22 setembro 2006

O diabo veste Prada, e como se veste bem.

Acabei de voltar do cinema, sim minha sinusite melhorou bastante com a receita que a amiga Luci deixou aqui- soro fisiologico morno aos montes. Valeu, Luci! Muito obrigada- enfim, fui ao cinema ver a tradução do livro homonimo que eu já tinha lido. Sim, eu tinha lido esta trash literature, conhecida como "chick lit". Este tipo de livro meio depoimento escrito por mulheres sobre as mais diversas experiencias de vida e que está vendendo aos montes nos EUA, tem até site com comentários sobre os melhores.
Sempre fico pensando que poderia escrever um livrinho desses e ganhar uma nota, mas acabo não conseguindo sentar para nada além de uma página de blog. Mas eu chego lá. Ou talvez, espero, vá além disso.
Vale a pena ver o filme. Pelas roupas, pela beleza de angulos especiais de NY que são mostrados, pela Paris iluminada como sempre e mais linda do que nunca que também é cenário. Meryl Streep está maravilhosa no papel da chefe "diaba", dizem inspirado na editora americana da Vogue. Eu sei lá, pouco conheço desse mundo milionário da moda. Mas a cabeça de uma redatora não oficial é como uma lata de lixo, aceita tudo, mistura tudo. Já dizia meu ex- analista que o inconsciente é uma lata de lixo. Quando voce diz "nunca pensei", não afirme essa besteira. Mas deixe isso para lá. Voltando ao assunto da Prada, os figurinos Chanel que vestem o personagem de Anne Hathaway ( nao sei se é assim que escreve) assistente de MIranda Presley, a diaba, são lindooooos! Dá vontade no minimo de se produzir mais, emagrecer mais, fazer mais ginásitca , usar mais batom , de preferencia "rouge Chanel" e não ter medo de ser fútil nem ser feliz. Se é que uma besteira dessas traz felicidade. Mas um pouquinho traz sim. Vivemos nessa cultura capitalista que nos faz acreditar que certos luxos fazem bem. Qualquer coisa difernte disso, mudemos para a Sibéria, por que essa crença meio patricinha já está no nosso sangue, queira você ou não.
Um brinde a besteira, como o post abaixo brindava as loucuras da Cicareli. Mais um refresco para a mente, vamos lá. As eleições vem aí. A gente merece um pouco de circo. Por que o pão está duro de roer. Veja o filme.

6 comentários:

  1. Camille, desculpe eu não ter visto a sua homenagem a mim :(
    tem que avisar, eu aviso, senão pode acontecer isto, a pessoa fica sem saber, nõa é uma pena?
    que pena! escrevi lá no dia 16, vá ler.
    Eu ando devagar, querida, tenho visitado poucos blogs, ando cansada, lenta, mas vamos fazer a blogagem funcionar. Avante!
    Um bjão Laura

    ResponderExcluir
  2. Camille! a receita original é de uma pessoa especial e muito querida - na verdade uma fada, meio bruxa..rs! a Morgana do Entendeu que está lá nos queridinhos!
    qto ao filme, não li o livro, mas quero ver Meryl Streep poderosa naquele cabelo branco!
    e vc. falou extamente o que eu senti semana passada qdo assisti Humor has it... (dizem por ai). Um filme sem compromisso com nada, mas com um Kevin lindo, uma Shirley Mclaine maravilhosa, roupas e lugares lindo!
    fazem bem aos olhos!!!
    qto a escrever um livro falando das próprias experiências deve dar uma grana preta...r!!! vamos tentar?!
    bjs!
    bom final de semana!
    e continue a usar o soro por mais alguns dias!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Camille!

    Estou "doida" para ver esse filme, acho a Merryl Streep maravilhosa - e aquele cabelo branco-prata? o que é aquilo? divino, mas só nela, naturalmente - Vou assistir esta semana, com certeza.

    Querida, muito obrigada pela linda msg que me deixou, fiquei feliz mesmo. Mais feliz ainda por saber que ainda existem pessoas sensíveis e delicadas como você.

    beijo grande, bom domingo.

    Com carinho,

    ResponderExcluir
  4. Há meira hora vi uma resenha do filme na TVE e fiquei curioso. Estou ávido para assistí-lo.

    ResponderExcluir
  5. Tô pretendendo ver esse filme...Mas não sei me maqueio e me arrumo bem antes..

    ResponderExcluir
  6. Ja vi e gostei muito! Adoro a atriz que faz a Miranda! bjs

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.