09 outubro 2011

"Somos todos cúmplices" diz Suketu Mehta e eu concordo.


" ...somos todos cúmplices. Um homem que ganhou dinheiro de modo desonesto é mais respeitado do que um que ganhou dinheiro trabalhando, por que a ética é a da ascenção rápida e a fraude é um atalho".
Lembra algum lugar? Estou lendo "Bombaim Cidade Máxima". O escritor/jornalista mostra desde o início que tem uma pegada ágil. E é uma pessoa reflexiva. Assim, o livro já começa com algumas frases lapidares( não a de cima) o que demonstra humor e inteligencia. E lamentavelmente a descrição da atual Mumbai, a São Paulo de um país chamado India, bate com um tal de Brasil, conhecem? Muito contraste socio-economico, miséria braba em alguns lugares, desenvolvimento confuso em outros e claro, muita corrupção.
Suketu Mehta narra seu retorno a Bombaim, já a grande Mumbai, e sua dificuldade de se instalar na cidade do "país do não" por meios lícitos. E assim logo de cara chega a essa conclusão: "somos todos cúmplices". Como nós aqui diante do que vivemos. O livro interessa a quem gosta de conhecer um pouco mais sobre desenvolvimento capenga e sem planejamento. Uma India bem mais caótica do que uma porção de asrams e meditantes. É isso aí. Ácido.
Puro fel também é o livro que acabei de ler: "Axilas e Outras Histórias Indecorosas" de Rubem Fonseca, não deixaria de comprar um livro dele. Mas esse me fez por o pé no freio a principio, quando eu estava um pouco mais zen. Rubem está com 86 anos e parece mais amargo com a vida. Ao invés de entrar naquela fase Jorge Luis Borges na poesia "Instantes", "se eu pudesse viver novamente a minha vida cometeria mais erros", no sentido de mais sorvetes e menos lentilhas, Rubem sái matando. Literalmente. São diversos contos bem perversos, no sentido psi do termo. Muito assassinato e uso do próximo como objeto e descartável. Mas como todos nós temos um pouco mais , um pouco menos ou muito mais de um certa perversão, é um livro recomendável para momentos em que o leitor esteja furioso da vida. Aí combina bem. Faz aquela cartarse básica lendo as fabulas de Rubem Fonseca, léguas de distancia de um conto da carochinha.
Outro que passei os olhos em alguns textos mas deixei de lado por enquanto é "A Via Crucis do Corpo". Alguma coisa ali não me bateu bem. Clarice Lispector é tudo de bom. Tem uma capacidade indiscútivel de colocar as nossas humanidades expostas sem pudor desde sua estréia " Em Perto de um Coração Selvagem". Esse "Via Crucis" ela mesma qualificou de "indecente". Nada em termos de fatos que não se veja com mais baixaria em uma novela das oito. Mesmo assim, não consegui completar a leitura no momento. Achei que não era "Clarice". Mas é claro que é. Já já vou gostar desse também.
Estou em um momento decisivo. Tenho uma viagem maravilhosa e cheia de conquistas para realizar daqui a dois dias. E um fato estilo "país do não" de abuso do "pequeno poder", desses que deixam a gente mais para Rubem do que para Borges, está me impedindo de ir. Assim preciso escolher entre jogar a toalha e sair por ai. E ainda me divertir. Ou ficar e arrumar um outro jeito de tocar para frente um projeto tão importante. Provavelmente vou ficar. Mas até o ultimo minutinho de cancelar tudo, ainda estou aqui "assobiando" e fingindo que o assunto é com o vizinho.
Nesse momento minha querida irmã que mora fora está numa exposição de fotografias com a minha filha. E eu estou aqui, destilando os minutos para ir até a loja da TAM...
Dias melhores virão. Com certeza. Ainda bem que tenho sempre a maior fé nas possibilidades. E espero, poder fazer como Clarice seja qual for a decisão. Escrever da vida um belo texto.

7 comentários:

  1. Camille,

    Chover no molhado: post Fantástico, vou procurar todos.

    Desejo que faça a melhor escolha, a que mais vá contribuir para sua evolução.

    Girassóis com muita luz para decidir e beijos!

    ResponderExcluir
  2. Com tantos livros lendo ou na fila, mais viagem, está na hora de ter um leitor de e-book, se é que já não tem!
    Cam, se há tanta dúvida e se viajar, acabará não curtindo a viagem, mas se ficar, amargará não ter ido. Resolva suas pendências e vá!!
    Boa semana com boas decisões! Beijus,

    ResponderExcluir
  3. Camille!
    Quer saber, vai!
    A gente sempre fica na dúvida se deve ou não viajar, mas não tem coisa melhor nesta vida do que ir ver o mundo. Vai!
    um beijo grande carioca

    ResponderExcluir
  4. Queridas, obrigada pela torcida. Eu ja desmarquei tudo hoje. Fui na loja da TAM, resgatei meus pontos. Desmarquei o hotel. Foi bom minha irma que mora lá ter estado aqui comigo. Foi bem chato tudo isso. Mas me determinei que vou consertar a besteira( nao levei um documentinho na minha inscrição e fiquei sem a matricula...) Assim que eu conseguir uma matricula e um orientador novo, marco tudo de novo la, com as pessoas que ia encontrar, se elas ainda quiserem encontrar comigo ne? Por que estou pagando aquele mico total perante pesquisadores, clinica...enfim, tambem são gente ne? Nao vou me mortificar.
    Beijoes e boa semana para voces!!!!

    ResponderExcluir
  5. Carissima, lamento que sua viagem tenha sido cancelada, mas acho que a vida é feita de momentos e tudo tem o seu momento. Ao menos é nisso em que eu acredito.
    Ando de birra com Clarice. Nem me pergunte porque. Mas é caso de amor mesmo, as vezes "imbirra". Gente, existe essa palavra? E Ruben Fonseca quase veio comigo, mas na última hora fiquei com Gondon Reece e suas primeiras linhas de Ratos. Amei. Devorei. Pronto. A fome agora já é outra. hehehehehe

    bacio

    ResponderExcluir
  6. Sou completamente fã e admiradora do Rubem Fonseca, ADOREI ver que você tá com esse livro ainda, embora não tenha lido esse, tenho outras indicações, que fazem parte dessa trama mais ou menos do Rubem. Acho tão humano, tão verborrágico. A gente sente o cheiro e o suor, o gosto na boca, um pouco de cada personagem, sem aquela barra forçada. Não é mesmo?

    Acredita que preciso escrever um roteiro e argumento pra um trabalho da faculdade, já tô aqui trabalhada no café pra isso, rs.

    http://www.papel40kg.com/

    ResponderExcluir
  7. Sabia que seu dia de roteirista ia chegar, heheheh. Que otimo Camila, voce vai ser excelente roteirista. Torço por voce. Bjos

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.