25 abril 2008

Bem que se quis, depois de tudo ainda ser feliz...

...O que que a vida fez da nossa vida? Hoje estive numa massagista de drenagem linfática. Depois da primeira meia hora em que eu quase dormi de tão exausta que estava, ela começou a falar comigo além de fazer muito bem a massagem. Disse que eu devia andar com uma figa no pescoço ou galho de arruda, ou o que quer que eu acreditasse para tirar mal-olhado. Disse que as vezes não é por mal, que por eu ser muito bonita( bondade dela), as vezes so de olhar a pessoa já te lasca um olho grande. Me surpreendi com aquela conversa, apesar de que naquele ambiente todo esoterico, e a moça com cara de fadinha, não podia dar uma coisa muito diferente. Mas o fato é que nos ultimos meses sofri com a inveja alheia sim, uma coisa muito destrutiva e grave. Um dia li sobre isso no blog da Luma. E falei um monte de coisas, já nem me lembro o que. Mas acho que não escancarei o fato de ter sentido a inveja dos outros em cima de mim, tão densa que quase dava para pegar nela.
No dia do aniversario da minha filha, ainda no outro apt que eu estava morando, fiz de tudo para agradar a quem foi lá prestigiar a festinha que burramente foi em casa ao invés de num buffezinho por ai. Quando todos foram embora, minha filha me disse: mãe a menina tal disse que você "se acha". Ou seja, esse tipo de comentário so pode vir de um adulto, da mãe dela, que eu estava crentissima que gostava genuinamente de mim. Quando eu mudei para cá essa pessoa fez também uma observação estranha, tão estranha, que pude ver o tamanho do rancor que as pessoas tem por almejarem a vida da gente ou alguma coisa que a gente tem. Dá menos trabalho construir a sua propria vida nos moldes que se quer. Eu conheço uma terapeuta que diz que a inveja é uma ponte para a gente chegar aonde quer. Uma espécie de inspiração. Vai ver que é mesmo. Ninguem está livre disso. As vezes é involutario como algumas pessoas contam, que fulana foi a sua casa e as plantas murcharam. Ao inves de murchar plantas por que não plantam as próprias sementes?Enfim, estou com TPM. Mas também com muita vontade de me preservar cada vez mais. A gente não quer so comida, diversao ou arte. A gente quer a felicidade, não é não? E isso cada um pode ter do jeito que achar melhor. O que for felicidade para mim não necessariamente será para fulana, beltrano ou sicrano.
Cruz credo bangalo tres vezes. Xõ!!!!!!! Que a vida continue com Luz, Paz e Amor.
Ah, só para clarear o ambiente: hoje 25 de Abril é dia da Revolução dos Cravos, quando se comemora a libertação de um governo autoritário em Portugal, num lindo movimento que aconteceu em 1974. " Somos um povo que serra fileiras, parte à conquista do pão e da paz. Somos livres, somos livres, não voltaremos atrás" Nossa, isso me emociona de verdade.

5 comentários:

  1. Cam faça o que o seu coração pede e o que sua mente acredita. Às vezes comentários são maldosos, às vezes não. Quando estamos muito sensíveis a tendência é remoer, se magoar...isso faz muito mal. O melhor talvez seja ignorar, deixar que eles entrem e saem sem o objetivo a que veio. As vezes por uma palavra, um gesto usado de mal jeito, somos interpretadas erradamente. O melhor é não julgar precipitadamente. Viva a vida do jeito melhor de ser, em harmônia consigo mesmo e passe isso para sua filha e amig@s. VOu procurar uma mensagem linda que recebi um dia desse e vou te mandar tá bom? Bom findi amiga!

    ResponderExcluir
  2. Oi Camille!

    Você tem todo direito de "se achar"! E ser feliz do seu jeito. Liga para esses invejosos não... Vai fundo.

    beijos e bom fim de semana,

    ResponderExcluir
  3. Engraçado como sempre me surpreendo com essas demonstrações de inveja... e é uma inveja tão banal que nem vale a pena. Faça o que tiver que fazer para se sentir protegida de tudo isso... eu ando com uma medalhinha de São Bento, que tem uma oração, que diz, entre outras coisas, Bebe tu mesmo os teus venenos, ou seja, qualquer mal que queira fazer a mim, voltará para você.
    A propósito, estou bem, não fiz nenhuma cirurgia não, tive algumas notícias ruins, mas enfrentei tudo e agora está tudo bem! bjs

    ResponderExcluir
  4. Anônimo14:29

    Camille querida, gostaria tanto de ler agora, tudo que você escreveu mas estou com um tio de 94 anos no hospital e não tenho cabeça para ler com tranquilidade. Muito interessante o post "KAISEN".que aliás fui direto. Você é muito preparada, parabéns!
    Voltaei com mais calma.
    Que você tenha as bençãos dos Mestres e dos seus protetores.
    Beijos, Edna

    ResponderExcluir
  5. aiai
    eu tb sinto isto, sofro com isto- me acham privilegiada,etc e tal.
    Eu depois dos 50 recomeçando a vida, com dois adolescentes, sozinha e ainda acham que é pra ter inveja?
    ah! mas eu estou comprando uma casa...
    querida, as pessoa stêm inveja tb porque somos esclarecidas, inteligentes- nos achamos, temos blogs hihihi
    é verdade.
    enfim, pobreza de espírito. Que vão estudar, ler, escrever tb ora!
    bjs
    ah! eu ajudo a divulgar a sua blogagem- vai ser sucesso, e participo,mas não ando com tempo para escrever mto.
    estou estudando psicanálise, fr e inglês e atendo e cuido da casa hihihi é invejável mesmo

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.