04 outubro 2009

Gracias a La Vida y a una Hermana Muy Hermosa que se Llama Liberdad

Registros e reflexões para a semana:

- Que bom que o Rio de Janeiro será sede das Olimpiadas de 2016. Isso significa muitos momentos de alegria, emoção, confraternização de países, torcida pelos jogos e atletas e principalmente nossa torcida por um Rio de Janeiro menos violento, mais civilizado.

Novas oportunidades de trabalho vão surgir, empregos, muito capital circulando, renda, prosperidade. Que deve ser aproveitada da melhor maneira.

Para isso é importante que haja uma educação para o turismo, para que o carioca saiba receber bem aqueles que chegam. Dar boas-vindas não é só um sorriso na cara e um sambinha no pé. Mas a capacidade de abrir as portas da cidade e garantir a segurança de quem vem, estar disponivel para dar informações corretas, ter a cidade muito bem sinalizada, não usar de oportunismo para com quem chega, em bom Português, não engambelar turistas e atletas. Está mais do que na hora do Rio chegar lá. Que seja antes de 2016.

Autoridades, municipais, estaduais e federais, acordem que agora é pegar ou largar. Não é nem uma questão de "justiça social" que muitos de vocês parecem não estar interessados nessa "idéia". É uma questão de não passar vergonha perante o mundo e afundar como cidade turistica de uma vez. A hora de melhorar é essa, de mostrar que o Rio pode brilhar.

- Deixo registrado também o que Mercedes Sosa, cantora argentina que morreu ontem dia 4 de outubro, cantora do mundo, representou para mim. Sua voz poderososa, calorosa, forte, chegou a corações e mentes nos quatro cantos do planeta. Seu repertorio incluia canções belíssimas como Gracias a La Vida, e ainda canções de cunho politico, sempre com letras contundentes, como um texto aberto a reflexão.

Penso que ja tive a oportunidade de contar aqui que no tempo em que trabalhei na clinica psiquiatrica em NY, a primeira clinica bilingue Espanhol/Ingles para consumidores de Psiquiatria naquele Estado, fui alertada para jamais falar ou cantar com os pacientes musicas de conteudo "forte". Embora aquela clinica fosse muito moderna e diferenciada, ainda tinha uma cultura muito arragaida em preconceitos com relaçao ao paciente.

Mas além de tudo o mais, eu tinha estudado um ano de Musicoterapia no Conservatorio Brasileiro de Musica e lá aprendi dentre outras muitas coisas o "principio de ISO", conceito criado pelo medico argentino Rolando Benenzon, em que se procurava encontrar o som condizente com o momento inteno do paciente, ISO de igual. Algo como: se alguem esta deprimido não adiantará colocar uma musica de carnaval que a pessoa não sairá pulando. Ao contrario, poderá se fechar cada vez mais. Ao passo que se ouvir Debussy, ou Eric Satie, enfim sugestões de compositores que tem músicas que me parecem melancolicas, apesar de lindas e sempre muito profundas, a pessoa deprimida poderá se identificar com aquele som, criando com ele um espaço interno de tranquilidade e conforto. Se a música tem letra, que tenha palavras que falem ao seu coraçao de acordo com o momento vivido.

Assim, pude verificar como as músicas cantadas por Mercedes Sosa, de conteúdo "forte", faziam um enorme bem aos pacientes, ao inves de lhes causar qualquer constrangimento, como opr exemplo, La Cigarra :

"Quantas veces me mataran, quantas veces me morri, sin embargo estoy aqui ressuscitando. Gracias doy a la desgracia y a la mano con punal por que me mato tan mal, y seguir cantando"...

Quem já viveu e já morreu tantas vezes como um paciente que tenha passado por uma "carreira de loucura", gosta de saber que está sendo ouvido e compreendido. E era o que essas canções de Mercedes Sosa proporcionavam ali, compreensão de si, aceitação de si, dialogo. Elementos fundamentais para qualquer um de nós estar preparado para dar gracias a la vida..

