16 julho 2010

Parece filho de pombo.

Esses pombinhos nasceram ha janela do apt da minha irmã. Impressionante como cresceram, quase do tamanho da mãe, que vem para alimenta-los. A cena é engraçada, eu vi.
E tem razão de ser, os pombinhos enormes só tem duas semanas.
Por alguma razão isso me remeteu a essas pessoas que se recusam a virar adultas e independentes e mesmo já estando do "tamanho" dos pais, continuam abrindo o bico para ganhar comidinha na boca, sem fazer esforço.
Assim, batizei esses pombinhos com nomes que não vou dizer aqui. E está criada a expressão: "filho de pombo". Quando eu ver gente desse jeito vou sempre lembrar desses pombinhos.
Minha filha que só tem os olhos inocentes, consegue olhar para a cena com total ternura, sem pensar em mais nada que não seja a linda natureza das coisas. Prefiro a visão dela, claro. E pegando carona digo que, independente da minha comparação amarga, os pombinhos são muito fofinhos! Beijos a todos, Cam

12 comentários:

  1. Adorei a reflexão, Cam. De vez em quando embarco numas dessas... Sinto-me um pouco má por algum momento, mas é coisa minha. Ainda tenho que refletir sobre isso. Por enquanto, guardo tudo pra mim e, sem ser irônica ou grosseira com ninguém, acho que não faz mal nenhum.

    Li uma infinidade de blogues hoje e o que mais gostei de ler foi essa sua "sacada" direto de Paris. Tô aqui segurando o sorrisinho no canto da boca porque isso tem tudo a ver com um momento que estou vivendo...rs.

    Que bom você não ter sumido daqui! Descansa e se cuida.

    Bjs,
    Michelle

    ResponderExcluir
  2. é..bela reflexao.bjs e dias felzies

    ResponderExcluir
  3. Filho de Pombo...boa...Também conheço alguns filhos d epombo...rs

    Bjs
    www.meiroca.com

    ResponderExcluir
  4. Cam não sabia que os pombos ficavam tanto tempo no ninho. Bacana também, a história das Harpias, que serviria de exemplo para muitos humanos. Os filhotes ficam alguns anos no ninho, com a mordomia dos pais. Mas dado um momento, os pais destroem o ninho e os fazem seguir o seu caminho

    Bom fim de semana

    =)

    ResponderExcluir
  5. Não gosto de pombos e de tudo que à ele vem agregado! Se eu fosse você espantava esses pombos da janela! Em alguns países, se você alimentar um pombo, vai presa! Uma peste que se multiplica proporcionalmente as doenças que transmite!
    Independente dos pombos, entendo que alguns pais façam com os filhos, aquilo que antigamente faziam com eles - alguém só saía de casa, se fosse para casar! E às vezes o cordão umbilical dos pais é maior do que o dos filhos. Nossa! A minha vizinha teve a "Síndrome do ninho vazio" e ficou malzona!! Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Poxa que maravilha que esta em Paris ... amo essa cidade ... foi nela que conheci o marido ... Aproveite ... Merci pour la tendresse ... bon ... tem um lexique na net que uso de vez em quando: http://www.alyon.org/generale/cuisine/termes/ ... e tb uso muito o glossario dos meus livros em francês ... Conheço alguns mas muito especificos ... so para cerveja, so para queijo, so para vinho ... Dê uma olhada la na La Librairie Gourmande (90 rue Montmartre) que você deve achar algo interessante. Beijos e aguardamos mais fotos.

    ResponderExcluir
  7. Realmente neste mundo podemos citar vários "filhos de pombo", mais queria deles se não houvessem as mamães pombas.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  8. Cam, já falei e volto a repetir, gosto da sua maneira reflexiva e copmparativa de escrever. Agora que pombo não é uma boa companhia , não é mesmo. Já tive problemas com eles no forro de casa, cuja solução pra me livrar deles foi remover todo o forro. Uma peste!! Bjs e bons passeios!!

    ResponderExcluir
  9. bom te saber bem e feliz
    filho de pombo - bela metáforo!
    eu conheço um bando!
    bjs, Cam

    ResponderExcluir
  10. Oi Camille!

    Feliz Dia do Amigo minha querida! Aproveite ao máximo sua estadia aí, fico aqui torcendo.

    beijo grande especial,

    ResponderExcluir
  11. Muito meiga a cena. Fico feliz que tenha gostado do blog. Big Beijos

    ResponderExcluir
  12. Ahah!! Gostei disso.
    Acho que tenho um filho de pombo heim?
    Beijos linda.

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.