03 outubro 2007

A menininha que foi jogada no rio.

Acabo de ler que a menina que foi jogada pela mãe biológica num rio , dentro de um saco plástico e ainda sobreviveu bastante tempo, está pior. Não dá para entender por que uma pessoa faz isso a uma criança que acabou de colocar no mundo não é? Por que não entrega para alguem criar, já que não quer? Tive uma aula, logo que entrei na faculdade -e ainda era uma boa facul- com uma professora da melhor estirpe. Era uma aula sobre desenvolvimento que abordava a gestante, o desenvolvimento do bebê, mas tambem da condição de ser pai, e da situação da vir a ser mãe. Mostrava as diferentes culturas e sua forma de encarar parto, dor, filho, acolhimento. Mas o que mais me impressionou foi uma espécie de sindrome em que a mulher ignora a sua gravidez. Em geral se aperta com panos para a barriga não aparecer, por que nada quer saber sobre isso. É o bebê é apenas um corpo estranho que ela não quer tomar conhecimento. Até o final. Quando ao invés de reconhecer que alguem nasceu dela, pega aquele objeto recem-nascido, enterra, joga no lixo, embrulha, bota em saco plastico e as vezes joga no rio mesmo. É como uma psicose que ficou latente e que vai aparecer nesse momento tão regressivo que é a gravidez. Dá para julgar? Em geral sao pessoas pobres que não tem assistencia alguma, nao entendem sua condição de desequilibrio. São ignorantes de si, do mundo. Esse mundo perverso que também é o Brasil, cheio de desigualdades e falta de cuidados com as nossas gestantes que não precisariam chegar a esse ponto extremo se a saúde publica funcionasse e funcionasse ao ponto de recolher, acolher, gestantes desamparadas e desequilibrdas. Que aconteça o que for melhor agora para essa criança toda sequelada. Se ela sobreviver a esse massacre, que encontre uma mae bem boa disposta a ficar com ela. Torço por você menininha. Nem que seja para virar anjinho e voltar para essa aventura em melhores condições. Que Deus esteja contigo e que sua alminha esteja em paz. Amém.

3 comentários:

  1. Oi Camille,

    quando eu soube que ela tinha jogado a criança da janela, fiquei gelada, sabia? afora toda a patologia, essa mulher é do mal. Só pode.

    Saudades.


    Beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Acabei de saber que a criança faleceu. Muito triste.

    ResponderExcluir
  3. Sim isso é terrível mesmo. Não sei como alguém tem coragem de fazer isso.

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.