13 fevereiro 2009

Stephanie pode nem saber o que escreveu, mas Camille sabe o que leu.

Continuando a saga dos vampiros. Vocês não imaginam a riqueza metafórica desses livrinhos. A autora pode até não saber o que escreveu. Mas eu sei muito bem a leitura que fiz de suas criaturas.
Quando a gente lê Machado de Assis, pode ter certeza de que o autor conhecia muitíssimo bem o que estava dizendo. Tem linhas e entrelinhas. Esses livros de Stephanie Meyer, tem linhas. Algumas vezes mal-traçadas. A história de vez em quando muda de saco para mala sem mais nem menos. A autorapõe milhares de ingredientes. Vocês já leram sobre como fazer um roteiro de cinema de bilheteria fácil? Tem que ter isso, aquilo, cenário em país exótico, trilha sonora com músicas que já fizeram sucesso, casalzinho que vai e volta, o de sempre, o garantido. E nesse sentido, se tem uma coisa que a Stephanie não peca, é pelo excesso: tem vampiro, lobisomem, suicida romântica, lendas ancestrais, high school dessa vez sem “musical”, cenários extravagantes na Itália, pais divorciados, família do além unida, gente rica entediada, classe média inteligente e corajosa, pessoas lindas , cultas ,imortais e cheias de dons. Enfim, o apanhado de assuntos, de temas que percorrem o nosso imaginário `burguês é tamanho, que eu poderia escrever um livro só falando dos livros dela.
Hoje li um post da Aninha Pontes falando sobre a DOR. Viver dói. As vezes literalmente, as vezes metaforicamente. De segunda-feira a ontem, eu passei num hospital, internada, por causa de miomas e morrendo de dor. Uma dor que me fez suar frio de pingar. Desconhecia isso assim. Me lembrou a explicação do Xamanismo sobre a doença: dizem que quando chega no seu corpo físico é por que já ultrapassou não sei quantas barreiras do seu campo astral. E aí se instala como dor literal. Mas já foi dor de amor, dor de rejeição, dor de incompreensão, dor de desconhecimento, dor da descoberta, dor de tudo que é jeito.
Os tais vampiros não sentem dor física como nós. Quando são torturados, o são mentalmente. Bastante interessante o lance. E parecem muito bonzinhos, muito cheios de idealismo, mas vampirizam tanto quanto os dos filmes de vampiros malvados. Só que a gente não percebe. E por que será que ao ler a saga de Stephanie Meyer, a gente não percebe que os bons vampiros não deixam nem por um minutinho de ser vampiros, no sentido de sugar- aquilo que o vampiro melhor sabe fazer- a energia de terceiros? Tchan-nan. Você acabou de ler cenas do próximo capitulo, no próximo post. Feche sua janela na hora de dormir e não convide qualquer um para entrar na sua casa. Leia-se, cabeça, universo, intimidade.

10 comentários:

  1. Fico feliz que esteja bem e espero que não voltem essas dores, afinal, ninguém merece isso!

    Brrrrr... vou manter fechadas as portas e janelas e, antes de atender a porta, perguntar uma senha secreta pra evitar a entrada desses vampiros... brrrrrr...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Grace Olsson17:02

    Cam, adoro machado de Assi´s.Olha, eu mudei de endereco.
    bjs e dias felizes

    ResponderExcluir
  3. Anônimo18:19

    Grace,
    Eu sei que voce mudou de endereço, seu blog esta lindo e eu nao consigo mentar nele por alguma razao. Nao abre. Ja tinha deixado outro recadinho para voce aqui no meu blog.
    Quem falar com a Grace por favor diga que nao consigo vita-la esta bem? Nao abre e nao abre!
    Ja aconteceu isso com os blogs de outroas pessoas. Uma vez a Luma me disse algo a ver com tecnologias mais avançadas no seu por exemplo...
    Beijos,
    Cam

    ResponderExcluir
  4. Ai ai ai...como boa romântica que sou não consiguiria fechar a janela para Edward Cullen ;). Agora é sério que história é esta de miomas e dores...ai amiga por favor se cuida sim? Super beijo, gosto demais de vc para não me preocupara com suas dores.

    ResponderExcluir
  5. Ui Cam...espero q agora vc esteja bem e essa dor, aliás, toda e qq tipo de dor, desapare§a.
    Se cuida!
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Ontem vc falou em hospital no comentário e eu fiquei pensando o que seria...
    tadinha.
    ainda bem que passou.
    bjs querida, Laura

    ResponderExcluir
  7. Zany Vasconcelos(zany.zip.net)17:45

    Cam, eu bem o que é isso de dor. Sofri dores atrozes antes de fazer a cirurgia para extrair a vesícula e suas pedras. Que os seus problemas sejam resolvidos o quanto antes, pois dor ninguém merece!!!Bjs!!!

    ResponderExcluir
  8. Mana depois do final de semana que tive, vou ficar meio abusada de vampiros... pl menos até minha alma se recarregar... égua do povo

    ResponderExcluir
  9. Acho que a dor física é para nos aproximar da realidade, para colocarmos o pé no chão e analisarmos o que está nos afetando tando o espírito. Um pedido de socorro!! Melhoras!! Beijus

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.