24 junho 2010

São Joáo reacendeu a fogueira do meu coração.



Foi o blog da Lulu que me deu um click agora de manhã. Ontem foi a noite de São João. Eu ando tao corrida, que não me ative a data, mas vivi o dia e a noite também.
A Meiroca tinha feito um comentario no dia 22 dois e eu acreditei que era dia 23 já e fui em frente. Um comentario muito especial sobre a vida dela. Marcante e definitivo, me pareceu.
Mas foi só hoje, depois de ter passado a noite e chegado o dia, que percebi que a fogueira do meu coração esteve acesa todo o tempo ontem. Vocês se lembram da musiquinha da infância: " São Jõao , São João, acende a fogueira do meu coração".
João Batista foi um profeta. Um humano esclarecido, uma entidade, uma força, que veio ao mundo para trazer iluminação. Como um revolucionário , um estudante universitario que vem lutar por liberdade para todos, coisas assim idealistas e cheias de coração e razão, tudo junto. E dizer: voces estão iludidos, a vida é mais importante do que essas festas corruptas e cheias de fantasia idiota. Ao que eu me lembre da historia, João vai preso. Erodíase, filha de Herodes tenta seduzi-lo. E por não querer e não se encantar por quem se achava irresistivel, ele é condenado: ela pede ao pai a cabeça de João numa bandeja.
Conta a história que o nascimento de João foi anunciado com uma fogueira. Ele nasceu e morreu em uma mesma data, de 23 para 24 de junho. Sua morte também foi anunciada com uma fogueira. Segundo a magia que envolve toda essa história onde a realidade cristã, se mescla com a vida, pagã, o fogo é um elemento purificador. Trazendo às pessoas suas verdades mais cristalinas. Segundo algumas correntes da magia desse mundo tão rico em mistérios, o fogo é um genio. Com capacidade de comunicação. Por isso tem gente que "doma" o fogo, ele dança, ele sobe e desce. E talvez por isso também seja tão inebriante estar diante de uma fogueira trepidante, e isso nos traga, ao contrario do inebriar-se, uma introspecção tão boa, importante, transformadora.
Passei algumas noites de Sao Joao diante de uma fogueira, ao ar livre, conversando sobre a vida, com pessoas que são verdadeiros mestres. O pai do meu filho Jose Bernardo, sempre foi uma pessoa espiritualizada e eu ia com ele a essas reuniões. Mas tenho certeza de que, se não fosse com ele, iria sozinha. Por que eu também sempre tive uma busca, uma curiosidade a respeito das qualidades do mundo.
Lembro de uma noite de 23 de junho, mágica também, no Caminho de Santiago, onde estavamos todos tão abertos e "limpinhos" pela caminhada já de vários dias. Todos tão amigos e unidos, percebendo que o mundo todo, os humanos, a Terra, o Universo, é uma grande e infinita conexão. Propicia, disposta a comunhão, apesar de tanta guerra interior e exterior. Lembro do meu amigo Jacques e seus olhos faiscantes diante da fogueira. Lembro de minha amiga Eugenia, a urologista tão jovem, com os olhos brilhantes
com suas lebranças de infancia, diante de uma caneca de chocolate quente, tipico dessas noites na Espanha.
Nossa, ontem a noite trabalhamos com vieiras, como as conchas do Caminho, que mostram que o homem em sua aparencia mais bruta, é apenas a casca. A essencia está dentro de nós, ainda para ser trabalhada, numa alquimia que é a vida, toda. Transformar-se, evoluir.
Na saida da aula, ouvi o vento nos meus ouvidos e adorei aquele som, que me lembrou o vendo da beira mar. Estava feliz. Estava no espírito da coisa e nem me dei conta da data. A magia dessas noites é mais forte do que nossa capacidade de ignorar. Ela toca.
E certamente senti que São João acendeu a fogueira do meu coração, acesa ainda. E como foi seu dia e sua noite de ontem? Conte para nós aqui, amigos todos. ( achei a foto dessa fogueira num blog na busca do google,mas esqueci o nome e agora? Se voce for o dono, avise.)
Como descobrir quantos comentarios tem no meu blog? Esse marcador esta errado quase sempre. A minha amiga Luma conserta as vezes para mim e o troço volta a dar defeito. É do blogspot. Tudo bem,nao me importo desde que eu saiba quantos comentarios tem aqui, É tão bom saber nao é?)

