02 setembro 2009

O Arquipélago do Bailique chegou pelo correio para mim.

Hoje recebi uma supresa da ZANY: um pedaço bem lindo do Amapá chegou pelo correio- um postal triplo, mostra várias nuances desse milagre da natureza: o Arquipelago do Bailique. Composto por oito ilhas diz a legenda, com aproximadamente 63 mil hectares, se situa na desembocadura do Rio Amazonas e tem uma população "tradicional fortemente marcada por hábitos primitivos".

Num dos postais a gente vê uma construção que parece indígena. A população vive de pesca artezanal e extrativismo vegetal. E o que é melhor, e o que a Zany com certeza deve mais apreciar é que em Bailique é desenvolvido um projeto de "educação inovadora e infra-estrutura voltados para o desenvolvimento sustentável." Quer dizer, uma riqueza de lugar, cheio de beleza, uma alternativa espetacular para o turismo do Estado do AMAPÁ, e uma educação voltada para o futuro.

Até pouco tempo atrás Amapá e Macapá eram apenas nomes sonoros mas distantes. Quase inalcansáveis. Um Estado daqueles que a gente estuda na escola e decora o nome da capital para a prova, mas no fundo pensa que esse lugar nem existe, de tão longe da nossa realidade que está.

Mas aí chegou a Internet, e uma pessoa maravilhosa como a Zany, voltada para a Educação, para a familia e para a valorização de sua terra, se torna cada vez mais próxima, por sua afetividade, inteligencia e carinho. E ai o Amapá verdejante, floresce ainda mais na minha vida, vai ganhando contorno e nitidez. Se torna real, como de fato é real. E não mais distante. Agora tenho uma amiga ali, como o Pequeno Príncipe com sua rosa. A rosa Zany.

Obrigada ZANY, adorei a surpresa e o carinho. Não sei escanear, senão compartilhava com todos as belezas do Arquipélago do Bailique. Beijos para Zany e para todo o Amapá.

12 comentários:

  1. Cam, que bom que você gostou. Queria enviar uma lembrancinha do aniversário do blog para as pessoas especiais, que dedicam um pouco do seu precioso tempo para visitar e acarinhar o meu Cotidiano. Pensei no que poderia ser. Até que me veio a idéia dos postais.
    Obrigada por sua atenção e pelo post especial pra mim. Como diria a amiga Ro(Pavulagem da Ro) fiquei toda pavulagem. Bjs!!
    P.S. Cam, anos atrás(30 anos aproximadamente) o meu marido Miguel(amapaense nato) foi morar por dois anos em Curitiba. Ao chegar lá, Miguel que é bastante alto(1,90), certo dia foi abordado por um dos colegas de serviço, que queria saber se no Amapá só tinha índio. Miguel, que é meio gaiato respondeu assim: Só tem índio sim, porém todos do meu tamanho.

    ResponderExcluir
  2. hehehehe me divirto muito com os blogues! Eu sabia que se colocasse uma palavrinha a mais, iria atiçar os 'atentos' - sim, 'futilidade' foi proposital!!
    Fiquei curiosa pra conhecer bailique. Álias, acho que fugi das aulas de geografia, pois eu nunca antes ouvi falar deste arquipélago. Beijus

    ResponderExcluir
  3. Que delícia essas surpresas nao?

    Cam, faz foto já que nao dá para scanear.

    Um abraco

    ResponderExcluir
  4. Oo Camille.
    Nunca tinha ouvido falar do Arquipélago do Bailique. Aliás, antes do escândalo de Sarney, o nefando, raramente pensava no Amapá (falando nisto, o Piauí ainda existe?). Nada a estranhar: o Brasil não conhece o Brasil.

    Beijo.

    (PS: faltou a imagem, pô!)

    ResponderExcluir
  5. Fiquei aqui com uma certa dose de curiosidade. Pouco sei sobre a maoiria dos estados brasileiros. Sou uma estrangeira vivendo em São Paulo e as vezes meus horizontes se limitam a ponte área Gênova - São Paulo, mas aos poucos vou aprendendo... Deve ser interessante uma cidade chegar assim, pelo correio. Delirei agora. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Cam,
    a Zany é uma pessoa maravilhosa memso, né? Eu a sinto muito próxima de mim, mais até do que algumas pessoas que estão fisicamente perto. Eu sempre tive vontade de conhecer o Norte do país, mas é caro. Espero um dia poder ir ao Amapá!
    Um cheiro.

    ResponderExcluir
  7. Grace Olsson17:19

    Cam, o Amapá entrou na minha vida na década de 90, quando trabalhei no Projeto Jari.Foi um tempo maravilhoso, aquele.
    bjs e dias felzies

    ResponderExcluir
  8. Oi Camille!

    Essas surpresas são deliciosas, não ?

    Eu também não sabia da existência do arquipélago - vivendoe aprendendo. rs

    beijos querida,

    ResponderExcluir
  9. Camille nem sabia q esse arquipélago existia..
    Bom feriado.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  10. SOU BAILIQUIENSE, TENHO SAUDADES DESSE PARAISO, NOSSAS HISTÓRIAS SÃO REALMENTE ENCANTADORAS. O MUNDO PRECISA CONHECER NOSSAS ILHAS. ABRAÇO A TODOS . A zane que doce de pessoa! caméli, feliz frança 2010

    ResponderExcluir
  11. Prezados, fico feliz em saber que pessoas do resto do Brasil queiram conhecer o nosso rico e querido estado do Amapá, com nossas belezas naturais e uma natureza exuberante, temos sim nosso indio, nosso caboclo ribeirinho, mais temos tambem um coração grande aberto a todos que desejam desfrutar de nossa terra e de nossa gente hospitaleira, somos o estado mais preservado do Brasil, e o nosso grande país precisa conhecer o nosso grande Amapá, abraços a todos.
    P.S em breve estarei postando fotos das nossas maravilhas.

    ResponderExcluir
  12. fui a macapa para passar tres meses a trabalho na epoca morava em goiania,me apaixonei literalmente pelo lugar e pelas amapaenses,conheci varios lugares como oiapoque,jari,ferreira gomes,afua etc,uma pena nao ter ido ao bailique aqui em caxias rj sempre comento com meus amigos,sonho um dia voltar quem sabe ir ate o bailique e ficar por a ai.

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.