastar. E claro, preciso assistir o programa primeiro para ver se vou gostar mesmo dos apresentadores.

Se forem como os americanos, aceito o convite assim que me convidarem.. Eles são muito simpáticos, e embora brinquem,  não humilham a candidata a bem vestida, mesmo que ela esteja muito fora e por fora da moda, criam de fato uma empatia com a pessoa, de modo que ela se sinta a vontade para passar por uma  transformação que as vezes é grande.  E com certeza, mexe muito,  internamente também.
                                             O casal de apresentadores brasileiros: gostei. Chiques.
 
  E a parte de arrumar os cabelos? Com quem será que fica no Brasil? Nos EUA o profissional parece tão competente. Mesmo com a mania de cortar ( e nós latinas com a mania de deixar nossos cabelos tão compridos...) fica sempre bom e em harmonia com a maquiagem. O conjunto da obra é excelente.
 
  Então dou a dica: me inscrevam, hehehehe. Ah você também quer? Quem não quer?  Fora que dá aquela sensação de suspensão temporária dos problemas por uma semana para dedicar-se somente a sua vaidade, beleza , bem estar. É tuuuudo de bom. Me chamem produção brasileira!! E vocês amigas, me indiquem.  Prometo aparecer aqui com uma foto espetacular, depois da transformação.   Beijinhos.
                                                      Audrey Hepburn, eternamente linda.

4 comentários:

  1. Olha Ca, eu adoro esse programa. A gente acaba aprendendo dicas de como se vestir, um belo corte de cabelo, maquiagem recuperam a autoestima. Comece a fazer isso, ame-se!
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  2. Affmaria, sabia que eu ia parecer uma mondronga total. Não é isso. É que não dou dinheiro em roupa cara. É de lei, acho desperdicio. Mas alguns luxinhos todo mundo tem. Será que dei a entender que sou como aquelas moças que aparecem no programa? Dio mio. De qualquer maneira todo mundo merece um presentinho de vez em quando. Acho que essa foi a mensagem, talvez com um pouco de sono. Bjos Lulu e obrigada pelo carinho.

    ResponderExcluir
  3. eu vi alguns do brasileiro, mas me incomoda como desqualificam as pessoas. e acho questionável muitas das sugestões. camille, nesse link vc vai ver as fotos dos atores de cloud atlas e vários personagens. o hugh grant faz o dono da empresa q vai explodir. e faz o q come pessoas e mata o filho do personagem do tom hanks. https://www.google.com.br/search?rlz=1G1GGLQ_PT-BRZZ330&q=cloud+atlas&um=1&ie=UTF-8&hl=pt-PT&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=C4b4ULiLM4689QSl5YHACw&biw=1280&bih=644&sei=D4b4UIOBOoPA9QTntYH4Bw

    ResponderExcluir
  4. Ah, o brasileiro é assim é? Então nao quero participar não. Abuso ja basta o que a gente vem na vida, involuntariamente, não é? Obrigada pelos links. Vou olhar com a maior curiosidade. Bjos e bom findi!!!

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.