19 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Acredita que deletei o comentário involuntariamente Cam?

    Vi que era dia de S. João, pela tv, com as deliciosas reportagens sobre as fogueiras, quitutes e hábitos centenários, como o de correr pela brasa descalços. Mas não fiz nada demais e reparei que no Col. Assumpção, a quermesse está sendo preparada e decorada com bandeirinhas. É a única que conheço aqui perto de casa e dá para ir a pé.

    Hoje, a pé, subi a Pamplona, passei na Santos e fui doar sangue na Brigadeiro. Voltei caminhando pela Paulista e resolvi conhecer o cultuado Miyabi, que reabriu há alguns meses, renovado, com projeto do Rui Otake.

    Todo mundo com pressa, mas perguntei qual era o peixe freso do dia e era o atum gordo. Pedi apenas 2 sushis, já que iria comer o almoço executivo, teishoku e achei ótimo.

    Almocei devagar, sem pressa nenhuma e curti o lugar, muito bacana. O chef, veio falar comigo na saída, que bacana, o Massanobu Haraguichi, um dos mais conceituados do Brasil. Falei que conheço sua esposa do twitter, que é dona de um outro restaurante/bar famoso em SP. Ele foi procurar um cartão dela e me deu. Simpático e homem, de uma simplicidade que só vendo...

    Vi que você é uma mulher devota, faz muito bem Cam, assim aquele peso que fica em nossos peitos vão embora, tanto é que você teve um ótimo dia.

    Como dizia no comentário deletado, estou em devaneios, misturando tudo e lotando sua caixa de comentários...

    Boa sexta-feira Cam

    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Milton,
      Somente hoje vi seu comentário, ou pelo menos, posso comentá-lo. Que belo dia de São João voce teve tambem. Não sei se sou devota, procuro me devotar à vida. Mas nem sempre com a intensidade -alegre- que eu gostaria. Quanto a Magia das noites de São João, essa é uma longa historia, um longo aprendizado, muito bom mesmo.
      Bjos amigo!!! E um comentairo de 2010 sendo respondido em 2013...

      Excluir
  3. Que máximo que vc fez o caminho de Santiago! João Batista foi um grande homem. Belo post. Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida.
      É fiz o Caminho de Santiago. Tem o que? Uns 17 anos. Faz tempo, mas ainda esta vivo na minha memoria. Bjos Lulu!!

      Excluir
  4. Então, nada sei eu sobre essas festividades juninas, para mim estão sempre relacionadas as tradições pagãs as quais conheço bem. Mas dos santos nada sei. Seria esse o casamenteiro? Sei lá. rs
    Bacio carissima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala´serio, heheheh, o casamenteiro é Santo Antonio. Acho qué em 13 de junho... Uma vez vi uam linda festa para esse Santo em Salvador. Eta cidade onde as misturas culturais fazem uma terra maravilhosa. Bjos Lunna!!!

      Excluir
  5. Nossa, Cam, que lindo texto!

    Estou sentimentalmente pobre. Não tenho nada para acrescentar...

    Da história que você contou, só sei que Oscar Wilde escreveu uma peça que se chama Salomé. É a descrição dessa passagem bíblica, de quando ela pede a cabeça do profeta numa bandeja. Na peça de Oscar Wilde, ela fica furiosa porque queria um beijo e o profeta recusa-lhe.

    De resto, não senti nada na noite de São João. Mas lembrei-me dela. Na verdade, no dia 24 de junho é o aniversário de alguém muito importante na minha vida, por isso é sempre meio corrido.

