14 julho 2009

Xô pROPAGANDA gratuita e mAL-fEITA

Amigos,
Durante quase 20 anos fui Publicitária, das mais incríveis agências, brasileiras e internacionais, trabalhei alguns desses anos com Marketing Direto utilizando as mais diversas ferramentas, inclusive a Internet, que considero uma das maiores invenções do seculo XX. Por isso mesmo, como diretora de um departamento de criação, se tivesse topado com uma "ação" tão ridícula quanto uma redatora se fazer passar por blogueira e escrever propaganda gratuita, -não autorizada pelo espaço- e mal-feita de sua empresa, utilizando como veículo nossos blogs, eu pediria a essa funcionária medíocre para APAGAR seu comentário idiota. E passaria a prestar bastante atenção nela, estaria na minha mira para uma demissão próxima.
Propaganda não é "astúcia" é inteligencia, não é "oportunismo" é oportunidade, não é "escrever o que as pessoas querem ler", mas entender de verdade o que o consumidor quer e precisa e criar EMPATIA para se comunicar com ele.
Por isso convido a Sra que se denomina "Cecília", a retirar seu comentário do post logo abaixo desse. E sugiro a Editora que a contratou que: se tiver uma house, que escolha melhor seus funcionários, se tiver uma agência de publicidade capaz de fazer tamanha "cagada" (desculpe o termo blogueiros, mas é usual em agências) com seu dinheiro- tentando mostrar que sabe fazer "propaganda gratuita, marketing viral" ou qualquer coisa que queira chamar esse lixo de idéia, que troque de agência. Agora, se estiver muito satisfeita com tudo isso, pague pelo espaço utilizado e pague bem, a todos nós. Por que construir uma comunidade custa caro e vocês acho que sabem disso.
Blogueiro-tipo- assim é falso. Usar desse meio é falsidade ideológica. E se você "Cecília" existe, como mulher, deve ser uma garota e começando, te dou um conselho: procura uma agência, uma house, um patrão, um diretor de criação melhor para começar melhor. E todos vocês que tiveram essa idéia "genial", Xõ do meu blog.

4 comentários:

  1. Camille querida, te passei um email, explicando como excluir comentários, quando o mesmo não te agradar.
    O blog é seu, e você só fica com aquilo que te agrade, não é obrigada engolir baboseiras que não queira.
    Mas seu post foi legal, pelo menos disse o que pensa.
    É assim que se faz.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  2. Acho que vc se enfureceu a toa Camélia, o que a Cecilia fez não foi tão mal assim, ela só te indicou uma leitura, mesmo que da editora que trabalha. Não vejo nisso oportunismo, vejo oportunidade.
    Me desculpe, mas acho que vc exagerou.

    ResponderExcluir
  3. Oi minha flor,
    não se enfureça por tão pouco, ela "vendeu" o peixe dela, compra quem quer...
    Usou o espaço para propaganda de um bom livro, não afrontou sua casa nem você.
    Mas gostei do seu texto.

    lindo dia flor
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Cecília Castro16:35

    Olá Camille,
    Desculpe se de alguma maneira ofendi o seu espaço postando uma dica de leitura. A Jorge Zahar Editora faz um trabalho de relacionamento com internautas (blogosfera e redes de relacionamento) faz um tempo. A Edelman é sua parceira neste trabalho desde o início.
    Identificamos pessoas interessadas em leitura e complementamos os posts com informações que consiferamos relevantes apenas. Não sou blogueira, por isso me identifico como atendimento da Editora.
    Mais uma vez desculpa. Não comentaremos mais no seu blog, respeitando seu pedido.
    Obrigada pela atenção e pelo retorno sobre o nosso trabalho.
    Abraços,
    Cecília

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.