09 setembro 2006

Voo 93 UNITED

Estou chegandodo cinema, para variar. Fui ver o Voo 93. Uma parte dos episódios que mudaram o mundo em 11 de setembro. Quase todo o filme é romanceado em cima do fato de que o avião sequestrado caiu fora do alvo. Não há, a não ser por depoimentos de familiares que receberam telefonemas de despedida durante o vôo, como saber o que de fato ocorreu. Sabemos que as pessoas em momentos críticos são capazes de incríveis atos de bravura. Mas não sei se há provas contudentes de que os caças americanos não derrubaram o tal avião. É possível que sim. A ética ocidental manda que, diante de situações inusitadas como essas que se tente preservar o maior numero de pessoas. Derrubar o avião teria sido uma tentativa válida de não matar mais gente ainda.
Enfim, seja lá o que aconteceu, não minimiza o sofrimento dos que estiveram neste vôo. Nem nos outros que atravessaram as torres. Nem o sofrimento dos parentes dessas pessoas, que perderam seus entes queridos. Também não deixa de manter em evidência o que o fanatismo pode fazer com o ser humano. Transfoma-lo num nada, numa não identidade, num instrumento de uma "causa", que pode ser uma causa não pensada, idiota. Ou no mínimo com meios muito errados de defendê-la. Lamento por tudo, pela humanidade estar tão perdida. Pelos tempos serem tão incertos.
Quem dera que aparecesse uma luz, um disco voador, alguma coisa inusitada e boa que desfisesse mistérios, guerras, ilusões e proclamasse um novo tempo, sem fanatismos, sem loucuras, com mais pé no chão, coração genuíno e futuro para todos nós.

14 comentários:

  1. Foi horrível mesmo, quem poderia imaginar? Acho que nem eles...

    Bom fim de semana.

    beijos,

    ResponderExcluir
  2. Oi Camille, será fomos ver Voo 93 na mesma sessão? Uma coisa que me chamou a atenção, ao ler os créditos finais, foi que numerosíssimas pessoas fazem o papel delas mesmas no filme. Obviamente, todos são militares ou funcionários das torres de controle. Impressionante como não estavam preparados para o que estava acontecendo, e como demoram para perceber a abrangência dos fatos. E são lerdas e confusas nas decisão certas e erradas que tomaram.
    E quanto à sua descrença e cansaço -que também são meus- será que a humanidade terá que sofrer um holocausto mundial, como preconizam para o ano de 2012 os Meninos Azuis russos, para que o nosso planeta entre, enfim renovado, na era de aquário?

    ResponderExcluir
  3. Oi Camille!
    Eu não sabia que tinham feito um filme sobre isso. Realmente as atitudes humanas diante de momentos de terror e desespero podem ser heroicas. E como nunca saberemos ao certo o que houve, acho bom pensar nas pessoas que se foram nesse acidente como heroinas. Não apaga a dor dos parentes e amigos que as perderam, mas talvez amenize um pouco.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Camille, fiquei curiosa em ver este filme...nenhum tipo de fanatismo, nada extermado leva a nada não é?! Um beijo no coração. Olha mandei meu endereço para seu e-mail, mas voltou :(.

    ResponderExcluir
  5. Ainda dói em mim oq aconteceu. Muito complicado isso!

    Beijinhossssss

    ResponderExcluir
  6. Também lamento muito pelo que aconteceu e acontece. Não entendo como e por que os fanatismos florescem e se propagam desta forma. E nós realmente não sabemos lidar com eles. Beijos, Camille, e obrigada pelas palavras tão lindas lá no Terra Temperamental. Você é uma querida.

    ResponderExcluir
  7. fiquei mto feliz com suas palavras tbm, está semando afeto por aqui :)
    bjs laura

    ResponderExcluir
  8. Já ouvi tanta coisa sobre o episódio de 11 de Setembro, até que foi planejado pelos próprios americanos. Não dá pra saber, realmente o que foi que aconteceu.
    O filme, não vou ver. Acho besteira sofrer duas vezes! (rs*)
    Bom dia!! Boa semana!! Beijus

    ResponderExcluir
  9. Camille, amém. Veja isto:
    http://www.freshcreation.nl/comments.php?id=564_0_1_0_C
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Não assisti ao filme e jamais saberei 100% o que realmente o que aconteceu, mas sei da dor infinita dos familiares dos que se foram e do pavor dos que passaram por isso tudo tão de perto, pois se de longe sofremos...
    Linda semana flor
    beijossssssssssss

    ResponderExcluir
  11. camille, é dificil de enxergar que algo iluminado e bom virá, mas quem sabe para formentar a esperança vale a pena acreditar.

    Lindo post!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Camille, eu não vou assistir.
    Qto a sabermos o que realmente aconteceu, acho que só nascendo mosquitinho. Eu sou fã das teorias da conspiração, muito embora ache algumas absurdas, mas não descarto tudo ter sido programado pelo próprio.
    bjs!

    ResponderExcluir
  13. Nao quis ver não... apesar dos cinco anos, ainda acho muito recente para mim reviver tudo isso. Puxa, voce assite filmes sempre, admiro isso! Super antenada com a sétima arte! beijso

    ResponderExcluir
  14. Minha maior dor é saber que tudo pode se repetir em qualquer lugar a qualquer hora. Esse povo não tem amor a vida, nem a deles e nem a do próximo, e matam em nome de um Deus que prega o amor. Durma com um barulho desses

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.