    Bjs,
    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum, alguem canceriano... otima pessoa com certeza, heheheheh.
      Salome... Pensei que era Erodiase ou talvez Herodiase. Mas vou procurar saber os "fatos". Não se fatos ou metáforas. Tem muita sabedoria nessas historias lindas.
      Beijos querida, quem o blog ja nem chama mais Ela, mas continua sendo ela, voce, Michelle. Hoje estamos em 2013, em 2010 esse blog nao tinha espaço para comentarios...

      Excluir
    2. (hehehehe boba demais!)

      Que bacana você conseguir responder depois de tanto tempo. Foi uma surpresa receber! O melhor de tudo foi reler o texto... Tão significativo, tão profundo, cheio de ensinamentos. E também só agora entendi que você fez essa viagem antes da Ana ter nascido.

      Ah, 24 de junho é aniversário do meu marido e de uma tia minha, inclusive os dois certa vez comemoraram juntos numa festinha com fogueira e tudo, na praia, há muitos anos. Foi engraçado e inesquecível, comemorar dia de São João com bolo de aniversário, mas também pamonha (feitas por mamãe), milho assado... Muito bom.

      Sabe, eu não tinha a menor ideia do que eram as vieiras. Só as vi em uns programas de tv e sem a concha. Outro dia, muito recentemente aliás, é que as vi com aquela concha grande e pontuda, um senhor abriu na maior prática. Foi num reality show de culinária que se passava na Índia (acho que era na Índia...). Chamava "MaterChefs", ou algo por aí. Legal. Sempre que tem alguém cozinhando ou mostrando ingredientes eu paro pra ver, desde de muito nova gosto disso.

      Bjs Cam, gosto muito de você. Este texto é muito bom, queria tê-lo no meu livro das mulheres sem prazo de validade :)

      Michelle

      Excluir
    3. Michelle, como voce fica sabendo que respondi o comentario? Voce volta aqui ou recebe umemail? Que legal se houver essa possibilidade. Antigamente o b logger nao tinha esse espaço de comentarios;..... Bjos

      Excluir
  6. Eu também estava na correria e nem lembrei de São João.
    Bjks e bom final de semana!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é . Na Alemanha fica mais dificil imagino, pensar nessas festas daqui. Beijos amiga. E que o futuro lhe veja com saúde de ferro e grande resiliencia de sempre.
      Grande mulher. Tem aqui a minha admiração.
      Cam

      Excluir
  7. Cam, já não se faz mais fogueiras como antigamente. Lembro com saudades dos tempos de criança em que nas festas juninas a gente acendia as fogueiras, dançava e ou assistia quadrilhas e cordões de pássaros, fazia advinhações, passava fogueiras, soltava fogos e degustava as comidinhas próprias da época. Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua infancia deve ter sido magica Zany. Que beleza isso que voce esta contando. Falando em fogueiras, a mais diferente que vi foi na Espanha: superrrr alta, com mesas, cadeiras carteiras de escola, tudo quebrado e sem uso mais, virou madeira queimada. Fogo, e seu poder transformador. Tudo se recicla nessa vida não é? Beijos amiga!!! Quero ver você em 2013 de novo escrevendo nos blog. Heheheh, estou aqui como no passado, em 2010... mas na verdade estamos ja em 2013!!!

      Excluir
  8. Ja ja São João está ai. Para reacender a fogueira dos nossos corações. Quem é você que entra aqui varias vezes ao dia para ler esse post? Gosta de São João? Do fogo? Do arder? Da luz?
    Va em paz e volte sempre. Boas-vindas do Camelia de Pedra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que engraçado, ja nem me lembro de ter escrito esse comentario aqui. E nem sei que pessoa é essa. De toda forma, se gostar de São João e essas festas, está valendo. Volte sempre. E boas vindas!!!

      Excluir
  9. Recebo um e-mail, Cam. Só não recebo se cancelar inscrição. Bj!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, nunca recebi email de ninguem. Nem sabia que tinha isso. Bjoss

      Excluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.