17 julho 2014

Novela das Nove, só assisti esse final e nem sei o nome dos personagens. Mas sou fã do Manoel Carlos.

   Cheguei nos últimos capítulos. Não entendi quase nada, não sei o nome dos personagens. Mas adoro dar um pitaco em novelas. O que vi de bom:

-Adorei atuação de Reinaldo Gianeccini. Ele mudou como ator..Enfim, fez o que tinha que ser feito.

- A Helena de Julia Lemmertz foi muito bonita. Um personagem tridimencional. Mas triste, também a história é triste.

- Estão dizendo que Laerte não era vilão, como assim? Precisa matar para ser vilão?O personagem dele, destrói todo mundo, até a própria novela. Que vilão mais pernicioso. Dos bons, se faz de bonzinho e destrói qualquer enredo. Suponho que o ator deveria fazer outro tipo de personagem. Não é a primeira vez que o vejo no papel de um perverso da silva.

-Adorei o trabalho da mãe do Laerte. A atriz é genial. ANA BEATRIZ NOGUEIRA  E tem idade para ser irmã do Laerte e de jeito nenhum, a mãe. Ela é bem jovem, mas topa qualquer parada. Como a Julia Lemmertz. São grandes atrizes, que fazem mocinhas, velhinhas, loucas, o que vier elas traçam. Sem compromisso com beleza. Só com o talento, o trabalho. Maravilhosas.
                            Loucura e perversão, Em Família.

-Viviane Pasmanter tb dá um show. Ela devia fugir para Caratinga com o Laerte e o enredo não ter final tão trágico que estão anunciando.

- Bruna Maquezine me pareceu muito garota para fazer par com Gabriel/Laerte.Aquilo foi uma forçação. Ficou pesado para Bruna, penso eu. Mas ela aguentou firme até o final..me parece. Essa transição de atriz criança para atriz adulta deve ser difícil. Bruna só tem 18 anos, e não está mais em fase de fazer Malhação. Então entrar de sola como protagonista da novela das nove, com aquele personagem. Da-lhe garota. Seria preciso viver a vida, antes...

O que me pareceu estranho:não entendi onde a trama se passa. Falavam muito em Goiás. Mas não estavam lá. Se referiam como um lugar onde já viveram. quase todos , acho. Os cenários pareciam Minas e as externas, não dava para ter nenhuma idéia. Uma cidade fictícia? Complicado. Tinha muito ator jovem, desconhecido do grande publico ( eu). Então não tem ainda aquela experiência para brilhar só de chegar. Manoel Carlos talvez tenha lidado com uma falta de atores disponiveis? Ou foi generoso de dar a vez para os novos? O casal lésbico ficou meio sem graça. A Tainá é uma graça. A Antonelli é uma estrela. Mas o Felix da outra novela ainda está em cena. Eta personagem forte. Até hoje tenho raiva do ator Antonio Fagundes, pelo personagem Cesar, pai do Felix....Depois disso qualquer casal gay seria comparado e perderia a força só de entrar. Temática seguida. Ou vamos dizer que o casal gay já virou uma coisa natural. Que salto na televisão. Então ninguém deu muita bola. Mas acredito que o pior dano tenha sido tantos atores novos e desconhecidos. Novela das nove não é para fazer experiência, é para dar certo. É aquele ponto crucial da programação da emissora.  E viva Humberto Martins, estava comovente, assujeitado ao seu personagem, o paizão de todos. Me lembrou meu tio Luis. E quando a gente lembra assim, é bom sinal. Sinal de que o personagem é gente de verdade. 
                                 Lindos atores. 
E viva Manoel Carlos, seus personagens são vivos. Isso é tão importante, para a novela não ser apenas uma paisagem. Li que é sua última novela. E citam Viver a Vida como uma novela ruim.Foi a primeira que assisti de Manoel Carlos, e A-DO-REI. Personagens maravilhosos. Inesquecíveis. Toda a construção da trama foi bonita. Vida longa, mais ainda como noveleiro, para Manoel Carlos.

4 comentários:

  1. Olá!

    Embora goste do autor, dos atores, a novelinha.... foi uma novelinha mesmo. Mamão com açucar.
    Assisti estes meses para ter desculpa de colocar os pés para o alto e descansar por 1 horas.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida, nao assisti, vi uns 5,6 capitulos agora. Foi o que deu para apreender. Mas acho interessante como a midia mete o malho na propria midia..... E um autor merece respeito...Bjao!!!

      Excluir
  2. Essa de longe foi a pior novela do Maneco e olha que eu vi todas que ele fez desde Felicidade.
    Feliz dia do amigo!
    Big beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, foi o que li. Não assisti Felicidade. Só a tal "Viver a Vida" que gostei bastante. Mas a critica especiazada malhou. Essa achei chata sim, esse final que não deu pra pegar o enredo. Tudo mais ou menos, ate a cenografia... Mas reparei que ele tascou uma Giverny ali no final de novo. Acho que ator que trabalha com ele ja sabe, que no minimo até Paris, vai. Beijos e feliz dia do amigo, que acho que ja passou... eu estava viajando. Mas todo dia e dia.

      Excluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.