Por isso e por tudo agradeço a Mercedes Sosa. Por ter alegrado a minha vida com sua voz, por ter me ajudado com suas canções, desde o inicio de minha adolescencia, a me conscientizar de que somos seres politicos e que não querer tomar parte ou tomar partido, já é uma posição tomada, a da omissão. E depois, por ter "partilhado" comigo de momentos tão intensos naquela clinica, em que pude comunicar sentimentos importantes com suas letras tão claras e sua voz tão especial.

Ela foi uma pessoa que me pareceu inteira, grandona, gorda, com aqueles xales coloridos que gostava de usar, alguém querido pronto a abraçar. Pode ter sido apenas uma fantasia minha, que seja. Mas sempre estará guardada na minha memória, como parte do meu crescimento como um ser que olha e vê o mundo, seu vozeirão cantando:

'yo tengo tantos hermanos, que no los posso contar, y una hermana muy hermosa que se llama liberdad."...

Ou seja, una estrella que continuará brilhando, pelo menos para mim, e acredito que para muitos mais.

Boa semana para todos nós.

19 comentários:

  1. Cam, comi "quase" sózinha 1 pacote de 7Belo, meu dentista vai me matar. O 'Tito' comeu umas 3... Minha mãe sempre tinha na bolsa estas balinhas.
    O livro esquecí de levar para o sítio, na pressa. Mas li antes de sair um trechinho e já gostei, sigo lendo amanhã. Obrigada a Sonia pela dedicatória. Obrigada a doce Aninha por gostar de mim. Obrigada a ti, querida mesmo, cheia de gentilezas.

    ResponderExcluir
  2. Falando desta Mulher tão especial, Mercedes Sosa,La Negra, ela deixa muita tristeza com sua partida. Sou apaixonada pela voz e personalidade dela. Fui a vários shows aqui em Porto e ao último em Floripa em setembro de 2008.É personalíssima,contagiante, única, vozeirão e emoção.
    Contas lindamente a influência que ela exerceu em ti, adorei
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Conheci a Mercedes Sosa por causa da parceria dela com Fagner e à época pouco sabia sobre política.

    Então, uma certa altura do texto lembrei da minha mãe dizendo: "Ninguém mais fica na 'foça', agora todos possuem um tédio constante"

    Não fugir das tristezas, mergulhar fundo nos problemas, encarar a face do diabo, enfrentar com coragem o inimigo - são atitudes positivas de quem quer resgatar a alegria de viver. O tédio não, é algo morno que definha lentamente a vida. A música entra no contexto de expressar aquilo que não conseguimos falar e assim, podemos extravassar com ela.

    Tenho somente duas críticas quanto aos jogos olímpicos no Rio. Como serão os esportes de inverno, criaremos gelo? E meio hipócrita um país que não investe, que não dá apoio aos atletas e instituições esportivas sediar uma olimpíada.

    Boa semana! Beijus

    ResponderExcluir
  4. Eu particularmente gosta da Mercedes Sosa y sus canciones, desde os meus 16 anos, por aí, quando comecei aprender espanhol. E acho que ela intrepretava as músicas de Violeta Parra, outra que eu amo, como ninguém. Soy muy latina, cariño!
    E olha tb estou feliz pelo Rio e pelos cariocas, por tudo de bom que irá acontecer!
    Besotes.

    ResponderExcluir
  5. Oi Camille.
    Também fiquei contente com a escolha do Rio para sediar as Olimpíadas de 2016. A partir de agora, concordo contigo, é trabalhar para garantir o sucesso do evento e mostrar ao mundo que não são só os gringos que podem. Nós também podemos e queremos fazer bonito. É fundamental também, além do trabalho, exercer, através dos órgãos públicos de fiscalização, uma vigiância permanente e rigorosa para evitar o que aconteceu por ocasião dos Jogos Panamericanos, quando a praga da corrupção consumiu boa parte do dinheiro público.
    ***
    Mercedes Sosa também foi uma presença importante na minha juventude esquerdista. Que descanse em paz junto às estrelas.
    ***
    Interessantíssimo o princípio ISO. Empiricamente, já o conhecia, pois quando estou deprimido procuro ouvir músicas de acordo com o meu estado de espirito. Como você disse, ao contrário de reforçar a melancolia, o que sobrevem é uma sensação de tranquilidade e conforto. Meu coração agradece.
    ***
    Desde o final da manhã, as 7 Belo são uma gostosa lembrança gustativa. Thanks, de novo.

