07 junho 2010

A "ética" americana em três filmes diferentes. Assista.




A ética americana é consequencia da cultura, assim como o é em todo lugar. Mas o americano gostar de bater no peito e falar de sua "ética" do" politicamente correto" e por ai vai. Assisti três filmes em que essa ética é demosntrada em várias de suas facetas. Em cada situaçao, uma éica, uma moral... Vamos la: - Dr Morte: Al Pacico excelente - como sempre- neste filme, parece incorporado no "personagem". Ele dá vida ao Dr Jack, conhecido como Dr Morte por ter criado um mecanismo onde o doente pode com suas próprias mãos acionar um instrumento em que, substancias quimicas chegam até ele uma atrás do outra, de modo que consiga morrer, primeiro entrando em coma profundo e depois sim, descansar de tanto sofrimento e dor , de acordo com sua vontade. Assim, Dr Jack ajudou a muitas pessoas enfermas, que não vendo melhora para seu estado, como alzheimer avançado, preferiraram morrer. Isso que ele chavama de um '"serviço médico, humano e necessario", foi considerado homicidio nos EUA , levando-o a cadeia como um assassino frio e cruel. Hipocrisia profunda, na veia, e sabe bem disso quem já conviveu com um doente terminal. Medidas Extremas-História de um casal que procura um cientista ( Harrison Ford) para tentar curar seus dois filhos pequenos que sofrem de Pompeya( procurei o signifcado em Portugues, pensei ser Porfiria, a doença de Paula filha de Isabel Allende, mas nao encontrei, fiquei ate achando que Pompeya é um nome ficticio, pode ser). Mas enfim, esse pai era um alto executivo de uma empresa e decide abandonar seu emprego em busca de recursos para curar esses filhos, recursos esse que ainda não haviam sido descobertos pela ciencia. Ele vai atrás de Bob o personagem de Harrisson Ford, e acaba criando uma instituiçao para arrecadar fundos, luta e consegue formar um laborátio importante. Assim, surgem 4 equipes para pensar nas enzimas que produzem o medicamento. O filme mostra a competição das equipes, que segundo um dos médicos "acelera" o processo de descoberta. Enquanto o pai das crianças, desesperado, tenta a colaboração mútua entre os quatro diferentes grupos por que ele tem ainda mais pressa do que a vaidade cientifica de alcançar o merito por "chegar primeiro" É preciso trabalhar e chegar junto para salvar seus filhos . Vale a pena ver, é um filme americano típico, tudo acaba bem, mas sutilmente vamos ver em pinceladas nem tão fracas, como as coisas se passam por la. A melhor parte é que ao contrário dos adultos, as crianças doentes( amadas e bem cuidadas) lutam instintivamente pela vida, pela saúde, até por que tem a vida toda para viver e descobrir se tudo vale a pena ou não. Com tanta alegria e o coraçãozinho cheio de esperança, claro que vale. Por último assisti " As faces da Verdade"( titulo para la de repetido) mas o filme é novo: jornalista jovem e mãe de familia, que descobre de forma inusitada uma "fonte" que lhe conta segredos de Estado. Ela decide não revelar essa fonte de forma alguma e é extremamente criticada. Vai para cadeia, é condenada por desobediencia ao Estado, o filho pequeno se revolta contra ela, se sente abandonado, o marido arruma uma amante, bem cretino não é? Na hora de ser solidário não segura a onda e arruma uma amante - "será que alguém ja viu esse fillme?".... Enfim, retrata a ética e a moral de uma mulher que luta para exercer bem sua profissão e para mostrar as diferenças de tratamento de genero. Segundo a personagem: "se fosse um homem seria tratada como um heroi,mas como é mulher é tratada como um monstro que abandonou a familia". Seu único crime foi denunciar uma agente da CIA que se infiltra em um conflito na Venezuela. Vale a pena assistir também, para que gosta desse tipo de polemica. Eu diria mais, vale a pena assistir o "pacote". Os três filmes são muito bons e lidam com cidadãos que foram criados sob uma tal de "ética e moral" cantadas em prosa e verso por aí, que produziram seu modo de pensar e agir, e ao mesmo tempo são massacrados pelo sistema que criou essa mesma ética e moral. É interessante ver as berrantes contradições que existem por baixo de uma cultura.
A mesma coisa nem chega a se aplicar ao Brasil. Se formos assistir aos filmes brasileiros, em que aparecem a nossa falta de ética e de moral, não teremos nem o que questionar, só chorar, por termos uma educaçao tão mal-trabalhada, desnivel social quase instrasponível, valores discutiveis e uma corrupçao tão grave, malandra e desleixada,
que qualquer coisa dos filmes acima está muito distante de nós em termos desenvolvimento ou de discussão. Embora haja nos três filmes uma critica ferrenha ao sistema americano, a gente como nação, está muito aquém dessa conversa toda. ( fotos de divulgaçao dos filmes encontradas em pesquisa no Google)

2 comentários:

  1. A questão da ética é algo interessante. Confesso que me incomoda a forma como os estadunidenses se apresentam como senhores da razão, da sabedoria e da verdade. Só vi o último filme dos que você citou e concordo com o seu ponto de vista. Fosse homem seria tudo diferente, infelizmente.
    Enfim, não acho que no Brasil tudo se limite a falta de educação escolar, virou desculpa sabe? Acho que ética não vem abraçada a condição escolar. São valores e vem da educação que recebemos dos nossos pais e não precisa de estudo para que isso seja levado adiante. Conheci um senhor certa vez que tinha pouco mais de setenta anos e ele me deu uma verdadeira lição de vida. Detalhe, ele não sabia ler e tão pouco escrever, enquanto eu já estava cursando o segundo curso superior.
    Valores são coisas que estão fora de moda na maior parte do mundo.
    Bacio

    ResponderExcluir
  2. Camille, estes filmes retratam situações limite, bem ao gosto de americanos.
    Já vi um monte de homem abandonando a mulher quando ela mais precisa, parece ser comportamento comum em vários países...
    Tem um selinho pra ti lá no blog.
    Beijos :)

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.