10 maio 2013

Mad Men. I love it.

  Já veio a  sexta temporada? Não tenho a HBO, preciso providenciar.  Assisti direto as 5 temporadas de Mad Men. Os publicitários da Madison Ave, NY NY, nos anos 60. Do primeiro capítulo em diante, fiquei apaixonada por tudo.
 Inclusive por esse olhar à distância dos anos 60, que nada mais são, como ambiente publicitário,  do que um espelho para os dias de hoje. Onde se pode ver todas as fraquezas e grandezas dessa profissão, sem medo do ridículo: são eles os obcecados, os obscenos , os embriagados, os invejosos, inescrupulosos, maníacos, que colocam a vida profissional em primeiro lugar . Um lugar duro de ficar, mas extremamente grandioso: sou Deus. Sou o criador. Sou  eu quem faz o mundo turn around. Money, money, money, money. Não é assim?
                                                               Don Draper

Faz tempo que perdi minhas duas pastas( portfóios em Português do Rio de Janeiro), mas ainda amoooo tudo isso. Essa profissão 24h. Dormindo ou acordada você pensa na campanha. Foram duas as vezes que perdi minha própria festa de aniversário. E de quantas coisas se abre mão para estar ali, de corpo e neurônios à toda. Quem quiser conhecer mais, assista a série: MAD MEN. Não tem nada de mad no sentido de louco, embora não deixe de ser um trocadilho. Mad de louco pelo trabalho. Mad  de Madison Ave. Aff, como já utilizamos desse recurso. Mas você vai gostar de conhecer Don Draper, o diretor de criação que me lembra tanto um amigo querido.
Peggy Olson
 Vai ficar intima de Peggy, a secretária que se tornou redatora e provavelmente agora em um novo emprego e super bem paga, se tornará diretora de criação. Fez bem em  mudar. Deixou a porta aberta com seu belo trabalho, dignidade, amizade, camaradagem. Com personagens feito ela, a gente vê que não é apenas uma guerra de egos, mas existe gente como a gente, ali. Naquele mundo onde se ganha o pão e se come a carne. E muito mais rasteiras naquilo que não é politicamente correto. É assim que vive a Publicidade, o Marketing Direto. Tão dentro e tão fora dos padrões.
                                                             Betty
                                                          Megan
Para mim, perfeito. Espero a sexta "season". Vamos ver se Don continuará fiel a Megan sua nova mulher. Se Betty,a primeira mulher , "velha" aos 30 e poucos ( isso mudou, nos dias atuais) conseguirá emagrecer no Vigilantes do Peso. Se Sally, a filha que vemos desde pequena até sua primeira menstruação, se tornará uma estrela na tela e na agência do papai - quem sabe? Se os mesquinhos sobreviverão.  Se a vida dos anos 60 continuará sendo como um teste projetivo para os egos atuais e geniais que tem alguma dificuldade  de verem quem e como são no seculo 21. Tá valendo.
 Os atores são maravilhosos, a direção é ágil. O que torna tudo mais agradável. A mistura das épocas, o olhar de hoje no ontem-hoje. É Mad, mas não é doido não.
 Nem doido foi assistir 15 minutos de fala initerrupta de alguém  na mania, e muita frustração,  há meia hora atrás. Estou chegando da Psico, exausta. A vida como ela é... Sonhando com a Publicidade, e o processo de criação. Além de muito trabalho, delícia sabor sucesso. Quem não quer?. Ah...sejamos sinceros seres humanos. Beijinhos. Boa noite.
(fotos de divulgação da série Mad Men)

9 comentários:

  1. Oi, Cam!

    Fique com vontade de assistir.

    No fim de semana assisti ao "Margin Call - O Dia Antes do Fim". O que eu percebi foi mais ou menos isso tudo que você falou aqui, exceto pelo contexto não ser o da publicidade.

    Beijos,

    Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena o Mad Man Michelle, assim você ja vai conhecendo a dinamica do meio. Cada um com a sua, mas percebi, que em todos os paises, mais ou menos a mesma coisa, para não dizer- exatamente a mesma coisa. Tem no Netflix... Esse que voce sugere tb deve ser bom. Tem no NetFlix? O Mad Man voce encontra la. Beijos

      Excluir
  2. Nunca assisti essa série. Nem tenho esse canal.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é , eu tb nao tenho. Assisti a serie inteira de uma vez so, no netflix(14,00 por mes, bem mais barato que a Net...) Bjao!

      Excluir
  3. Não assisti. Tbm não tenho HBO. Mas pela sinopse parece interessante.
    Camile, amiga querida, vim aqui te desejar um lindo Dia das Mães, com seus filhos te mimando muito, te abraçando, beijando, cozinhando pra vc... um dia perfeito, desses que a gente que é mãe, adora!

    Beijos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para voce tb minha flor, tenho certeza que seus filhos vao fazer um dia bem lindo para voce. E que tudo mais esteja muito bem.
      Tb nao tenho esse canal, mas assisti a serie inteira no netflix( 14,00 por mes) pela internet. Tem filmes excelentes e todas as series. Essa realmente vale a pena. Bjos!!!!

      Excluir
  4. Nunca ouvi falar neste seriado.
    Feliz dia das mães para você! Bjks

    ResponderExcluir
  5. Obrigada querida!
    Eu tb nao tinha ouvido falar, ate resolver assistir o primeiro capitulo no netflix, por pura tentativa. Acabei assistindo as cinco temporadas. É otimo. Voce tem netflix. Ai custa uns 3,4 euros por mes. E tem montes de filmes e series. Experimente. Beijos e boa semana!!!

    ResponderExcluir
  6. Mad Men é uma série que eu recomendo, meu encnata me o enredo deste, ahroa seus últimos capítulosnão me paroximan perder nada.

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.