27 setembro 2008

Paul Newman, o mais bonito do cinema

Blog é um memorial que a gente tem. Guarda e expõe aqui os nossos sentidos, sentimentos, como se fosse um diário, um livrinho de confidências. Bom, para mim é. Assim deixo registrado que fiquei triste com a morte de Paul Newman. Ele era o homem mais bonito do cinema, jovem ou idoso, um tipo de beleza que ia além da propria beleza. Acho que era o talento, que falta a muitos bonitos e ai fica aquela coisa vazia. Paul Newman preenchia a tela. E a vida dele de cidadão era também exposta ao público de um jeito muito bacana. Sofrimentos a parte, que todo mundo tem, era bonito ver, num mundo tão efemero e cheio de vaidades, o casamento duradouro dele e da esposa também atriz. Nada de trocá-la por uma jovenzinha que na certa, o cercava aos montes. Paul Newman parecia feliz com a mulher, ambos sabendo envelhecer com dignidade, como a vida tem que ser, seguir o curso natural. Quando fui morar em NY, há uns 15 anos atrás, adorava comprar a "limonada do Paul Newman". Por que além de muito gostosa, era um trabalho que ele fazia para a caridade. Tinha as plantações e ainda emprestava seu nome e seu rosto para vender mais. Valeu. Fica na história do cinema como sua mais bela estampa, em todos os sentidos, ao meu ver. E na memória de quem gosta de cinema, como eu, como um personagem completo, um ser humano real e não apenas uma imagem chapada na tela. Adeus Paul Newman.


10 comentários:

  1. Sim, ele era um homem impressionante. Também fiquei triste, mesmo ja sabendo de sua doença...

    ResponderExcluir
  2. Muito linda a sua descrição do artista que aliava em sua vida beleza e competência. Além de ser uma pessoa com atitudes politicamente corretas. Fará falta!!! Bjs!!

    ResponderExcluir
  3. CAM,

    concordo com vc. Blog é um diário e reflete nossos sentimentos diários. Eu conheci o Paul Newman , 3 anos atrás no Gâmbia, na África. Um país pobre mas de uma natureza exuberante. Um rio caudaloso e refúgio de muitos artistas de cinema.Ele e o Van Damme não saíam desse país.
    E confesso que a beleza dele contrastava com oe scuro do rio.
    UM sorriso do tamanho do mundo.
    Ele pegava um remo do barco,junto com uns africanos e fiquei perplexa com a simplicidadedele. Horas depois foi queum africano me disse que era o Paul Newman. creio que o povo daquele país deve está chorando pitangas, pois ele eraamado por aquelas bandas.
    Bjs e dias felzies, Cam.
    Ah...a vida...nem gosto depensar na morte que tenho deprÊ...

    ResponderExcluir
  4. Vixe Cam, nem me fale...eu sinto muito porque pessoas boas e lindas como ele têm que partir um dia...isso não é fácil não! Um super beijão e uma ótima semana para vc e sua koukla linda. Fica bem!

    ResponderExcluir
  5. Amiga há um mês assisti um filme velho com ele e Robert Redford...eles estavam maravilhosos...Bjks

    ResponderExcluir
  6. Camille,

    sem querer parecer nostálgico, sinto que pouco a pouco vamos perdendo os verdadeiros valores artísticos, como é o caso de Paulo Newman. Ator completo e carismático, dificilmente será substituído.
    Tentei dar uma melhorada nas condições de leitura das janelas. Dê uma olhada pra ver se realmente melhorou, tá?
    Beijo,

    ResponderExcluir
  7. Camille querida, é alguém que não passou pelo mundo, por passar.
    Tinha objetivos, concretizou, foi feliz, teve sofrimentos, porque filho quando sofre, acaba com a gente, enfim, foi um ser humano completo.
    O mundo perde com sua aprtida, empobrece. Mas é o ciclo da vida.
    Lá em cima, deviam estar precisando da presença dele.
    Vai alegrar outros lugares.
    Um beijo querida.

    ResponderExcluir
  8. Márcia(clarinha)16:20

    Pois é...inevitável sentir saudades.

    lindo dia flor
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Camille!

    Ele era muito bom (e bonito)também. Não se deixou levar pela fama, foi gente como a gente. E ajudou muita gente. Lindo post, obrigada por dividir.

    PS: Você sempre será a minha "Personal Movie Indicator" tá ? (rs)

    beijos querida e boa semana,

    ResponderExcluir
  10. Cam, meu anjoco, vc faz como achar melhor com e seu selinho, se quiser colocar no blog como eu fiz no meu na parte que tem o meu perfil, os blogs amigos etc. Olha o CQC (Custe o que Custar) é um programa humorístico e jornalístico, que tira onde de tudo e todos, mas com fatos que realmente acontecem neste nosso Brasil, mas tudo no campo da cultura, artes e política, nada de zoar com a violência, é apresentado pelo Marcelo Taz, Marco Luquie Rafinha Bastos...eu rio do começo ao fim. Passa as segundas, às 22h na BAND. Super beijo.
    p.s. Ah depois quero saber do livro..o que eu estou lendo, El Juego del Angel é muito bom!

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.