17 novembro 2013

Salvemos o planeta antes que ele seja engolido por nossos JOGOS VORAZES (EM CHAMAS) filme

 Sexta -feira, dia da proclamção da nossa República,  assisti JOGOS VORAZES EM CHAMAS,  com minha filha. Por incrível que me pareça,um lindo filme.  Como não vi o primeiro, vou falar das minhas impressões do segundo: num futuro distante, pessoas são convocadas,  de forma compulsória,  pelo Governo do pais, do planeta, enfim, a  participarem de jogos, que mais parecem jogos da web.  Mas ao invés de apertarem botõezinhos, terão que entrar de corpo e alma em um universo â semelhança desses joguinhos. E vencer ou morrer.

Uma moça e um rapaz, de uns vinte anos, são os vencedores do jogo anterior( e do filme passado, que fez o maior sucesso)  E passam a ser empregados do  poder vigente, para entreter uma população em sua maioria empobrecida até a miséria, e muito revoltada.
                                          Katniss(Jennifer Laurence - vencedora dos jogos no primeiro filme e do Oscar
                                          no ano passado, com outro filme)

Para tornar o entretenimento com gosto de novela das 21h , eles  exigem que  o  tal rapaz e a tal moça, finjam que são namorados, e é como par que entrarão em cada distrito para fazer o discurso oficial que o governo quer que as pessoas escutem, e não o que acontece realmente.

Eles se revoltam em ver tanta miséria e tanta mentira e decidem mudar seus discursos, para oferecer apoio, e  acolhimento a quem os escuta. O que acontece? Aquela população destruída,  começa  a ter esperança na vida. E tem alguma coisa mais forte e mais transgressora do que a esperança?
                                          O "faz de conta que tudo é lindo e perfeito" que a gente
                                               conhece tão bem.

A moça, Katniss,  é linda, e tem um enorme carisma e poder de comunicação,  O governo começa a teme-la  por sua capacidade de fomentar uma revolução.  E assim descobre uma forma de destrui-la sem parecer que a estão destruindo: convoca novos JOGOS VORAZES, onde terão que participar ela e seu "par" e todos os outros que ganharam esses jogos, em vezes anteriores. Ou seja, os mais fortes de todos os tempos.

O filme que tem um elenco espetacular, é emocionante, metafórico e atual. Apesar da "roupagem" futurista. Está falando do AGORA. O nosso mundo. É aqui,   nessa luta diária, que  "não há vencedores, só sobreviventes", é aqui tb como no filme, que as pessoas vão em busca dos seus aliados, querendo distância e proteção contra seus inimigos.
                                                     Peeta ( Gosh Hutcherson) o par de
                                                      Katniss nos jogos vorazes.

É aqui onde uma alegria falsa, como o casamento dos protagonistas do filme ou nossas novelas de televisão e mesmo as notícias dos telejornais, nos acenam com um mundo prestes a consertar, "tenham um pouquinho mais de paciência." E digo isso mesmo depois da ordem de prisão aos "mensaleiros". Governos também sabem a hora do show. Como no filme, o conveniente para o momento, diante de tantas manifestações. E de futuras eleições.

É aqui, onde a voracidade, essa fome de boi , essa bulimia,  essa compulsão por tudo querer  e nada aproveitar, nos faz acreditar na mesma farsa do filme, de que :existem dois lados. O dos nossos aliados e o dos nossos inimigos. Diversos partidos, nada inteiro, íntegro.   Enquanto fingimos que somos politicamente corretos. E amiguinhos de todas as feras, todas as faces, da nossa selva.

Como bem disse Fernando Pessoa:

"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente."....

Fingimos que somos super bacanas, e não feras engalfinhado outras em busca de um poder . Que poder?  A mesma ilusão do filme, em um cenário  ao estilo nazista. Todo poder corrupto, tem a mesma cara: rigidez e manipulação. 

E assim não vemos o que está na cara: o planeta está se acabando, e um dia,se sobrevivermos,  teremos que viver em Matrix: sentados imóveis em uma cadeira, com nossos neurônios acoplados em computadores que nos darão ideia de vida. Quando da vida,  só resta a ilusão de ser. Assim,  apesar de acreditarmos com tanto fervor, só ha um lado: dos seres humanos, perdidos, carentes,  prestes a desembarcar da arca de Noé para lugar nenhum.

Nos agarremos ao que  resta, e façamos desse deserto que se apresenta, um grande pomar emocional e literal. Essa é a grande revolução, que  nem Freud e nem Marx previam. Por que é o improvável: humanos dando as mãos para salvar a humanidade. De qualquer maneira a esperança é a última que morre.

                                                   As mãos que seguram a Terra,  tem que
                                                     ser as nossas, não tem outras.

Aliás o título do próximo filme "Jogos Vorazes"  que completa a trilogia é " ESPERANÇA". Assista esse que está nos cinemas, que é bom. .Quem sabe dali sái uma boa idéia, para nós que ainda não somos  virtuais, mas quase.  Boa semana, cheia de idéias novas, questionamentos, e reflexões para todos. Eu mesma, já estou pensando no assunto.

Beijos,
Cam

(imagens de divulgação do filme encontradas no google. E imagem de globo terrestre que encontrei no google e não sei a autoria, por favor avise se for sua)
                                       
AVISOS:
Aproveito para dizer que agora tenho um twitter:@paulineherbach

-E agradecer a todas as pessoas que sempre citaram o "Camélia de Pedra" nos seus twits. Que surpresa boa, valeu.

