03 janeiro 2010

2012. Por que a humanidade e alguns de seus valores sempre se salvam no final?

Acabei de ver o filme, chato pra caramba no inicio, totalmente previsivel no final: o mundo é os EUA, tudo se desenrola por lá ate´quase os finalmentes, para variar. Como foi em Independence Day ou no Day After.
Dessa vez pelo menos no final, eles foram mais abrangentes com relação a população que habita o mundo: no Day After so apareciam os EUA como protagonistas da história. No Inpedence Day se não me engano, eram um irlandes bebum, um judeu americano e um negro idem que salvavam a humanidade.
Agora temos uma verdadeira arca de Noé. E uma conspiração para monta-la, das mais nojentas: todos os lideres ( leia-se presidentes) do mundo e sua cupula de cientistas sabiam que a crosta terrestre estaria de deslocando e tudo afundaria em determinado momento. Mas escondem isso de toda as populações. Escolhendo por poder, dinheiro e genética, quem chegaria a sobreviver nas arcas( misto de nave espacial com submarino) , aos terremotos, tsunamis e afundamentos.
Em meio a essa pouca vergonha, valores morais são mostrados em conta gotas: a familia do excelente ator Johon Cusack ex- par com a bonitona Amanda Peet e seus dois filhos + o namorado dela, por que antes da catastrofe estavam divorciados- passam pelas situações mais improvaváveis até chegar a nave, localizada na China. Ali o namorado da moça morre, para que a familia americana esteja reunida novamente. Antes disso o presidente dos EUA, provavelmente Barck Obama velho( entao deve acontecer o desastre la para 2030 vai, estão só dando uma prévia com 2012) dá provas de sua integridade moral, se negando a entrar no avião que o conduziria até a nave salvadora, diferente do resto dos presidentes do mundo inteiro, e morre com o povo americano, enganado como todo o resto do mundo, mas em lagrimas pelas ultimas palavras do seu lider. Só faltou ter bottom em comemoração ao dia do fim do mundo.
Um russo que aparece legal em alguns momentos, se mostra um canalha de repente e finalmente morre. Seus dois filhos gemeos sobrevivem e vão dar continuidade a humanidade, já em uma outra esfera de relacionamento com os americanos. Um deles oferece até seu cachorrinho de presente a uma das crianças de Cusack. Lindo né gente? Fala sério. Mas ainda prefiro assistir issso a ver "O Filho do Brasil". Em matéria de propaganda politica, a americana é mais bonitinha, por que no mais é tudo a mesma canalhice. Ah estou mais solta em 2010.
E digo com franqueza, quem já passou por uma anestesia, ou uma parada cardio respiratoria por exemplo, sabe que morrer não parece tão ruim assim. É pa-pum. Por isso o que mais apavora ao ser humano so pode ser essa falta de sentido para a vida, de governo do barco, de final da humanidade.
Já superei bastante a parte do medo de morrer. Mas ainda me angustia o final da humanidade. Muito menos que antes. Quando vi Day After, filme superrrr otimista com relaçao a proporçao de destruição que uma nova bomba atomica causaria, sai arrasada. Hoje esse assunto já me causa, não propriamente uma indiferença, mas um certo desprezo pelas autoridades, acima do temor pelo fim da humanidade.
Disse lá o Molina " no fim sempre sobram uns merdinhas". Tem razão. A gente ainda não consegue conceber que somos uma espécie em extinção por nossa propria escolha.
Continuemos a comer carne vermelha, destruindo arvores para fazer pastos para nossos boizinhos futuramente abatidos, deixando a torneira aberta até o final da escovação de dentes e quem sabe lavando calçada e carros com agua potavel. Fumando, pouco nos lixando para o lixo não degradável, o lixo atomico, o aquecimento global, que nosso filme americano chegará mais cedo. No mais vamos fazer de 2010 um ano de consciencia?
E o que faria você se soubesse que o mundo iria acabar daqui a duas horas e que não haveria ingressos suficientes para você e sua familia adentrarem espetacular e redentora arca de Noé?
Acho que eu iria ao cinema...quem sabe terminasse bem.
(Alias aguardem minha lista de filmes, assisti 14 nos ultimos dias)

Hoje é aniversário do meu irmão, que está no exterior com o celular desligado. Felicidades, bro.
Beijos!

5 comentários:

  1. Não vi o filme. E uma das razões foi pensar que ele seria chato, o que você acaba de confirmar.

    ResponderExcluir
  2. Oi Cam, ainda nao vi o filme...

    Como vc está, tudo bem?

    Um beijao em vocês

    ResponderExcluir
  3. Qual é o nome do filme? Cam, faz muito tempo que não assisto filmes catástrofes, terror e violência. Nunca mais tive pesadelos e, quanto ao medo de morrer, tinha muito, agora estou sendo boazinha com a família e pedindo para morrer por último! (rs*) Quero poupar o sofrimento deles. Mas pensando bem, morrer todo mundo junto, pode ser uma boa, né? O que eu faria? Beberia todas, comeria muito chocolate e entraria em coma alcoolico! Sei lá, não quero presenciar o fim do mundo. Pior, se existir mesmo juízo final; já pensou, população de no mínimo 3 milênios se acotovelando? Feliz 2010!! Beijus,

    ResponderExcluir
  4. Não vi 2012 por isso não posso opinar.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  5. Querida Cam, vim te desejar um ano com mais alegrias, muita saúde e amor.
    Acho que eu não creio em fim do mundo, concordo com o Molina...
    Estou viciada em baixar filmes da net. Baixei 2012 mas ainda não ví. Me dê uma lista de uns filminhos bons que valham a pena baixar, rs.
    Tenho blogado cada vez menos, mas dou um alô vez em quando para não me perder de quem quero bem, como tu.
    Abração

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.