31 julho 2011

Será que "Os Pinguins do Papai" podem redimir Jim Carrey?



Hoje foi a vez do filme com minha filha. "Os Pinguins do Papai" parecia uma boa opção apesar do Jim Carrey. Acho que já disse aqui várias vezes que não sou chegada ao gênero de interpretação de Jim Carrey, com raras exceções, fazendo o papel que deve ser dele mesmo: careteiro, zombeteiro ou sem expressão coerente com o personagem. Ele tem presença, 1.90m de altura suponho, mas não consigo dar um sorriso para o trabalho que mostra como ator.
Assistindo-o hoje, o "Máscara" me pareceu um pouco melhor. Filme para crianças ou deixa o ator mais enternecido ou deixa os pais de coração mole para engolir até o tal Jim. Ele estava mais simples, com menos caretas e menos afetação. Senão, quem aguentaria um pai como ele? A atriz que faz a mãe, meio sem graça. E as crianças ótimas. Os pinguins não sei se são truque de computador, ou uns bichinhos muito bem treinados, ou ambos.
O personagem de Jim é um homem separado,insensivel e completamente dedicado ao trabalho. Filho de um aventureiro que viveu longe dele por toda a vida, atrás de novas descobertas geográficas e tal. Um viajante dos polos. Pois esse pai morre, mas antes lhe envia um pinguim numa caixa, com um bilhete dizendo "que os pinguins sabem amar". Por uma série de confusões, outros pinguins aparecem. Ou seja, são todas situações improváveis, mas que dão graça ao gênero.
Jim que tem como função comprar prédios invendáveis, com seu poder de persuação, tem agora uma nova missão: comprar o "Tavern on the Green", restaurante tradicional de NY, única construção privada no Central Park, com vistas a derruba-lo e ali construir um prédio.
Toda a trama gira em torno desse assunto: o restaurante( que belo merchadising totalmente explícito) e os pinguins. E vemos um Jim-pai-de-familia -e -amigo- de- pinguins se tornando um bom moço, bem ao estilo do filme "Treinando o Papai" que na época minha pequena adorou e assistiu várias vezes inclusive com o próprio pai. Dessa vez ela apenas gostou e até agora não falou em ver novamente. Acho que ela daria "meia estrela" para o filme. Prova de que tem bom gosto. Mas eu, mais boazinha que estou hoje, digo que até vale a pena se você tem filhos pequenos e que gostam de pinguins. Boa semana!( Fotos de divulgação dos filmes "Os Pinguins do papai" e "Treinando o papai")

8 comentários:

  1. Eu tbm acho que Jim exagera nas caretas. Gosto dele mas nem tanto.
    O filme Treinando o Papai eu assisti umas 10 vezes. É contagiante, a gente vai assistindo e quando se dá conta, acabou. É bom.

    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu vi o trailler deste filme noutro dia no cinema e achei que deveria ser 'bonitinho', mas o Carrey é engraçado até quando não faz caretas, gosto dele.
    Só me supreendi noutro dia quando peguei um filme com ele, mas ele era um homossexual. Até aí tudo bem, porém o filme era pesadíssimo e fiquei vendo ao lado do filho, levando toda hora um susto, pois não sabia que seria assim.
    Surpreendi-me com este maluco, sabe!
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  3. Oi amada, comparo muito Jim Carrey com Jerry Lewis que eu também não gostava na minha época de ir muito a cinema, os dois são careteiros, um humor que a mim cansa e detalhe, viciados em droga pesada, tenho uma profunda antipatia pelos dois, mas...como não se fecha as portas antes de conhecer, esse último filme que vc menciona, pode ser interessante, teria que ver para julgar, bjos Cam, obrigada pelo comentário. Apareça!

    ResponderExcluir
  4. Cam, tb nao gosto do tipo de humor dele. Incrível como muita gente nao gosta, mas mesmo assim ele faz sucesso.

    Boa semana

    Bjao

    ResponderExcluir
  5. olha...nunca me animei pra ver um filme dele. pq é sempre "ele". é tipo um Didi mocó, sempre o mesmo papel...

    até mesmo aquele filme, Show de Truman...só assisti pela idéia do filme, a atuação dele foi meio fraca, tudo virou piada.

    mas pelo menos a criançada se diverte, então tá valendo...por eles a gente faz tudo rs.

    bom dia Camille! bjs

    ResponderExcluir
  6. É isso mesmo, um Didi Mocó!
    Ate um filme serio que ele fez e passou na tv nao aguentei 5 minutos.
    Mas é como voce falou, pelas crianças a gente vai... Bjos

    ResponderExcluir
  7. Por incrível que pareça eu já prefiro o Jim Carrey fazendo drama. Veja o caso dos ótimos filmes que ele fez como Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças e Show de Truman.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  8. Muita gente gosta do Jim Carey, o que não é o meu caso. Também não desgosto! Mas o que uma mãe não faz por um filho!! (rs*) Bom fim de semana!! Beijus,

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.