-Dia 29 de novembro,sexta feira,  as19h "Mulheres Sem Prazo de Validade" chega ao Rio de Janeiro, livraria Argumento.

-Hoje é aniversario da prefeita da blogosfera, Luma de Morais.  Felicidades!

12 comentários:

  1. Cam, vc me deixou emocionada com seu comentário. Já tô te seguindo no twitter. Até printei seu comentário para colocar na minha fanpage.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Lulu, voce merece. De verdade. Bjos querida.

      Excluir
  2. Querida Cam,
    Você fez um post lindo, emocionante mesmo, para a gente refletir neste início de semana. O nosso mundo é tão lindo, mas não entendemos que nele foram colocados outros seres para conviver conosco e o que vemos é a destruição sem limites, não se respeita os animais e a flora, principalmente num país tão rico quanto o nosso, tão desprezada e largada. Fui à Juiz de Fora este final de semana, um rio lindo serpenteando, mostrando-se pra nós da janela do carro, acho que o Paraibuna, mas tem que ver como o povo suja suas águas, como os governos agem com descaso e sem tomar medidas que façam efeito, aqui mesmo em Petrópolis, estou desalentada com o lixo nas ruas e a postura das pessoas.
    Não sabia que este filme tinha este cunho importante, fiquei interessada em ver, pensei que era só pra gurizada, muito bom.
    um beijo e abraço cariocas



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Beth, para mm tb foi uma surpresa, Pensei que era mais um daqueles de ação que entro em "alfa" ate o fime acabar e Anna ver o que ela quer. Esse é diferente, tem uma mensagem, que nos serve sim.
      Tambem não sei onde vai parar essa falta de noção tão ampla,geral e irrestrita.Aqui é a falta de educaçaoa ambiental,ignorancia politica e um tanto de ganancia tb ne? Bjosss e vamos com fé que o futuro vem aí.

      Excluir
  3. Oi, Cam,

    Você fez uma interpretação inovadora do poema do Pessoa, eu não conhecia. Embora não tenha ficado curiosa em ver o filme, achei muito pertinentes suas analogias. Acho que você envolveu bem muito conteúdos, qualquer coisa simples pode nos levar a reflexões profundas quando estamos habituadas às reflexões.
    Um cineasta húngaro vem a Lisboa neste fim de semana, fico curiosa para ir na conferência em que ele vai discutir seu último filme, no entanto em todas entrevistas que dá ele insiste em dizer algo do tipo "não, aquilo não é nada disso, não tem reflexão nenhuma, foi coisa do meu argumentista" etc. Fico desanimada porque o filme dele foi algo extraordinário, em termos de fotografia/beleza e profundidade. Talvez se ele tivesse outra postura e fosse mais disposto a falar das reais motivações que o levaram à realização do filme eu ficasse mais motivada. Porque nada nasce do acaso, tem um plano de fundo...

    Beijão pra você sucesso no lançamento no Rio,

    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Michelle, preciso de um help, vamos falar inbox no FB ou no skype.
      Pode ser que esse cineasta esteja certo,se o filme dele é arte,não precisa explicar a piada,nem falar a verdade. Uma boa escultura por exemplo,é realmente boa,se ele for expressiva por todos os angulos a vejam em sua tri--dimensão. Mas alguem pode tentar dar a sua explicaçao, sua interpretação ,do que aquele trabalho cominica. Voce mesma, pode escrever sobre a sua interpretação. Vamos nos falar?Vou ter que sair e quando voltar voce ja deve estar dormindo. Meu email tiveque mudar como esta la no FB.Vou te escrever in box esta bem? Bjos ,
      Cam

      Excluir
  4. Ah, vou dar os parabéns para a Luma! Obrigado por nos lembrar :) Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Querida Camille
    Adorei o post, me emocionei mesmo. Essa destruição que testemunhamos todo o dia é sinônimo de ignorância e presunção. Essa geração atual, continua achando que o universo está a serviço da humanidade. Uma huanidade sem limites que destrói tudo que encontra pela frente. Que só respeita o dinheiro e o poder. Que bom que o filme faz essa abordagem, a gurizada precisa e muito, só eles podem mudar o mundo, pois a geração jovem que aí esta, não vai fazer nada, já se contaminou pela doença da ganância. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão Marli.O adulto tem que estar atento para perceber as mensagens, mas nossos meninos e meninas estao num momento de entrar de cabeça nas histórias que os emocionam. Esse filme é um bom exemplo de luta por ideais. Luta concreta para mudar a realidade torta.
      Beijos e grata pelo comentário.

      Excluir
  6. Eu já comeceia ver o 1º filme duas vezes na tv, mas depois sempre mudo de canal. Agora fiquei com vontade assistir os dois, por isso não li seu post até o fim. Quero ver os filmes.
    Bjks e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roseane querida, hehehehe, pode ler o post todo, nunca conto o filme ate o final. O primeiro tb tive resistencia a assistir, pois ia ver no netflix( agora ate tiraram) Mas o segundo quebrou essa resistencia por que fui levando a filha, por minha conta nao iria. E acabei gostando. Tb quero ver o primeiro. Anna ja assistiu diversas vezes todos dois...Bjosss

      Excluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.