    Beijo e uma ótima semana pra você.

    ResponderExcluir
  6. Oi Camille!

    Eu não estava torcendo para o Rio vencer - acho que falta muita coisa nesse país antes de sediar Jogos Olímpicos - mas como venceu vou torcer para dar certo.

    Eu pouco sei de Mercedes Sosa, não faz meu gênero, mas ele era boa no que se propôs a fazer e isso é que vale.

    beijos querida, boa semana.

    ResponderExcluir
  7. Amiga tbm fiquei triste por Mercesdes, eu gostava muito dela e da sua voz.

    Estou confiante como vc em relação as melhoras na cidade maravilhosa :)

    Bjokas e bjokas

    ResponderExcluir
  8. Cam, tudo bem? Esqueci de te enviar meu endereco vou te mandar depois desse cometario, rs. Tb quero degustar essas balinhas maravilhosas.Acho que nem as conheco de tanto tempo que estou fora.

    Olha, gostei de saber que o RJ vai sediar/cediar as Olimpiadas porque vejo exatamente assim como vc escreveu: é mais trabalho pra muita gente e temos ai uma boa razao para mudarmos a cara do nosso Brasil, senao ao menos uma parte dele.

    Senti tmabém a morte da Mercedes Sosa e aqui passou um documentario lindo. Ela era uma mulher do povo, vibrante e que usou o seu maior talento que foi a sua voz para cantar o que o povo muitas das vezes precisava ouvir para continuar tendo esperancas.

    Como eu nao sofro de depressao eu nao sei se ouvir músicas melancólicas seria o melhor. Só sei que quando estou com muitas saudades da minha familia no Brasil, eu nao posso ouvir esse tipo de música nao, prefiro mesmo uma mais agitada senao choro o dia todo, rs. Mas o esquema é interessante se funciona senao, se for um paciente como eu, ouvir músicas assim me enfiaria muito mais no buraco.

    Um beijao

    ResponderExcluir
  9. Olá, Camille,

    Vim te visitar a convite da Georgia.
    Ela me disse do seu lindo post sobre a Mercedes Sosa - valeu a pena a visita!
    Gostei do teu blog! E das palavras bonitas e de coração aberto sobre a Mercedes Sosa. Gostava muito da sua voz forte dela. Eu a conheci na época do programa Chico e Caetano e logo fiquei impressionada com aquela voz inesquecível e a presença forte e ao mesmo tempo com tanta candura - você soube exprimir tudo muito bem.
    E quanto ao RJ, estou também com muita expectiva e em mim corre um fio de esperança que aqui será bem melhor.
    Um abraço,

    ResponderExcluir
  10. Recebiiiiiiiiiiiii, ontem à noite qd cheguei estava lá, um pacote em cima da minha cama. OBRIGADA. Precisa eu dizer que amei tudo, as balas (claro), a surpresa muito linda, eu amei o modelo, a cor tudo, mas principalmente o desejo de uso no cartão. Deus te ouça amiga!
    Um cheiro.

    ResponderExcluir
  11. Cam, tem postagem que te interessa lá no luz! Bom fim de semana! Beijus

    ResponderExcluir
  12. Cam,

    a mercedes ficará sempre na lembrança de todos, por ter sido uma mulher forte e que tinha uma voz que vinha da alma.

    o Jens cedeu a mim e a mari, algumas balinhas, mas ficou o tempo todo com o saquinho na mão se lambuzando e se vangloriando, é claro...rs, parecia uma criança...rs

    Beijinhos doces

    ResponderExcluir
  13. OLÁ! VOCÊ CONHECE A GAZETA DOS BLOGUEIROS? NA GB VOCÊ ENCONTRA OS MELHORES BLOGS DA NET, MUITOS DOWNLOADS PARA BAIXAR, ALÉM DE TUTORIAIS, SCRIPTS, TEMPLATES, GIFS E MUITO MAIS...VENHA CONFERIR E FAÇA SUA INSCRIÇÃO PARA DESTAQUE GB. BEIJÃO!!!

