09 janeiro 2007

Mulher multi-mídia em filme da locadora

Aluguei um DVD com artistas desconhecidos. Titulo algo como: "Tudo sobre nós", por ai. Agora que devolvi não lembro o titulo exatamente, mas depois pergunto e coloco aqui. O filme parecia canadense, europeu, menos americano, como é. Uma história bem contada de maneira informal, um flash na vida de algumas pessoas: um casal se separa. O homem é vendedor de uma loja de sapatos( tudo coisa simples, gente simples, comum, pelo menos no dia-a-dia), fica com os dois filhos. Paralelamente rola a vida de uma taxista de velhinhos. Ela só presta serviço para idosos e é video maker. No final das contas esses dois ficam juntos. Mas o interessante é que o filme mostra a utilização das difererentes midias interativas e meios de comunicação na vida das pessoas: telefone, televisão, videos de vhs e internet, internet, internet.
Gostei bastante, a diretora, atriz principal, produtora, etc, é a Miranda July que perguntei no post abaixo. Fui pesquisar, como fez a Tathy que comentou abaixo tb. E descobri que essa mulher é uma espécie de performática de internet. E a linguagem que ela utiliza nesse filme é muito, muito isso. Dá uma pista de como temos meios hoje nas mãos, para fazer coisas interessantes, versáteis, criativas, com enorme facilidade. Imagina como voce pode criar através da internet. Historias, filmes, novelas. Pode encontrar pessoas, pesquisar. Tudo que a gente já sabe, mas não realiza, no amplo sentido da palavra realizar. Ela , a Miranda, como nós, adora internet. E esse mundo fascinante está retratado nesse filme. Nao vou contar os detalhes, por que sao eles que dão toda a graça e o motivo de reflexão a respeito.
Por exemplo, outro dia vi um post no blog da Ingrid ( endereço no comentario do post abaixo) se perguntando se o Orkut afinal era bom ou não, se esse contato virtual foi um ganho ou uma perda na vida de todos nós. Muito interessante o post dela. Aliás, assim como a Tathy, a Ingrid é inteligentissima e escreve super bem. Enfim, o filme da Miranda July também passa por essa reflexão: das relações que só rolam de forma virtual na vida real. Vide por exemplo, a historinha paralela no filme, do pseudo pedófilo com as meninas adolescentes que estão descobrindo o sexo. A "transa" deles rola através de bilhetes colocados numa janela. E todos se satisfazem com isso.
Bom, o filme esta na BlockBuster e se de todo eu não lembrar o nome e voce tiver o interesse em alugar ( tenha por que voce que é blogueiro/a, vai gostar) é so falar que quer o filme da Miranda July, acho que nao tem outro e se tiver, pede o mais novo que o funcionario de lá acha no computador. Igualmente para qualquer outra video-locadora. Falei essa por quefoi lá que achei. E por isso tudo fiquei curiosa em saber se a Miranda July era uma pessoa conhecida nesse mundo de blogs, daí a pergunta.
Recado para Luma: não consigo comentar no seu blog. Ao clicar em comments ´da : "essa pagina não pode ser exibida". Por que será?
A PARTIR DE HOJE , DIA 12, ESTAREI VIAJANDO ATÉ 2 DE FEVEREIRO. UM BEIJO PARA VOCÊS E TUDO DE BOM.

15 comentários:

  1. Oi minha flor, vou dar uma procurada, gostei do que vc falou sobre ela, quero conferir sua dica.
    Obrigada querida
    linda noite
    beijossssssss

    ResponderExcluir
  2. Vou procurálo pra ver. Gosto mais dos filmes que não são daquelas bandas da costaneira hollyood. Lá tudo agora é competitivo. Pureza, ficou no pé do morro.

    Um beijo

    Naeno

    ResponderExcluir
  3. Anônimo14:55

    Fiquei curiosa. Será que tem aqui em Portugal????
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Camille, obrigado por não ter me deserdado pela minha falta à sua blogagem. Meu tempo e tão pouco para todas as coisas que quero fazer... Vc pode achar quase tudo do espetáculo no próprio blog da SOPPA. Eu gostaria de colocar todas as letras, cada uma com um comentário. Mas, não sei se já disse a você que meu tempo etc, etc.
    Feliz Ano Novo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Camille,

    vou anotar essa dica. Essa parada da net tem duas mãos, né? por um lado é muito positiva, abre um leque de possibilidades enorme. Por outro lado, não dá pra trocar o real pelo virtual, acho meio patológico. O Orkut é muito invasivo.

    Bom findi. Já foi viajar?

    Beijo grande

    ResponderExcluir
  6. Vou procurar mais sobre essa Miranda...Gosto de filmes que fogem a regra americana.

    Bjokas

    ResponderExcluir
  7. Boa viagem e aproveite tudo. O filme parece ser uma boa dica para este sábado chuvoso aqui em Brasília.

    ResponderExcluir
  8. O teu blog, além de bem consencioso, bonito, é uma fonte interessantísma a nos orientar no que tem de bom e ruim rolando por aí.

    Um beijo na pele do teu coração.


    Naeno

    ResponderExcluir
  9. Poxa, minhas férias não combinam com a de ninguém... Voltei e você saiu. Tomara que sua viagem seja tão boa ou melhor que a minha e que o ano seja excelente.

    ResponderExcluir
  10. camille, você me deixou sem graça, obrigadissimo pelo elogio. Fiquei aqui louca pra ver o filme mande lá o nome do dito cujo....

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Aproveite bastante querida!

    beijos,

    ResponderExcluir
  12. Você sumiuuuuuuuuu e já estamos com saudade!

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu adorava esse tipo de filme desconhecido. Descobria verdadeiras perolas... as mesmas que meu irmão tacava na minha cabeça pq ele sempre detestava o filme no final

    ResponderExcluir
  14. Anônimo19:40

    Camille, curta bastante as férias.
    Beijos, Edna.

    ResponderExcluir
  15. Oi amiga,

    Ainda viajando, né?


    Um beijo

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.