    ResponderExcluir
  14. Olá Camille!!!
    Concordo contigo a respeito das olimpíadas, no entanto acredito que o governo estatual também tem que fazer sua parte no que diz respeito aos cidadãos...nossos hospitais públicos estão "pela hora da morte" ....e as escolas, todas quebradas? Para que possamos, veradeiramente, cuidar dos que virão nos visitar precisamos cuidar desse povo que vive aqui e permanecará após as festividades!!!
    **********
    Com relação ao ISO também fiquei muito interessado pois tenho pensado sobre o efeito do som em nossa vida. Acabei inventando um conceito "AUDISSERVAÇÃO"..fiz uma instalação sonora com esse nome e parte do texto que púbiquei na revista "GAMBIARRA" tá lá no blog!!!(outra parte está no link TEXTO ACADÊMICOS)
    quanto a Mercedes Soza , é inegavel que imortalizou-se por meio de sua voz..Viva Mercedes!!!!

    Gostei daqui!!!!

    ResponderExcluir
  15. Olá Camille!!!
    Concordo contigo a respeito das olimpíadas, no entanto acredito que o governo estatual também tem que fazer sua parte no que diz respeito aos cidadãos...nossos hospitais públicos estão "pela hora da morte" ....e as escolas, todas quebradas? Para que possamos, veradeiramente, cuidar dos que virão nos visitar precisamos cuidar desse povo que vive aqui e permanecará após as festividades!!!
    **********
    Com relação ao ISO também fiquei muito interessado pois tenho pensado sobre o efeito do som em nossa vida. Acabei inventando um conceito "AUDISSERVAÇÃO"..fiz uma instalação sonora com esse nome e parte do texto que púbiquei na revista "GAMBIARRA" tá lá no blog!!!(outra parte está no link TEXTO ACADÊMICOS)
    quanto a Mercedes Soza , é inegavel que imortalizou-se por meio de sua voz..Viva Mercedes!!!!

    Gostei daqui!!!!

    ResponderExcluir
  16. nossa, adorei isso! nunca vi a musica dela por esse prisma...

    ResponderExcluir
  17. Cam, do meu coração,

    Eu ando com balinhas 7belo na bolsa e todos os amigos e conhecidos "adultos" que conheço estão indo ao delírio!!!
    Beijos mil, espero que vc esteja super bem, depois vou escrever para vc explicando porque não te liguei, tá?

    ResponderExcluir
  18. Oi Camille.

    Teu comentário lá na Toca, você acertou no alvo, me fez lembrar da Banca do Distinto, antiga canção de Billy Blanco:

    “Não fala com pobre, não dá mão a preto, não carrega embrulho
    Prá que tanta pose doutor?
    Prá que esse orgulho?
    A bruxa que é cega, esbarra na gente, a vida estanca
    O infarto te pega doutor, acaba essa banca

    A vaidade é assim, põe o tonto no alto, retira a escada
    Fica por perto esperando sentada
    Mais cedo ou mais tarde ele acaba no chão
    Mais alto o coqueiro, maior é o tombo do tonto
    Afinal, todo mundo é igual, quando o tombo termina
    Com terra por cima e na horizontal

    Não fala com pobre, não dá mão a preto, não carrega embrulho
    Prá que tanta pose doutor?
    Prá que esse orgulho?
    A bruxa que é cega, esbarra na gente, a vida estanca
    Trombose te pega doutor, acaba essa banca

    A vaidade é assim, põe o tonto no alto retira a escada
    Fica por perto esperando sentada
    Cedo ou tarde ele acaba no chão
    Mais alto o coqueiro maior é o tombo do coco afinal
    Todo mundo é igual quando o tombo termina
    Com terra por cima
    e na horizontal”

    Na voz da Elis fica ainda melhor.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  19. Cam, ainda com problemas na rede?

    Bjus

    ResponderExcluir


COMENTE, DÊ A SUA OPINIÃO. Você é a pessoa mais importante para quem escreve um blog: aquela que lê, que gosta ou não gosta, e DIALOGA.
Bem vindas. Bem vindos. Você pode comentar, escrever seu nome e para facilitar, clicar na opção "anonimo", ou pode se inscrever e comentar. Acho a opção, que se coloca o nome e uma forma de contato, + a opçao anonimo, VALIDA. Grata e aguardo seu comentário.